Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Saiu o jogador do Big Brother

big brother desafio final.jpg

Começo a escrever esta crónica sobre mais uma gala da edição Desafio Final do Big Brother quando o direto acontece e a voz outrora soberana e Cristina Ferreira dão as boas vindas ao público e revelam que a noite será dedicada aos sete pecados mortais e também a de todos os confrontos para esclarecer as discussões, guerrilhas e conversas paralelas que têm existido dentro da casa estúdio da Malveira.

Numa noite onde apresentadora e a própria produção conduziram as conversas iniciais para colocarem mais achas na fogueira já bem quente dos últimos dias com os ainda sete concorrentes no início da noite em jogo, a gala logo iniciou com o BBPlay Ira onde foram vistas as imagens de todos contra Nuno Homem de Sá que conseguiu provocar e levar mesmo Gonçalo Quinaz ao limite ao ponto de quase agressão. As imagens foram vistas na casa pela primeira vez após os comportamentos menos próprios da semana, todos os concorrentes deram a sua opinião sobre os acontecimentos e aparentemente, pelas palavras de alguns jogadores, com o aproximar do fim-de-semana e da noite de expulsão os ânimos acalmaram após uma conversa de grupo que me parece ter resultado numa paz podre que poderá durar somente por umas breves horas, embora afirmem estar bem com o Nuno a definir o seu término para com o jogo pesado que tem mantido desde o início desta edição do reality show. Não acredito nesta paz de Nuno em modo paz e amor com o grupo, mas este jogo sem quezílias não funciona, como tal acredito que o ator está mesmo a jogar com tudo e todos com uma boa estratégia de parecer querer o bem e do nada regressar à provocação gratuita.

O segundo BBPlay foi Inveja, com todos a comentarem a presença e a forma de estar no jogo do Nuno ao longo da semana. Os atos, limites e objetivos misturados com inseguranças e combinações para os peões de ambos os lados da barricada caírem nos dias de expulsões. Lá está aqui o jogo, se fizerem as pazes na véspera da gala, com este vídeo a ser mostrado será que existe mesmo volta a dar e ficarem numa boa vibe pelos próximos tempos? Não me parece que tal venha a acontecer, embora mesmo após estas imagens o continuem a dizer que existe agora paz paz e paz.

Na onda dos sete pecados Catarina e António ficaram com a preguiça e tiveram de rastejar por um circuito com uma almofada e um peluche e o prémio do vencedor António foi ficar livre por uma semana das tarefas domésticas. Gonçalo, Pedro e Francisco com a gula tendo o trio de comer pudins só com a boca, sem poderem tocar com as mãos. Francisco foi o vencedor e ficou responsável pela cozinha e alimentação de todo o grupo ao longo de toda a semana. Já Nuno e Bruna apanharam a vaidade e através de cartões e espelhos tiveram de perceber a palavra do cartão para interpretarem, treinarem no espelho e baixando os respetivos espelhos tinham de evitar rir num frente a frente, num jogo do sério. Como nenhum venceu, em dupla tiveram de criar um desfile com todos os concorrentes da casa para um momento ao longo da semana divertido. 

Francisco Macau apresentou a sua Curva da Vida onde deu a conhecer o seu percurso ao longo de 33 anos. Altos e baixos familiares na adolescência, desportista e com sucesso no amor desde cedo mas com fraca auto estima. Ficou conhecido através da série Morangos com Açúcar, tendo terminado a sua primeira relação séria de amor antes de se tornar ator. Quando voltou a ser um anónimo após o sucesso iniciou um projeto para apoiar pessoas que sofrem de inseguranças. Mais tarde voltou a ter os holofotes consigo através da entrada no Big Brother Famosos de onde saiu para o esquecimento de novo, tendo entrado em competições para com o treino em ginásios, até que surgiu a doença do pai, esclerose múltipla, que teve de apoiar e ajudar a cuidar. Voltou a ser chamado agora para um novo Big Brother, estando apaixonado e continuando a lidar com a doença do pai bem de perto, daí ter aceite o convite para regressar ao ecrã para mostrar a sua boa prestação ao pai que pode não estar muito mais tempo em vida consigo. Mais uma vez, com o seu testemunho, se percebe a sua forma de estar no jogo e também os pensamentos e objetivos que pretende passar para os restantes. 

Com 1% Pedro Guedes voltou a passar despercebido nas votações da semana, sendo um dos candidatos a pisar os lugares cimeiros do pódio final. A boa onda e a demonstração de bem estar com todos os restantes têm ditado a sua permanência na casa e a preferência do público, sendo um dos meus preferidos, a par da Bruna e do Francisco Macau. O segundo salvo da noite foi o António com 3%, muito por ter tido a sorte de ficar nomeado numa semana em que Nuno e Gonçalo estiveram em grande destaque pela negativa. No momento do duelo final Nuno foi o expulso pelo público com 54%, já Gonçalo permaneceu assim em jogo com 46%, contrariando todas as sondagens que haviam sido feitas pelas redes sociais e blogs ao longo da semana, o que pela segunda vez nesta temporada do programa me deixa um pouco de pé atrás sobre a veracidade dos resultados, tal como aconteceu com a saída do Leandro quando tudo apontava que seria o António a deixar o jogo. 

Leandro sai e António fica... Manipulação?!

big brother desafio final.jpg

Cristina em modo princesa Disney com trança longa e vestida brilhante abre a gala e logo começa a atirar achas para a fogueira já por si quente para dentro da casa, onde o ambiente tem estado de cortar à faca entre os dois grupos existentes na casa ao longo da semana mas que em plena gala um dos lados afirma não existirem frações adversárias. Amigos, existem dois grupos no jogo, liderados respetivamente por Ana Barbosa e Nuno Homem de Sá e a querida que não venha dizer que os factos que todos podemos ver não são reais. 

Após uma semana onde as guerrilhas internas continuaram em destaque, a produção preparou uma série com vários episódios intitulada por Desafio Final... Uma Casa Dividida com o reforço do tema da divisão entre dois grupos na casa com Ana e Nuno como líderes dos respetivos lados da barricada. Nesta película o comenta e diz que diz foi mostrado e a divisão foi bem comentada entre os dois lados do jogo. Gonçalo vs. Leandro com as provocações mútuas entre os dois concorrentes a persistirem e ambos os lados da casa a apoiarem e a ajudarem na provocação entre os dois que afirmam mutuamente não se poderem ouvir e suportar. O Que um Nuno Incomoda foi exibido para se verem as imagens do concorrente a planear as provocações para com a maioria dos colegas de casa e posteriormente as queixas dos adversários para com as suas atitudes e comentários. Omeletes em Ovos onde a discussão de quantos ovos pode comer cada um com o esconde esconde e o arrebanha para nós para eles não comerem a suscitar bicadas e guerrilhas com gemas contra claras durante toda a semana. Quando a comida escasseia todos a querem e poucos a querem dividir. António e Pedro "Santo Não Bate" com os dois concorrentes a trocar galhardetes entre si durante dias. António provoca e parece uma comadre a espicaçar, já Pedro brinca e goza com a situação o que irrita o António por ser ver provocado e gozado muito no gosta de fazer mas não gosta que lhe façam. 

A curva da vida da noite a ser mostrada foi a de Nuno Homem de Sá, nascido em 1962, cedo viu os seus pais separarem-se, vivendo uma adolescência conturbada. Jovem acompanhou um amigo a um casting para a primeira telenovela portuguesa e acabou por ser o próprio Nuno a fazer um casting que o tornou desde então ator. Uns anos mais tarde percebeu que era pai quando o filho já tinha sete meses de vida, assumindo a paternidade, finalizando a vida de bon vivant. Mais tarde voltou a ser pai para uns anos depois perder o seu próprio pai. Mais recentemente, em 2010 voltou a ser pai, entrou no primeiro Big Brother Famosos feito em Portugal, algumas novelas, caminhou pelo mundo das drogas durante uns anos, reencontrou-se após fazer um retiro na Amazónia e nos dias que correm é um dos atores mais requisitados pela TVI, avô, voltou a entrar no Big Brother e encontrou o amor ao lado da sua namorada Frederica. Altos e baixos e como a Cristina disse, ao longo do tempo foram colocando na vida do Nuno amor para sair reforçado quando se deixava cair e aprender realmente a amar e seguir em paz. 

Com 3% da votação para expulsão, Pedro Guedes foi o primeiro nomeado a ser salvo logo ao início da noite. Mais à frente com 6% Gonçalo Quinaz viu a salvação do seu lado. Na disputa final António permanece no jogo com 42% e Leandro viu-lhe a porta da casa ser aberta com 58%. Querem mesmo que acredite nestes valores finais que acabaram por deixar o António em jogo após gozar com crianças e jovens adultos com deficiência, ter feito jogo sujo com os companheiros de casa. Não acredito nesta permanência forçada do tio na casa, mas cada vez se percebe mais quem são os preferidos e bem protegidos pela produção. 

Ao longo da semana os concorrentes jogaram ao Gota Certa e na gala o António, vencedor da prova, ficou a saber a sua vantagem ganha, tendo obtido um lugar na Prova do Líder. Os restantes começaram desde cedo, com Ana e Nuno ao já terem sido líderes a não poderem participar, tal como António já com lugar na prova final. Os restantes seis jogaram ao jogo do Nim de uma forma tão estranha que não percebi nada desta prova sem graça alguma e que não passou de um mau momento televisivo em pleno horário nobre. Francisco, Catarina e Gonçalo venceram em equipa contra Pedro, Bruna e Leandro e a tripla atribuiu a possibilidade de ir à prova do líder ao Gonçalo. Numa nova prova com experiências cientificas entre os cinco restantes, os concorrentes tiveram de se tornar em cientistas. Assim António, Catarina e Gonçalo disputaram a prova do líder com o já conhecido Toca a Cantar e eis que o malogrado António além de não ter saído da casa como devia ter acontecido ainda tomou a liderança e assim a imunidade para a semana. Coincidências? Neste jogo já não acredito em tal coisa!

Big Brother, a guerra das estrelas

Cristina Ferreira convocou seis armas pesadas do canal que em dupla entraram na casa do Big Brother ao longo da noite. Manuel Luís Goucha e Cláudio Ramos, Rita Pereira e Eduardo Madeira e Rúben Rua e Maria Cerqueira Gomes foram os apresentadores e atores chamados para entrarem em ação após uma semana de grandes discussões dentro do jogo. 

BBPlay com G. I. Ana com o surto de álcool da Ana Barbosa que após beber umas cervejas a mais na festa semanal resolveu iniciar a sua gritaria e atacar com os seus agudos o Pedro Guedes, isto para começar numa noite que parecia seguir tranquila. A partir desse momento a semana de liderança da concorrente não mais foi a mesma e os ataques e agudos foram consecutivos com a Barbosa a dar um triste espetáculo por tudo e por nada. Acreditando ser intocável e defendendo sempre que tinha razão ao longo da semana, só ao ver as imagens em plena gala começou a chorar como que a implorar desculpa mas defendendo que «fui eu mesma» em todo aquele drama feito. O mal está feito, a sua presença na casa junto do público está mais que queimada e agora é esperar que possa sair rapidamente e com uma boa margem para perceber que os portugueses não gostam de vencedores ingratos. Ao longo da gala ficou de cara trancada e diz-se «incompreendida» quando errou várias vezes, mesmo após terem brincado com a sua má disposição e a resposta ao Big Brother foi «já falamos» como que ameaçando a desistência. Já o mano Guedes ainda aproveitou o momento para brincar com a situação em tom de ironia, o que deixou a colega de casa ainda pior. 

Tirem-me Deste Filme voltou a destacar as picardias da semana entre Nuno e Leandro, Pedro e António, Leandro e Jaciara, Nuno e Ana, Leandro e António, Jaciara e Nuno, Pedro e Ana, Catarina e Nuno, ou seja, quase todos contra todos num jogo onde António e Ana acreditavam que iam ser os protagonistas e estão a ser pelos piores motivos por defenderem que é armando confusão que um reality show em modo Desafio Final funciona. 

Dona Cristina e seu Big Brother

big brother desafio final.jpg

O Desafio Final de 2022 do Big Brother começou há uma semana e logo adiantei que o conjunto de concorrentes convidados a entrar tinham quase tudo para que esta edição fosse um bombom em termos de polémica e foi mesmo assim que correram os primeiros dias com discussões e picardias a surgirem de vários lados e em várias frentes. Com Dona Cristina, como Ana Barbosa trata a apresentadora, a surgir decotada para mostrar a joia da coroa de milhares, os comentadores Marta Gil e Flávio Furtado a revelarem gostar desta edição eufórica do reality show com o histerismo, picardias, guerras e conflitos já existentes e ainda agora o jogo da inimizade começou. Oh que bem que os percebo por gostarem de um reality show mas envolto em polémica!

BBPlay a começar com Concorrência Furiosa - Parte 1 com António e Ana Barbosa de um lado contra Nuno Homem de Sá e Débora. Tricas da edição anónima entre António e Ana contra Débora a que se juntou agora o Nuno. Por outro lado também foi visível o embate entre Leandro e Gonçalo Quinaz numa luta de palavras e quezílias que parecem já ter antecedentes exteriores ao programa. Tudo isto sem esquecer o amor ódio também ele antigo entre Jaciara e Nuno. Os que outrora ficaram conhecidos por serem bons para discutir assim continuam e agora com novas guerras pelo meio, o que adoro como espetador. Afinal o que é um reality show polémico sem diz que diz e discussões?

O segundo BBPlay teve como título Os Básicos, uma vez que os concorrentes estavam divididos em dois grupos, os básicos com poucas regalias e os que tinham direito a utilizar todos os bens e cantos da casa. Com isto António e Ana voltaram a estar na berlinda por acharem e afirmarem que o jogo de anónimos em que entraram foi mais rigoroso que as edições dos famosos e que já estavam habituados a ficarem sem regalias, levando essa conversa em diante, o que acabou por irritar alguns dos concorrentes. 

Terceiro BBPlay de seu nome Concorrência Furiosa - Parte 2 com Nuno a mandar "passear" a Catarina e a picar vários concorrentes com o passa e mói com pequenos comentários para espicaçar e perceber quem se deixa provocar. Débora também relatou aos novos colegas o que passou na sua casa com Ana e António e viu os mesmos a gozarem consigo durante a semana. Neste momento e porque os três concorrentes surgem de uma edição de anónimos, eis que os galhardetes foram trocados em direto na gala sem hesitações e fugindo dos receios que os famosos omitem aos Domingos. Neste tema volto a frisar que vejo um António muito em torno de um só alvo, a Débora, levando a Ana atrás de si, o que poderá prejudicar ambos a médio prazo dentro da casa, uma vez que parece não existir jogo do tio sem ser dizer mal dos outros na companhia da sua confidente. 

Bruna a ter o momento confessionário a solo da noite para ver as suas melhores imagens da edição famosos de onde mal saiu para voltar a entrar nesta nova edição, tendo visto também os seus melhores momentos da semana e revelando que foi com o coração que resolveu voltar a entrar na casa logo de seguida, mesmo deixando Bernardo em espera no seu novo dia-a-dia. Bernardo também em estúdio comentou a reentrada da namorada, tendo já assimilado ter ficado cá fora por umas semanas sem ela, anunciando ao mesmo tempo que na Segunda-feira irá visitar a casa para se encontrar com a Bruna, num cenário que irá fazer lembrar a visita do Marco à Marta na primeira edição nacional do Big Brother com o recurso a uma grua, tudo para ser visto no diário da tarde do programa apresentado por Mafalda Castro. 

Também Gonçalo Quinaz teve direito a momento a solo no confessionário para os melhores e não tão bons momentos. O concorrente já começou com o choradinho das saudades dos filhos para se embelezar junto do público como um pai preocupado, mas Cristina não o deixou fugir da guerrilha com Leandro e acabou por o fazer comentar a luta de palavras como se tudo tivesse acontecido de maneira amigável. De semana não se gramam e quando chegam ao Domingo anda tudo em paz!

Débora viu a sua semana na casa, os falsos sorrisos dos seus antigos companheiros da edição anterior, os comentários nas costas, as aproximações e justificações que fez a determinados concorrentes, por jogo ou por atração... A Débora a ser Débora sem mostrar diferença do que já habituou o público, como a própria diz e a voltar a ser posta de parte por alguns concorrentes do grupo... «A Débora é isto!» e como espetador até gosto desta Débora, embora perceba que se tivesse de conviver numa casa com a querida que iria cansar facilmente!

Finalistas do Big Brother apurados

bbtvi.jpeg

Semi final da segunda edição do Big Brother Famosos de 2022 a acontecer para se apurarem os finalistas que se juntaram às duas concorrentes que conquistaram o lugar na final na semana anterior, Vanessa e Bruna. Cristina Ferreira em modo ovo da Páscoa, a entrar em estúdio acompanhada por três grandes coelhos que mais tarde visitaram a casa e deixaram presentes para todos os concorrentes. Assim começou a gala dos apuramentos finais...

Primeiro BBPlay da noite com o vídeo Isto Está Mesmo Quase no Fim onde as conversas de reta final surgiram entre quem mais merece e menos devia conquistar o seu lugar. As escolhas da semana, os entraves dos últimos dias e a picardia suave das opções de jogo a caminho da final em destaque. Já o segundo vídeo, A Última Escolha, teve Nuno Graciano como protagonista. Nesta película foi possível ver o concorrente a dizer que sempre foi salvo pelos portugueses, ao contrário de outros concorrentes que foram levados até à final pelos companheiros de casa por sofrerem poucas nomeações ao longo do tempo de programa. O apresentador sempre foi nomeado e o menos desejado dentro do jogo, seguindo em frente, ameaçando várias vezes com a desistência por se sentir sempre o rejeitado do grupo. O Amor é os Ciúmes Andam no Ar foi a terceira película a ser vista com a demonstração de várias imagens que mostram os olhares e atitudes de Bernardo com ciúmes por ver Bruna na conversa e a dançar com Marco, criando o piloto algumas cenas desnecessárias ao logo da semana pelo seu mal estar e incompreensão de uma amizade sem maldade.

Ao longo da gala existiu tempo para os melhores momentos de Bernardo, Marco, Nuno e Fernando no confessionário, sendo cada concorrente convidado a falar sobre o seu percurso na casa. Os momentos mais divertidos da semana de todos os concorrentes também foram mostrados a todos como é habitual naquele momento bem disposto do grupo. Em estúdio Flávio acusou as famílias de fazerem campanha contra outros concorrentes e acabou por trocar algumas palavras, bem conseguidas e de forma tranquila, da mãe de Bernardo por se sentir lezada sem ter culpa do que os fãs de cada concorrente partilham pelas redes sociais ao longo da semana.

Big Brother a caminho do fim

Chega a Domingo e existe gala Big Brother preparada para ocupar mais de três horas da grelha apresentada pela TVI. Com Cristina Ferreira nos comandos e de flores a escorrerem pelo cabelo, após um dia de gala extra transmitida ao Sábado, com a voz do Big Brother sempre atenta e os concorrentes preparados para verem imagens e dizerem que vivem em paz e amor na espera que o tempo passe e deixem de ser atacados pela apresentadora e produção para se tentar provocar a confusão e discussão na casa. Eis o resumo de mais uma gala do reality show que colocou famosos não muito conhecidos dentro de uma casa construída dentro de um armazém na Malveira. 

Primeiro BBPlay apresentado com A "Ressaca", refletindo as reações dentro da casa perante a saída da Marie. O que se disse, a frustração de Bernardo pela saída da jovem concorrente e a permanência de Miguel no jogo, mostrando o seu mal estar com a forma do cantor estar no jogo, o que acha injusto. Bernardo tem provocado ao longo das últimas semanas alguns conflitos para com os concorrentes masculinos, muito, do meu ponto de vista, pela insegurança no jogo e para com o seu relacionamento com Bruna que não segue as linhas que o piloto desejava, acabando por descarrilar nas opiniões e forma de se expressar para com os colegas de casa, o que não abona a seu favor. Por outro lado e como já referi em momentos anteriores, também do meu ponto de vista o Miguel criou um boneco mal amanhado e com erros de feitura, acabando por ser forçado em vários comportamentos que tem tido, sendo daqueles concorrentes, a par do Bernardo, que podiam perfeitamente não ter chegado à fase atual do programa. Caindo nas Nomeações foi a segunda película da noite, mais uma vez com o mal estar entre Bernardo e Miguel em destaque, com Bruna a mostrar que nada tem que ver com essa guerra e que se continua a dar com todos. Nesta película também foi percetível a ideia de Nuno para sair nas nomeações contra Bruna e Miguel, sendo este vídeo um bom conjunto de imagens sobre teorias entre quem sai e quem fica sobre medição de popularidade. 

O momento Curva da Vida ficou entregue ao cozinheiro Fernando. Nascido em Lisboa em 1990 e com três irmãos, viveu desde pequeno num bairro pobre da capital onde aos quatro anos já cozinhava. Em 1998 mudaram-se com os pais e começaram a ter outras condições de vida, no entanto viveu em situação de violência doméstica entre os pais, tendo os progenitores entrado em separação. Quatro crianças, rendas por pagar, fome e falta de condições, até que o atletismo começou a levar Fernando por outros caminhos, isto ao mesmo tempo que a mãe refaz a sua vida e vê o seu companheiro ser preso e acaba por mais tarde ser também ela presa por tráfico de droga na prisão. Quatro jovens sozinhos, a tomarem conta uns dos outros, Fernando inicia um curso de cozinha, faz o seu estágio, torna-se cozinheiro a trabalhar para os outros, até que faz o seu próprio projeto e no dia que foi ao programa da Cristina tem o auge do seu projeto com centenas de bolos de bolacha vendidos num só dia, não tendo parado desde então com os seus bolos e com o seu restaurante. Uma história com muitos baixos que o fortaleceram para seguir em frente e criar dos seus sonhos projetos que o sustentam hoje. Por vezes por detrás de uma boa vida existe muita dor deixada para trás e o Fernando revelou na sua curva da vida isso mesmo, o mau que deu força para conquistar o bem!

Na casa, os concorrentes tiveram de selecionar quatro companheiros para ouvirem mensagens de familiares através de um telefonema. Mas para isso tiveram de jogar ao telefone estragado os quatro e foi um momento para se rir bastante com uma grande salganhada. Bruna falou com a irmã Deise. Já a Vanessa recebeu o telefonema do seu namorado Miguel. Nuno ouviu a voz do filho Gonçalo. Fernando recebeu a chamada da Salomé, a sua namorada. 

No primeiro momento de salvação com Bruna, Miguel e Nuno nomeados numa votação que durou menos de vinte e quatro horas, Bruna, como era mais que esperado foi a primeira a gritar liberdade com apenas 8% da votação. Com 35% Nuno permaneceu em jogo e Miguel saiu com 65% da votação, deixando assim o jogo a duas semanas da final. Caso para se dizer que Nuno Graciano tem as malas feitas desde que entrou na casa e tem visto sair os seus companheiros do jogo e permanecido semana após semana com todas as ameaças do sai ou fica constantes. Miguel, tal como a Marie no dia anterior, foram vitimas das fãs do Bernardo, a quem os dois se foram opondo, de formas diferentes, nos últimos dias antes de verem ordem de expulsão por parte do público. 

Big Brother sem Marie ao Sábado

bbtvi.jpeg

Sábado, dia de gala extra do Big Brother para combater a estreia de nova edição de Ídolos na SIC, e eis que Cristina Ferreira surge de rosa brilhante em modo festa ao lado dos comentadores Marta Gil e Flávio Furtado na abertura da noite. Com a atuação de Bruno de Carvalho e Liliana na casa e de Jorge Guerreiro em estúdio com o seu novo single A Minha Ex, a gala foi pautada por um modo mais divertido e apressado por parte da apresentadora, o que não tem acontecido desde que se estreou na condução do reality show em Janeiro em que sempre tem optado por um estilo mais calmo e sóbrio. 

BBPlay da noite com o título Equilíbrio onde a prova semanal de resistência esteve em destaque por ter colocado os concorrentes em alvoroço em discussões sistemáticas sobre quem faz mais ou menos e como o fazem. Marco, Bernardo, Nuno e Fernando tiveram os seus momentos de conflito entre si, muito para tentarem mostrar quem quer mandar na casa nesta reta final do programa. Depois da película e em direto, claramente que as desculpas de todos surgem como se nada tivesse acontecido e a paz se mantivesse na casa, embora no fora de jogo se perceba que esta paz é podre e quando todos tiverem livres do programa não restarão grandes amizades que sobrevivam a esta falsidade geral. No final do suposto confronto que mais uma vez não resultou, Marco, o Presidente da semana, teve de escolher os menos dedicados na prova e selecionou Bernardo e Miguel que na Arena tiveram de se confrontar num lote de questões e quando erravam a Bruna tinha de fazer descer por tubos gelo que caia diretamente nas calças dos concorrentes que ficaram gelados. Um bom momento de diversão que mostrou mais uma vez uma Bruna super bem disposta e animada, sabendo bem entreter, o que só lhe dá valor dentro do jogo junto do público. 

Num jogo mais que batido em outras edições, o ignorar o óbvio, a mãe de Bernardo entrou na casa disfarçada de galinha, com todos brincou mas foi apanhada rapidamente pelo Marco e pelo próprio filho que acabou por não ignorar o óbvio mesmo no final e abraçou de fugida a mãe que lhe deixou uma mensagem através de ovo da Páscoa, deixando o concorrente emocionado. Numa outra surpresa, para a Vanessa e não só, David Antunes entrou na casa e com a concorrente cantaram ao vivo o tema És o Meu Final Feliz para o casal Bruna e Bernardo, tema este que lhes tem sido associado dentro da casa. O momento acabou por sensibilizar todos os concorrentes e em estúdio deu para perceber também o impacto do que estava a ser passado para junto do público com a lágrima no canto do olho de Cristina, dos comentadores, ex-concorrentes e familiares de quase todos os concorrentes. Posteriormente num momento de decisão, Vanessa foi chamada a optar ouvir uma mensagem do seu namorado ou deixar Miguel ouvir uma mensagem da sua filha, tendo a concorrente decidido dar a oportunidade ao cantor, deixando a sua possibilidade de lado. 

Recebendo os concorrentes alguns presentes com mensagens envenenadas oferecidas pelos ex-concorrentes, Tanya presentou Nuno com um relógio e deixou-lhe o recado de quem muito dorme pouco aprende. Melão presenteou Vanessa com um megafone e afirmou que não a esperava tão contida, esperando que a cantora diga mais o que pensa. Bernardo e Bruna receberam mensagem do Pedro Pico que lhes disse de forma irónica que a estratégia de casal lhes está a correr bem, tendo oferecido aos dois duas pulseiras com Amor Eterno. 

Marie forçadamente no confessionário a meio da gala para ver os seus altos e baixos ao longo da semana, um pouco para lhe darem destaque e a protegerem da votação do público. Marie riu e chorou, provou os bolos que entraram na casa oferecidos pelo Marco, mesmo sendo vegan, recebeu elogios de todos e revelou acreditar que não seria finalista, com o que concordei devido aos erros e alguns comentários que tinha vindo a fazer sobre quem sempre a protegeu dentro do jogo e também pela forma como falou dos pais dentro da casa. Mais tarde e já perto da decisão final da votação do público, Fernando foi chamado ao confessionário para também ver os seus melhores momentos ao longo da semana para que a produção não fosse criticada por dar colo à Marie a meio da noite e deixar o Fernando de lado. O óbvio ficou mais que visto e embora tenham tentado disfarçar o colinho estava dado mas acabou por não resultar. 

No primeiro momento de salvação e com 5% da votação enquanto quatro nomeados, foi o cantor Miguel a ficar livre de expulsão. O segundo salvamento foi entregue ao Nuno Graciano com 14% dos votos. Com 27% Fernando continuou na casa e Marie acabou por ser expulsa com 73% da votação no duelo final, muito devido, como disse anteriormente, à sua prestação dos últimos dias e por consequente ao massacre pelas redes sociais ao longo da semana. Nesta edição as saídas têm sido com grande percentagem e em mais uma semana não foi exceção, com Marie, uma das minhas concorrentes preferidas ao início, a deixar o jogo por ter quebrado em muito as expetativas do público com o tempo. 

Big Brother, do amor forçado à discussão

big brother famosos.jpg

Numa gala onde até o Big Brother discutiu em direto com os concorrentes, os próprios trocaram galhardetes, justificaram-se e ficaram mal uns com os outros, arranjando desculpas para ficarem bem vistos perante o grupo mas sempre a descambarem e a mostrarem que o grupo unido está a começar a descarrilar semana após semana. Uma Cristina de preto brilhante e de racha longa em modo casamenteira mas ao mesmo tempo a provocar o jogo e a discussão, numa noite onde reinou a discussão e o amor forçado!

BB - Os Aviões Indomáveis foi o primeiro BBPlay da noite, logo para iniciar a gala. Até que ponto a informação que surge dos ares é de confiança e não serve para provocar jogo e o comportamento dos concorrentes? Esta semana os aviões destabilizaram vários concorrentes e fizeram com que alguns se virassem contra outros, provocassem conversas de histórias que surgiam através das mensagens aéreas e alterassem relações dentro do jogo. Marie revelou sentir um certo medo de Bernardo por o sentir mais brusco com o grupo, Bruna foi acusada via aérea de se querer aproximar mais de Marco que de Bernardo. Já o segundo BBPlay teve como título O Truque, mostrando a batota feita na prova da semana por parte do Marco que escreveu no braço o que tinha de ser decorado para a prova. Se uns defenderam o pasteleiro, outros criticaram diretamente ou nas costas e o certo é que a produção deu negativa aos concorrentes. Na gala o Marco percebeu quem ficou contra si e não lhe disse e justificou o seu erro atacando Nuno e Fernando que o criticaram nas costas quando lhe tinham dito o contrário cara-a-cara. Neste campo o Marco esteve mal por criticar a produção e responder mal, o que não lhe fica nada bem, para mais por ser já um concorrente com experiência em reality shows e com a mesma equipa ou parte dela. O terceiro BBPlay surgiu em sessão privada para Nuno e Virgínia com o tema O Dorminhoco e a Madame, onde a dupla pode ver imagens dos outros concorrentes a criticarem o facto do Nuno dormir demais e não ficar acordado até tão tarde como os outros ao mesmo tempo que também comentaram o facto de Virgínia se sentir incomodada por ser nomeada. Depois os dois viram também o entrave que existe entre ambos para se conseguirem dar bem no jogo, existindo uma boa azia entre os dois para com a convivência na casa. No final da noite ainda existiu espaço para um BBPlay sobre a má semana de Miguel como Presidente em O Presidente Resignado em que toda a casa foi criticando as decisões do cantor como líder da semana em determinados momentos. A escolha dos amigos, o não poder de decisão e falta capacidade de argumentação para defender as suas opções no jogo enquanto responsável da semana no jogo. Sinceramente e já o disse várias vezes, o Miguel não me convence como jogador desde que entrou e cada vez mais o vejo como um boneco mal feito e que aos poucos tem mostrado o seu lado podre. 

Bruna a solo no confessionário, finalmente sem Bernardo, mas todo o assunto girando em volta do concorrente. O que falta entre os dois para a Bruna querer assumir o namoro foi a principal questão que Cristina colocou à influencer que tentou fugir ao tema, mas que acabou por revelar que estava quase a dar o sinal de que está pronta para avançar para além da amizade. A intenção da produção, pela voz da apresentadora, é ter um casal assumido no jogo, o que acho terrível de ser feito, preferindo ver uma Bruna a jogar a solo do que mal acompanhada. Eu que já os gostei de ver juntos, agora preferia ver a brasileira a seguir a sua estadia na casa a solo e sem precisar de formar casal, ao contrário do Bernardo que para seguir em frente precisa de uma muleta. Mas como o jogo está feito para ser formado um par, em pleno confessionário Bernardo juntou-se à conversa entre Bruna e Cristina e o casal assumiu o namoro que já vinha a ser preparado pela produção, concorrentes e apresentadora a favor das audiências. Um momento forçado em plena gala de Domingo que dispensava por perceber que não foi genuíno mas sim um pouco levado de empurrão. Ele queria mas ela tem estado mais reticente, e esta cartada do amor pode resultar para o programa mas não me pareceu sentida de forma igualitária.

Daniel Kenedy foi o protagonista do dilema da noite. Chamado à sala das decisões, Kenedy decidiu ficar nomeado de forma direta e dar a oportunidade de fazer a prova da presidência à Marie, no entanto e por a produção saber que isto seria previsível, o envelope que estava também na sala das decisões informava sobre o reverso da decisão, acabando a Marie por ficar automaticamente nomeada e o Kenedy a disputar a liderança da casa para a próxima semana. Kenedy a ser Kenedy e a pensar demasiado nos outros num jogo que começa a ser cada um por si. 

Curva da vida foi do Marco que viu aos cinco anos os pais separarem-se e o pai ser preso à porta da sua escola por ter problemas com as drogas. Afirmando o amor que a mãe, mesmo tendo assumido a separação, sempre nutriu pelo pai dos filhos, o pasteleiro mostra a gratidão que sempre teve com a progenitora. Cedo começou a trabalhar no rumo da pastelaria com o seu tio e em 2008 o pai faleceu, tendo o Marco pegando na empresa de pastelaria do pai que foi conseguindo desenvolver, o que ajudou a sua entrada no Secret Story com a sua ex-namorada Susana. Já depois da primeira experiência televisiva, Marco conheceu a sua ex-mulher Vanessa, que o ajudou a mudar e crescer a nível pessoal e profissional. Com a separação muito se comentou e mudou até que conheceu a atual companheira, a Carolina, com um filho, e com quem deseja ser pai e seguir o sonho de família. Marco desde que se tornou conhecido sempre foi uma pessoa que defendeu a família, vive para a família e nesta sua curva da vida voltou a mostrar isso mesmo, com uma Cristina rendida e a assumir que o Marco é uma vitória por ter muito para correr mal e ter lutado pelo bem. Vejo o Marco cada vez mais como um possível vencedor desta edição do Big Brother e após esta curva da vida, já muito conhecida, ainda mais o vejo como finalista e com o primeiro lugar do pódio. 

O primeiro salvo da noite e somente com 1% da votação do público foi a Vanessa. Pela primeira vez nomeada, a atriz e cantora recebeu os aplausos do público e entre os nomeados da semana acabou por levar a melhor e ficar livre da expulsão bem cedo. Com 5% da votação o Bernardo foi o segundo salvo da noite, tendo ficando fora de votação ao mesmo tempo que o Nuno que obteve 7% dos votos. Na decisão final Fernando conseguiu escapar à saída com 11% dos votos e Virgínia acabou por ser a eleita para sair com 89%. Mais uma semana de expulsão e mais um número bem elevado na hora da decisão, o que parece ser hábito nesta edição do Big Brother em que os concorrentes que têm saído têm sido alvo de números altos como se o público se reunisse em combinações para fazer a expulsão da semana em massa. 

Vanessa foi eleita na casa como a mais perspicaz e no cubo fez uma prova para descobrir uma notícia exterior falsa, entre várias opções que lhe foram dadas. Tendo errado a resposta não conseguiu seguir para a prova da presidência, tendo que escolher outro concorrente para o seu lugar, tendo dado assim o lugar à Bruna, que se juntou ao Kenedy e ao Marco na disputa da presidência a quem se juntou ainda o Bernardo por decisão do público. Já na prova Bernardo e Marco venceram a primeira ronda para rebentarem balões com o rabo e numa disputa a dois de seguida entre uma prova de várias etapas onde tinham de rebentar balões com a cabeça, os pés e setas, Marco tornou-se o novo Presidente da casa para a próxima semana.

 

Big Brother com Futre e emoções

A gala do Big Brother começou com um claro aviso por parte da produção devido às nomeações da semana serem muito dentro das desculpas esfarrapadas dos concorrentes para elegerem os que achavam fortes e não seguirem a linha sincera de quem queriam ver fora de jogo.

Paulo Futre, contratação de Cristina Ferreira, para o entretenimento e ficção do canal, entrou como convidado na casa, chegado para ficar somente por umas horas em pleno convívio, onde acabou por revelar um momento da sua curva da vida, onde contou que não sabia escrever mas que esteve ao longo de quinze anos como comentador de imprensa escrita com artigos da sua autoria, tendo-se dedicado a aprender a expressar-se através do que foi aprendendo com a vida pela emoção e paixão pelo que fazia. A ideia foi mostrar que ao longo da vida podemos ser tudo o que quisermos, desde que seja desejado!

Confrontados com o diz que disse durante a semana com dois BBPlays, Os Senhoras da Má-Língua I e II mostraram que o jogo está abrir em duas alas com as conversas escondidas a dois ou três contra uns e outros, quando depois em grupo tudo aponta para paz e amor, com algumas picardias menos profundas. Também Marie teve direito a película com as suspeitas de aproximações, as intenções de alguns companheiros de jogo, as suas fragilidades e a ideia que alguns têm sobre a forma querida com que Marie os trata, colocando em causa se será jogo ou verdade. Num terceiro filme, Os Egocêntricos Implacáveis, colocou em debate Marco e Fernando, Marco porque defendeu Virgínia quando Fernando a acusou por o ter considerado o mais egocêntrico da casa. Marco, amigo de Virgínia, não gostou de ver a espanhola a ser atacada e acabou por se debater com o Fernando, sendo que o cozinheiro tem feito um jogo onde a procura de conflito existe para surgir e ganhar destaque, já que não tem conseguido sobressair de outra forma pela sua participação.

