Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Afinal o All Together Now...

Afinal alterei a minha opinião sobre o All Together Now, de Cristina Ferreira, após três galas exibidas. Quando estreou partilhei por aqui a minha opinião sobre a adaptação do formato de sucesso internacional em Portugal e não vi esta aposta com bons olhos por não ter encontrado um produto com capacidade para conquistar o público  (...)

A estreia de All Together Now

  Cristina Ferreira regressou à TVI a meio de 2020 e antes do final do ano anunciou o que parecia mais um programa de talentos musicais, o sucesso internacional All Together Now estava assim a caminho de Portugal, gerando desde então muitas criticas por surgir em época de pandemia e envolver cem jurados e uma vasta equipa de produção.  A diretora e apresentadora não se deixou levar, como sempre, pelo comentários e avançou mesmo, com todas as regras de segurança, com o formato e (...)

As Inseparáveis | T1 | Amizade

Netflix

  Em mês de Dia dos Namorados, a Netflix lançou a série As Inseparáveis, mostrando que o amor pode ser demonstrado de diferentes formas, e nesta produção a amizade que une Kate e Tully ultrapassa tudo e todos, já que nada as detém quando estão juntas. Baseada na obra literária de Kristin Hannah e sem recorrer ao romantismo base de muitas séries que andam por aí mas também sem dramatizar demasiado, esta autêntica celebração da amizade é focada em duas mulheres que se (...)

The Crown | T4 | Temporada no feminino

Netflix

  A quarta temporada de The Crown chegou, vi e venceu pelo quarto ano seguido, arriscando mesmo a dizer que este foi o melhor lote de episódios da série que tem conquistado os seus seguidores na plataforma de streaming Netflix. Nesta continuação da série que retrata o reinado de Isabel II, os tempos chegaram na atual temporada a outros rostos, sendo esta quarta temporada muito disputada entre três figuras femininas marcantes, a rainha, a princesa Diana e Margaret Thatcher. Numa (...)

Desespero no Big Brother

  A meio de Novembro, já com o espírito de Natal em estúdio e numa noite sem público, Teresa Guilherme e Ana Garcia Martins abriram mais uma gala do Big Brother sem qualquer apoio dos aplausos que tanta falta fazem nos programas em direto. Nesta noite em que todos somos convidados a ficar em casa o resumo da gala é só um, desespero por parte da produção para alimentar mês e meio de programa com polémicas.  Para começar logo uma má notícia dada por uma decisão da produção (...)

Só Eu Escapei | Teatro Aberto

  Num momento de pandemia a alterar o quotidiano de todos nós, o teatro em Portugal mostra estar bem vivo junto do público, existindo aposta, mesmo com todas as regras implementadas e alteradas de forma constante. No passado dia 07 de Novembro estreou no Teatro Aberto o espetáculo Só Eu Escapei. Com todas as condições implementadas pela DGS, esta nova produção teatral estreou, num horário especial como mandam as regras, pelas 19h00, e trás consigo alertas sociais sobre grandes (...)

Gala prometeu fogo e logo esfriou...

  Domingo com todos os portugueses a serem convidados a ficarem mais por casa e Domingo de serão com o Big Brother que começou só mesmo no final de Outubro a ter algum jogo e guerras internas, dando assim maior interesse a quem gosta de um bom reality show de polémica, tricas e mexericos e guerras entre os amigos que já não o são. Agora já em Novembro a provocação da produção para com os concorrentes parece que veio para ficar, no entanto sem grande ação dentro da casa. A (...)

Alguém Tem de Morrer | Minissérie

Netflix

  Alguém Tem de Morrer é a minissérie espanhola da Netflix que nos faz recuar aos anos 50. Do criador de A Casa das Flores, Manolo Caro, esta produção conta somente com três episódios, deixando muito por desenvolver por falta de espaço para deixar história e personagens ganharem tempo para mostrarem e conseguirem chegar junto do espetador.  Com um elenco central (...)

Big Brother, voltar e dar de novo

  Um mês de Big Brother e a falta de originalidade da produção do reality show voltou a imperar na última gala do início ao fim. Onde anda o lema da Revolução com que esta temporada tem sido apelidada? É que mudanças num jogo mais puxado ainda não foram sequer vistas, bem pelo contrário. Pelo menos desta vez sempre conseguiram criar algumas quezílias entre os nulos concorrentes para tudo ser exprimido ao longo da semana, se aquelas almas se conseguirem pensar que estou num (...)

Mudanças e atritos no Big Brother

  E ao terceiro Domingo de Big Brother, a Revolução, tudo muda no alinhamento do programa e o que correu bem na edição anterior do formato apresentado por Cláudio Ramos volta a ser feito desta vez, existindo um recuo para com as ideias de fazer diferente desta vez, com prova do líder, nomeações e Ana Garcia Martins de regresso aos comentários na gala, deixando o seu espaço de Pós Gala que deixou de existir logo após a primeira experiência que nem achei que tivesse corrido mal. (...)