Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

24
Mai16

Censura no Facebook

O Informador

tess holliday.jpg

O Facebook parece ter uma balança com pesos bem diferentes para analisar as imagens que são divulgadas por todos nós! Se celebridades bem conhecidas, com corpos esculturais e que dão que falar podem publicar tudo e mais alguma coisa, já outras acabam por ser censuradas por não mostrarem nada mais que o seu corpo em biquíni!

Tess Holliday é uma modelo que faz campanhas publicitárias para marcas que se preocupam com as pessoas que vestem números maiores. E esta modelo viu a imagem que foi publicada através do mural da organização para a qual dá a cara, a Cherchez la Femme, na rede social a ser eliminada por, segundo os responsáveis pelo Facebook, não estar de acordo com a política de anúncios da empresa. A campanha publicitária pretende promover a positividade da mulher em relação ao corpo que não tem de ser escultural para a pessoa se sentir feliz, mas mesmo assim e sem chocar, a rede social acabou por colocar a censura na ordem do dia justificando a atitude por não cumprir a «política de saúde e fitness da rede social» e também porque mostrava partes do corpo «de maneira indesejável». A sério?

O Facebook foi mais longe e foi divulgado que «Estes anúncios não são permitidos porque fazem com que os utilizadores se sintam mal consigo próprios. Por isso, recomendamos o uso de uma imagem de uma actividade como correr ou andar de bicicleta».

Tess reagiu de imediato nas redes sociais, tal como Jessamy Gleeson, produtora da organização... «Fiquei absolutamente furiosa. Não conseguia compreender. A atitude do Facebook foi realmente horrível e alienante ... As mulheres gordas podem, naturalmente, ser tão desejáveis como as outras.»

Dias depois o Facebook lançou novo comunicado com um pedido de desculpas pelo ato, afirmando que afinal a foto cumpria as directrizes da empresa e que todo o processo de eliminação não tinha passado de um erro. «A nossa equipa processa milhões de imagens publicitárias por semana e pode acontecer a proibição de um anúncio de forma incorrecta. A imagem não viola a nossa política de anúncios. Pedimos desculpa pelo erro.»

No entanto a organização feminista não ficou satisfeita com as desculpas do Facebook e espera que a empresa faça uma revisão das políticas e da forma como analisa imagens e comentários, já que parecem existir diferenças na selecção e censura para com os corpos e patamares da fama. 

banner mrec exames nacionais e provas de aferição

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Comentários recentes

  • O Informador

    Os da Nicola são dos meus preferidos mas na minha ...

  • O Informador

    Eu gosto sempre de experimentar novas marcas de ca...

  • O Informador

    Geralmente, e como bem disseste, está sempre café ...

  • O Informador

    Nespresso não dá para comprar em promoção porque e...

  • O Informador

    Nem com a fama que ganhou somente em Portugal nem ...

Pesquisar

Mais comentados

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook