Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

12
Abr18

Perfis pessoais partilhados

O Informador

redes sociais par.jpg

Há uns anos parecia ser uma moda absurda, hoje continua a ser ridículo mas com uma existência em menor escala. Falo dos perfis nas redes sociais de casais que se juntam para partilharem Facebook, Instagram e as restantes plataformas de partilha online por onde abrem conta. O que significará para os casais unirem os seus perfis num só onde tudo o que é publicado pertence aos dois, não se sabendo ao certo quem publica, quem poderá estar do outro lado, caso se tente perguntar alguma coisa ou comunicar por mensagem privada e a situação acaba por ser tão caricata como psicadélica. 

No meu pensamento é um autêntico disparate, daqueles erros tão grandes como se alguém tivesse de partilhar os seus talheres enquanto está a comer. Qual a necessidade de namorados e casados terem uma conta em comum pelas redes sociais? Só tenho uma explicação que posso resumir em duas palavras. Ciúme e controlo. Mulheres e Homens que não confiam nos seus parceiros e tentam assim que os mesmos não sejam livres no mundo da internet para que não falem com desconhecidos, visto os comentários e conversas depois ficarem visíveis perante a visita do outro, controlando-se assim tudo o que se fala e partilha perante as amizades virtuais que podem, em alguns casos, passar para a realidade. 

26
Fev15

Um corte «possível»

O Informador

Fui cortar o cabelo no sítio do costume, entrei, comecei logo a ser atendido e a cabeleireira perguntou-me como queria o corte. Expliquei como habitualmente cortava e acrescentei o que queria fazer agora, deixar mais curto de lado e comprido em cima. O que a moça me disse é que foi algo que qualquer uma me dizia, não fosse uma boa vendedora dos seus serviços, «sim, isso é possível». Oh amiga, claro que tudo é possível, o que queria saber era se tinhas alguma dica para dar e sugestão, não que seria «possível» fazer o corte que queria. Estando a pagar tudo seria «possível» fazer com o meu cabelo.

No final a mudança não ficou bem como queria, não se notando até muito que alterei ligeiramente o que tem sido rotina quando me dirijo ao salão para largar umas gramas de cabelo para o chão do local. Será que a cabeleireira, com todos os truques bem conhecidos das mesmas, não percebeu a minha explicação que seria «possível» ser feita?

13
Mai14

Loom Bands, a nova moda

O Informador
https://www.youtube.com/watch?v=tEOvUg7n_bI

A moda dos Loom Bands apareceu-me à frente assim de um momento para o outro quando todos começaram a falar dos pequenos elásticos que servem para fazer pulseiras, fios e até roupa através de uma técnica bem especial e um bom manuseamento de agulha. Ainda não sabes do que se trata? Pois, até aqui esta nova tendência também me era desconhecida!

De um dia para o outro fiquei a par destes novos acessórios que todos andam a fazer de forma caseira! Os pequenos elásticos já se encontram à venda por todo o lado, uns em sacos de várias cores, outros em sacos de cores individuais e sempre com a agulha de plástico como companhia. Depois quem compra os elásticos também adquire uma caixa com divisórias para poderem dividir por cores o material com que irão passar vários minutos a elaborarem os seus novos adereços.

Pelo que me contaram esta moda chegou recentemente a Portugal mas os Loom Bands já invadiram a Europa e outros continentes à alguns meses atrás, chegando, como tudo o resto, um tempo depois ao nosso país à beira mar plantado.

Com esta tendência é caso para se dizer que existe muita boa gente a comer elásticos e que me sinto velho por perceber que já não ando atento a estas modernices a que todos aderem, como quando era mais novo!

banner mrec exames nacionais e provas de aferição

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Comentários recentes

Pesquisar

Mais comentados

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook