Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

universitarios-billboard

Mudança de opinião sobre Orhan Pamuk

Orhan Pamuk venceu o Prémio Nobel da Literatura em 2006 e nesse mesmo ano eu, ainda meio adolescente, decidi enfrentar um dos seus livros, Os Jardins da Memória, e o fardo pesado bateu-me à porta com esta leitura! Hoje tudo mudou e através de um simples conto publicado pela revista Granta Portugal! Na altura em que tive entre mãos durante alguns dias o livro do Nobel pensei que não iria mais ler nada da sua autoria por ter achado a narrativa bem maçuda e pesada, o que para um (...)

Fernando Pessoa... Ainda não está na hora!

A grande atracção da primeira revista Granta Portugal são os sonetos inéditos de Fernando Pessoa sobre o tema Como Se Eu Fluísse. Achei que estava a aproximar-se a minha hora poética, no entanto percebi com esta leitura que ainda não estou na altura certa para me dedicar a bons poemas. Ainda não chegou o momento do clique certo para que a poesia entre em mim. Sinto que ao ler um poema de Pessoa não consigo absorver o verdadeiro sentido das palavras escritas e inspiradas na vida (...)

O EU de Dulce Maria Cardoso

«A verdade é que a mudança aconteceu muitas vezes sem que eu quisesse ou sem que eu controlasse a direcção que tomava. A mudança foi quase sempre devagar, com o novo eu a empurrar lentamente o antigo até lhe tomar o lugar. Uma vez ou outra, fui apanhada por convulsões que me fizeram transitar bruscamente entre o que era e o que passei a ser. De qualquer maneira o processo é sempre o mesmo: um eu dá lugar a outro eu e depois a outro e a outro e a outro. Mas acredito que nunca nos (...)

Já tenho a Granta Portugal

Umas semanas depois do seu lançamento e de muito ter procurado nas livrarias nacionais onde sempre me diziam que a Granta  Portugal estava esgotada ou onde nem chegou a ser vendida, encontrei o meu exemplar que faz parte da terceira edição deste primeiro volume nacional. Estou contente e pronto para a sua leitura! Quando entrei na Fnac do Centro Comercial Vasco da Gama e me dirigi (...)

A busca pela Granta continua...

A Granta Portugal já saiu há umas semanas e ainda não consegui trazer para casa o meu exemplar deste já sucesso nacional. Depois de fazer as delícias mundiais com as suas publicações internacionais, o universo Granta atacou o nosso país e somente com o primeiro volume publicado existem factos que permitem dizer que o sucesso está do lado desta revista/livro também em Portugal. Não sei o que se passa com o número de exemplares que cada edição tem, mas o que é certo é que (...)

A Granta chegou e esgotou

Tanta expectativa para ir comprar a Granta Portugal assim que ela saísse para as livrarias nacionais e eis que num ápice ela esgotou e eu fiquei sem a minha. Pelo que parece a primeira edição da revista contou com dois mil exemplares que foram distribuídos por todo o país depois de terem sido retirados deste número as reservas de quem já assinou a publicação. Eu como quero primeiro ver e depois assinar as próximas, esperei e cheguei às livrarias e... Puff! Ela fugiu de todo (...)

Anseio pela Granta Portugal

Já tinha contado que a revista Granta Portugal estava a ser preparada e agora está mesmo, mas é que é mesmo, quase a sair para as bancas e eu quero ter a primeira comigo. É já este mês que a primeira edição da Granta Portugal entra em comercialização para (...)

Revista Granta chega a Portugal

A revista Granta é um sucesso internacional por mostrar os autores mundiais todos os meses nas suas páginas, publicando novos textos dos mesmos e também rebuscando trabalhos de pessoas que já não se encontram entre nós mas que deixaram o seu trabalho para ser lembrando. Agora Portugal, através da (...)