O momento curva da vida foi entregue ao Daniel Kenedy, nascido a Guiné-Bissau e aos seis anos veio para Portugal com a avó que o criou e não deixou faltar-lhe nada. Aos onze anos é um dos melhores jogadores da sua idade em Lisboa e desde então não deixou o futebol, passando por grandes clubes nacionais e internacionais, conhecendo o bom e o mau, da fama e melhor jogador à queda, tendo enveredado pelo caminho dos jogos de casino, o dinheiro e a perda do mesmo de forma fácil, perdendo muito e pedindo ajuda a uma tia que o apoio, mesmo com a morte da avó, há ano e meio, que sempre acompanhou até aos momentos finais. A vida do Daniel, do sonho e sucesso à queda, com A Portuguesa a ser colocado como som de fundo na saída do Kenedy do confessionário para se juntar aos colegas na sala. 

Anunciada ao início da noite a falsa expulsão junto do público do concorrente menos votado, a eleita pelo público com 7% foi a Marie, que foi tirada de cena por umas horas, deixando todos os concorrentes a chorar, por acreditarem que esta saída tenha acontecido mesmo. Na sala do dilema ao longo da noite, Marie teve de tomar várias decisões, escolhendo o Fernando para nunca poder ser Presidente até ao final da edição, deu de seguida o aval positivo para o Fernando ouvir uma mensagem da namorada, só que essa mensagem foi ouvida por Futre que passou a mesma, por outras palavras e bem resumida, ao cozinheiro. Marie também, ao ouvido com Futre, foi dando dicas sobre o que o convidado teve de dizer dentro da casa aos concorrentes, sem que este desse nas vistas que estava a receber indicações. Isolada e sem poder ser votada, Marie nomeou e só regressou a entrar na casa no final da noite, para alegria de todos, 

O segundo salvo da noite, ainda sem saberem que a Marie se matinha em jogo foi o Bernardo com 14% da votação. Mais tarde com 23% Miguel permaneceu na casa e Tanya saiu com 77% da votação do público, o que já esperava mas que ainda achei ser possível que na dupla final os papéis se invertessem, por achar que a cantora fazia mais falta ao jogo que um Miguel que vejo em personagem forçada de forma constante. 

Amor, lágrimas e tentativas no Big Brother

big brother famosos.jpg

Cristina Ferreira de preto abriu a quarta gala do Big Brother Famosos e logo o esperado primeiro tema da noite... O aproximar romântico entre Bruna e Bernardo! A Curva da Vida da Vanessa, os BBPlays, as mensagens celebrativas do Dia do Pai para os pais da casa, a saída por vontade do público da Mafalda e a nomeação para o próximo a sair. Uma gala que foi do riso ao choro, tentando criar discussão num grupo calmo e celebrativo da emoção. 

Os dois concorrentes foram chamados ao confessionário e viram os melhores momentos da semana enquanto dupla. Dos bons aos momentos menos positivos, Bruna e Bernardo viram os primeiros beijos, os receios dele para com o que deixou pendente fora do jogo, a ideia de ameaçar desistir e ao longo da conversa deu para perceber que afinal, quase uma semana depois, o que parece ser o primeiro casal da atual edição do reality show está pronto para seguir em frente, cúmplice e com o brilho no olhar. E ao que parece, se as coisas continuarem assim existe casal com bastante apoio dentro e fora da casa, ao contrário do que aconteceu na edição anterior do programa com Liliana e Bruno de Carvalho. 

De forma a celebrar o Dia do Pai, os concorrentes masculinos que já são pais, Daniel, Miguel e Nuno receberam cartas dos seus filhos e Marco do filho da namorada, provocando aquele momento mais lamechas da noite com todos os concorrentes na casa de lágrima no canto do olho, uma Cristina em estúdio emocionada e aqui por casa também meio lacrimejante. 

Nos momentos BBPlay primeiro chegou O Silêncio de Mafalda? com os momentos em que a concorrente foi praticamente nomeada por todos no Domingo anterior, tendo sido um alvo a abater por quase impor as suas ideias dentro da forma de estar e também para com a prova semanal onde mostrou querer comandar e sem conseguir ajudar os colegas no que toca a fazer os milhares de quilómetros necessários para atingir objetivos, uma vez que a meio da prova ficou lesionada mas continuou a querer liderar como se fosse a verdadeira entendida na questão de treinos físicos. O segundo filme, Um dia a casa do BB vai abaixo, com as possíveis divisões dentro do grupo a começarem, talvez de forma forçada por parte da produção, a começarem a existir, mostrando imagens que podem gerar, caso os concorrentes se sintam picados, pelos próximos dias algumas conversas para esclarecerem o que foi dito, sem maldade mas que foi mostrado para começar a criar discórdias num grupo que se tem mantido pacífico. O que percebi com esta película de imagens foi mesmo a tentativa, acho que em vão, da produção em colocar fogo na casa para gerar alguma polémica com possíveis discussões. Marie na Casa das Maravilhas a mostrar a semana de presidência da concorrente, o que só podia gerar gargalhada. Criou, inventou, colocou os companheiros de jogo a fazerem figuras e continuou a conquistar dentro e fora da casa, sendo a Marie a concorrente mais divertida desta edição pela sua espontaneidade e bom disposição.