Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

wook-natal-billboard

Já se sente o Outono

15
Out18

folhas secas.jpg

Finalmente começamos a entrar no Outono. Estamos em Outubro, mês em que tradicionalmente já costumamos andar de manga comprida mas que desta vez parecia estar difícil a chegada da aragem. Adoro andar com várias camadas de roupa, dormir todo enroscado e sentir o fresco no rosto. Que as folhas secas comecem a cair com gosto e prontidão, porque todos estamos por cá para celebrar mais um Outono da vida. 

Despedimos-nos assim de um Verão prolongado, que começou cedo e terminou tarde. Altas temperaturas, falta de vontade e insatisfação são pontos que cansam em tantos meses quentes. Agora que chega o tempo mais fresco tudo se altera. As roupas de Outono começam a ganhar um outro destaque pelos armários, os casacos começam a acompanhar qualquer viagem, o ar condicionado do carro é alterado para temperaturas mais altas, as mantas saem do armário e os chapéus de chuva tomam lugar para quem os gosta de ter por perto, o que não me acontece.

Com a chegada do tempo fresco a vontade de ficar por casa aumenta, os chás são apreciados e as manhãs de fim-de-semana tornam-se distintas, ficando um pouco mais na cama, olhando para a rua com as reflexões que surgem em cada pausa. O horizonte adormecido com o sol brilhante ao mesmo tempo que as árvores abanam e as folhas vão ficando espalhadas pelo chão.

As noites já não são o que eram!

24
Ago16

De há uns dias para cá que os serões já não estão como estavam há umas semanas atrás! O tempo quente continua a fazer-se sentir ao longo do dia e o sol a convidar para umas belas horas de praia ou piscina, no entanto quando o final de tarde começa a surgir e o crepúsculo aos poucos se vai aproximando as temperaturas começam a alterar-se e mostram que esta segunda quinze de Agosto já não faz parte da época alta que decorria ao longo de vinte e quatro horas sempre com temperaturas altas, seja dia ou noite. 

As noites já não são o que eram há uns dias atrás e quanto a isso não nos podemos opor porque quando nos deitávamos só surgiam queixas sobre o calor, agora que chegou o fresco ao serão aguentamos e não resmungamos. 

Só a água fresca me tira a sede

03
Out13

Seja Inverno ou Verão, esteja frio ou calor, chuva ou sol, uma coisa é certa... Só a água fresca me tira a sede!

Posso beber água sem ser fresca, sumos vindos ou não do frigorífico, leite, iogurtes ou seja lá o que for quando tenho sede, mas só mesmo a água fresca, acabada de sair da garrafa que está no frigorífico, é que me consegue resolver o problema quando a sede é muita e é preciso retirá-la do meu corpo.

É que tudo o resto que beba sabe bem, mas a sensação que falta algo continua lá, tendo depois que retomar o processo de beber algo para matar a ausência do líquido a que se dá pelo nome de água e em modo fresco.

Matar a sede é só mesmo com água fresca!