Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

«O que vou fazer com os miúdos?»

Na semana passada a greve de determinados departamentos de funcionários públicos no seio escolar levou a que muitos estabelecimentos fossem encerrados durante um ou dois dias. Como é sabido quem faz greve não pode avisar que o irá fazer e consequentemente nas escolas os mais novos têm de ser levados como habitualmente até aos estabelecimentos e aguardar com a decisão da direção escolar. Perante isto e a meio da manhã e numa conversa paralela enquanto tomava o pequeno almoço (...)

Tolerância de ponto pelo Papa Francisco

Surgem notícias de que a função pública poderá ter tolerância de ponto no dia 12 de Maio para poderem ver o Papa Francisco nas celebrações do centenário das aparições de Fátima. Isto sim é uma boa notícia para os católicos que trabalhem para o Estado. Ao que parece a decisão ainda não está tomada pelo Conselho de Ministros, mas os bispos já foram informados acerca da situação e mostram-se gratos ao Governo se a mesma se concretizar. Quem também já sabe da decisão (...)

Vila bonita para a feira!

A vila vai estar enfeirada daqui a uns dias e agora tem sido tão comum ver os empregados camarários todos juntos, como se tivessem em reunião, a trabalharem pelas ruas, jardins, calçadas e pavilhões! Com isto tenho questões a colocar sobre este grupo tão elevado de funcionários que aparecem por estes dias... Que andam a fazer as centenas de empregados públicos ao longo do ano para agora poderem estar num só lugar durante dias para que tudo esteja bonito para a feira? É que nas (...)

Sobe o IVA... Que bom!

Sim, todos nós precisávamos de uma subida do IVA que já estava baixo e agora sobe 0,25%! Isto sempre foi o sonho de qualquer contribuinte e agora sim faz sentido andarmos felizes com tantos pagamentos e despesas! As coisas já não estão fáceis pelo país com tanto corte e ajustes e agora ainda se lembram de colocar mais uma subida, a que chamam de ligeira, do imposto! Dos 23% iremos passar a pagar 23,25% sobre a grande maioria dos produtos, referindo-se a senhora ministra das (...)

40 horas da Função Pública

Percebo todos os protestos que os funcionários públicos têm feito contra a alteração da lei que os irá fazer trabalharem 40 horas por semana porque se tivesse na mesma situação também não gostaria de ser obrigado a aceitar tal medida. Mas por outro lado, concordo com a decisão dos nossos governantes porque se quem trabalha no privado tem que as fazer, porque os outros não? Ora bolas! A economia vai mal, e embora existam sinais de melhoramento, não se podem atirar os festejos (...)