Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

16
Jul18

Novidades do Desempregado

O Informador

centro de emprego.jpg

Há uns dias contei por aqui a minha espera no desemprego. Entretanto tenho novidades sobre este tema que parece estar complicado de ser resolvido. Vamos lá ver se foi desta!

Inscrição, semanas de espera, nada era indicado até que surgiu uma informação inesperada, após várias tentativas da minha parte para saber o que se passava, que tinha o processo bloqueado por existir uma mensagem no sistema da Segurança Social que indicava que possivelmente, atenção, possivelmente, segundo indicação via telefone de uma técnica, havia faltado a uma convocatória após já estar a trabalhar numa nova empresa. Voltei à Segurança Social pessoalmente e expliquei o que me havia sido dito no telefonema, escrevi uma carta explicativa em como nada me tinha chegado naquela altura para me deslocar onde quer que fosse. Uns dias depois, poucos, porque já estou cansado deste processo, liguei novamente para o número da Segurança Social - 300 502 502 - onde falei com duas outras técnicas que me transmitiram a informação para me dirigir à sede do centro de emprego da zona porque terá sido um erro informático feito na altura em que receberam informação da empresa em como me encontrava já a trabalhar. Ou seja, comecei a trabalhar e essa informação estava correta, só que uns dias depois colocaram também que o subsídio de desemprego tinha sido anulado por ter faltado a alguma coisa para a qual não fui convocado. Melhor explicado só posso dizer que foi falha de quem tratou do processo que preencheu informaticamente mal a opção em como já estava a trabalhar e a descontar, colocando a informação de que seria para anular e não para congelar o subsídio que quase não usei, uma vez que tinha direito a dezasseis meses e nem dois utilizei. Ou seja, não faltei porque não fui convocado como me havia sido transmitido inicialmente, levando assim a querer que os primeiros técnicos com quem falei pessoalmente e via telefone nem se preocuparam minimamente em perceber a razão daquele bloqueio que partiu de um erro deles.

12
Jul18

Em espera no desemprego

O Informador

desemprego.jpg

Os mais atentos deverão saber que estou desempregado desde o início de Junho. Um ano após ter entrado em funções no meu segundo emprego fiquei no desemprego. De imediato recorri à segurança social para entrar no período de subsidio a que tenho direito, enquanto procuro algo novo. Uma vez que pelos dez anos de casa no emprego anterior tive direito a dezasseis meses e nem dois usei, agora posso voltar a ativar o período e valores em falta. Tudo parecia meio encaminhado, até que a mensagem no portal da segurança social não passava de Indeferido.

Mais de um mês depois comecei a fazer chamadas para o número da linha de apoio e as explicações eram de que tudo estava em espera ainda. Deixava passar mais uns dias e o mesmo testemunho era dado do outro lado. Enviei email a tentar saber alguma coisa e uma semana depois obtive resposta a esse mesmo email onde me deram a indicação que não tinha direito a subsídio porque, vim depois a saber por chamada telefónica, tinha faltado a uma convocatória da primeira vez, o ano passado, em que estive desempregado. O mais giro disto tudo é que nunca recebi qualquer documento via correios ou email para me apresentar onde quer que fosse e o período em que indicam de ter faltado encontra-se uma semana após ter voltado ao ativo na empresa onde estive um ano. Ou seja, saí do desemprego no dia um e ao dia cinco supostamente faltei a uma reunião da segurança social que nem tive conhecimento, a não ser agora que tentei rebuscar o período a que tenho direito. 

19
Fev18

Erro da RTP no Festival

O Informador

Portugal receberá pela primeira vez o Eurovisão da Canção este ano graças à vitória de Salvador Sobral o ano passado. Todos felizes, com mil cuidados e os preparativos para o grande evento musical europeu a ser preparado ao pormenor ao longo dos últimos meses. Eis quando na primeira semi-final do Festival da Canção onde se pretende eleger o candidato português deste ano, a RTP erra e troca as votações. 

No passado Domingo os sete nomes dos primeiros semi-finalistas foram revelados para que na Segunda-feira seguinte os mesmos sofressem alterações. É que um dos supostos finalistas não constava na lista dos mais votados, tendo ficado em décimo primeiro lugar e não em sétimo como foi anunciado pelos apresentadores. Um erro vergonhoso para o canal que está a preparar o evento europeu. O erro só foi assumido após o término do direto, depois de auditoria interna, onde acabou por ser detetado que a votação final divulgada estava incorreta, tendo sido feita mal a transcrição dos pontos do televoto. Ao que parece a RTP assumiu de imediato o erro, mas será que esta falha não terá sido uma tentativa de alteração da escolha do público?

O tema Eu te Amo, interpretado por Beatriz Pessoa e composta por Mallu Magalhães, deixou assim o seu lugar na final para dar espaço a Sem Medo, que conquistou a escolha do público com a interpretação de Rui David de um tema composto por Jorge Palma. Lembro que o derrotado ficou afinal em décimo primeiro lugar e não em sétimo como foi transmitido publicamente.

Os erros acontecem, mas num momento em que a Europa espera saber quem será o representante português no Eurovisão, no ano em que somos os anfitriões, dar este erro numa gala de seleção que antevê os grandes dias? Se falhamos quando fazemos em pequeno, como conseguirão fazer em grande sem gralhas?

31
Jan17

Reacções impróprias

O Informador

Não sei se será problema deste blog, mas o que é certo é que desde que existiu uma ligeira alteração na área Mensagens que tenho na barra lateral e que é da responsabilidade do Sapo que deteto que nas reações que vou recebendo além dos gostos e de mensagens normais tenho outros comentários bem indesejados.

Mensagens em inglês e chinês (acho) com links de sites porno e de casinos online são uma constante, além de textos do mesmo género e que afirmam que podemos ganhar dinheiro por tudo e por nada. Ou seja, spam atrás de spam!

Alguém se queixa do mesmo ou serei caso raro?

27
Nov16

Sem estatísticas Sapo

O Informador

Estatísticas blog.png

Estarei sozinho na ausência de estatísticas no blog desde ontem ou este mal será universal pelo Sapo ao longo deste fim-de-semana?

Não existem totais, top páginas, origem das visitas e termos de pesquisa. Tudo está off e a mensagem dos «3 sapos, 4 sapos, ... Continuamos a contar todas as visitas feitas ao seu blog, mas de momento não é possível apresentar esses dados. Por favor, volte a tentar mais tarde.» tarda em desaparecer. 

05
Jun15

Fra(z)es!

O Informador

Frases.png

Será que as pessoas precisam de algumas aulas de bom português ou este mundo anda todo louco por causa do calor e da transferência do Jesus para o outro lado da rua? 

Quem no seu bom senso escreve «frazes» em vez de «frases»? Ainda por cima conseguiram cometer o mesmo erro quatro vezes, querendo agora acreditar que foi o mesmo ser a ter feito este quarteto de pesquisas erradas.

30
Out13

Remetente errado e incompreendido

O Informador

Um pormenor... Quando uma pessoa se afirma perante os outros como sendo detentora de algum dinheiro a modos de poder oferecer o que tem porque não é por isso que os seus euros saem beliscados, existe necessidade de se enviarem mensagens ou fazerem chamadas para alguém, sendo que o remetente é outro? Passo a explicar...

Querem saber da pessoa X, mas como esse ser é de uma rede móvel diferente da de quem quer saber de si, o que se faz? Envia-se uma mensagem para um possuidor de um número em que não se paguem mensagens, mesmo que nessa hora se saiba que o destinatário e o que acaba por receber a sms não estão juntos. Quando se quer saber realmente de alguém não se envia mensagem ou liga directamente para a pessoa, mesmo que se tenham que gastar uns míseros cêntimos? Não faz nenhum sentido andar a incomodar os outros com assuntos que não são seus só porque quem se acha rico parece não ter dinheiro para gastar com o carregamento do seu telemóvel e opta assim por fazer passar a sua mensagem através de pessoas para quem não pagam as palavras que são transmitidas!

Existem tantas coisas incompreendidas que nem sei por onde começar num role de acções desnecessárias e que neste caso fizeram com que não respondesse à mensagem que me foi enviada para ser transmitida a outra pessoa porque os 0,10€ que se iriam pagar se a mesma fosse enviada de forma direta custa muito a quem se gaba de ser uma pessoa que é elogiada pelos responsáveis do seu banco por não perceberem como alguém com a sua idade conseguiu amealhar tanto... Pode ter, mas como não tem vida social, tem perdido todo um mundo em busca da riqueza que não lhe trás a mínima felicidade!

Incompreensões!

banner mrec exames nacionais e provas de aferição

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Comentários recentes

Pesquisar

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook