Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

02
Jun18

Festa do Livro em Belém está de volta

O Informador

festa do livro em belém.jpg

Marcelo Rebelo de Sousa, no seu primeiro ano como Presidente da República, abriu os portões do Palácio de Belém para a primeira edição da Festa do Livro em Belém, continuando a mostrar o seu gosto pela literatura que sempre foi um dos seus pontos fortes enquanto comentador televisivo. Este ano, a terceira edição da Festa do Livro já se encontra a ser preparada e com data marcada. 

Foi numa das suas primeiras visitas à 88ª Feira do Livro de Lisboa que o Presidente Marcelo anunciou que de 31 de Agosto a 02 de Setembro, os jardins do palácio irão voltar a receber a feira literária que já se começa a tornar uma tradição graças à sua vontade. 

Será mais uma vez em parceria com a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros - APEL - que esta terceira edição da Festa do Livro em Belém irá realizar-se com dezenas de bancas de diversas editoras, onde se juntam sessões de autógrafos, cinema ao ar livre e várias outras atividades numa programação diversificada que pode ser acompanhada com algumas pausas pela zona da restauração que irá estar disponível pelo espaço. 

05
Set16

Rescaldo da Festa do Livro em Belém

O Informador

festa do livro em belém.jpg

Marcelo Rebelo de Sousa havia anunciado a primeira Festa do Livro em Belém e o evento acabou por concretizar-se, no entanto tenho a dizer que após ter passado um bom bocado da tarde de Domingo pelos Jardins do Palácio de Belém, onde se realizou o evento, fiquei desiludido com o que acabou por ser apresentado ao público apreciador de boa literatura. 

No geral vi bancas das principais editora com pouca oferta, sem qualquer tipo de promoções diárias e com os preços iguais ou mais elevados, em alguns casos, que se fizermos a encomenda via internet ou mesmo se comprarmos pelas grandes cadeias de livrarias nacionais. O espaço poderia ser bem melhor aproveitado, com bancadas mais extensíveis e com um maior número de eventos a decorrer ao mesmo tempo. Não vi a magia dos livros e o encanto que, por exemplo, a Feira do Livro de Lisboa tem. Não pedia que o evento tivesse um peso tão elevado mas pelo menos que existisse uma maior variedade para que conseguissem dar maior destaque a todas as editoras que por vezes nem conseguiam colocar as suas novidades do ano todas à disposição de quem passou pelo evento. 

Olhando para as pessoas e vendo também que o interesse nas bancas de livros não acontecia, já que não existia grande proximidade para com as mesmas e os sacos de compras não eram muitos, percebi que a maioria das pessoas que entraram por estes dias nos Jardins do Palácio agora frequentado por Marcelo Rebelo de Sousa foram mesmo pelo local e para visitarem as proximidades da casa da Presidência Nacional. 

30-a-50-nobel-literatura-mrec

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Comentários recentes

Pesquisar

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook