Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

sveva-casati-billboard

Cheguei ao Blogify!

17
Mai19

blogify.jpg

 

Anuncio aqui que acabei de chegar à nova plataforma de blogs nacionais, Blogify de seu nome, a aplicação pensada para reunir num só espaço vários blogs portugueses. 

Nesta aplicação é possível ver, partilhar e interagir com as mais recentes publicações de cada blogger, sendo que o leitor é convidado a receber ou não notificações sobre cada blog que consta na lista Blogify. Dentro do lote de categorias existentes - Beleza, Culinária, Decoração, Desporto, Entretenimento, Família, Inovação e Tecnologia, Lifestyle, Moda, Negócios e Empreendedorismo, Política, Educação e Economia e Viagens - este meu blog está inserido em Entretenimento, onde constam blogs como Eu, Cláudio, Henri Cartoon, A Televisão e A Lupa de Alguém. Outros blogs, como A Pipoca Mais Doce, Inês Franco, Oficina Poeiras, Dias de Uma Princesa, Uma Vez Sem Exemplo e Deve Ser De Mim, fazem também já parte da plataforma. Para além das categorias, existe sempre o espaço dos Destaques onde alguns textos são protagonistas por algumas horas. 

Espétaculos com IVA reduzido a 6%

13
Out18

teatro cultura iva.jpg

A alteração já andava a ser preparada, mas agora, na preparação do Orçamento de Estado para 2019, o Bloco de Esquerda conseguiu levar a melhor e acordou com o Governo liderado por António Costa a redução do imposto sobre os espetáculos culturais de 13% para 6%. 

Foi Mariana Mortágua, após reunião do partido com o Primeiro-Ministro, que anunciou esta vitória para as atividades culturais onde se incluem o teatro e os concertos. O IVA sobre os espetáculos será assim reduzido no próximo ano, numa vitória para as artes nacionais. 

Orçamentos de Natal

22
Nov16

O medo da crise aos poucos parece passar ou então o hábito fez com que todos nos habituássemos a lidar com menos dinheiro ao longo do ano, ajudando a criar novos modos para aos poucos as tradições voltarem a ser feitas e o Natal retomar a magia dos efeitos, luzes e estandartes pelas grandes superfícies comerciais que nesta altura do ano começam a ganhar ainda maior vida através do consumismo louco.

Centros comerciais, supermercados e ruas mais dedicadas ao comércio sofreram com a crise ao longo dos últimos anos mas agora o pessimismo parece estar a ser ultrapassado e a magia volta a acontecer. Os corredores dos centros comerciais voltam a estar iluminados e recheados de penduricalhos natalícios, os supermercados repletos de brinquedos e presentes pelo meio de corredores festivos e bem brilhantes, as lojas enfeitadas chamam os clientes e as ruas mais badaladas com as melhores marcas enchem-se de luzes e bonecos animados com a finalidade de atraírem os consumidores de qualquer idade.

Os mendigos do Partido Socialista

02
Set16

partido socialista.jpg

Alguém que me explique como é que um partido, o socialista, quer tanto governar o país em pleno quando são reveladas notícias e confirmadas em comunicado sobre dívidas de milhões do partido para com as contas de água, luz e por ai fora? O PS está com dificuldades financeiras no seio partidário e pede para que os militantes façam um gesto de generosidade para que as contas comecem a ser pagas!

E nós, todos os portugueses, o que teremos de fazer mais para que as nossas finanças fiquem equilibradas?

Não conseguem gerir o partido e querem fazer boa figura com um país! Impossível meus caros!

As contas de Costa

08
Mar16

O Primeiro-Ministro afirmou... «A Comissão vê riscos onde nós não vemos».

O Informador questiona... Será que António Costa não necessita de alterar a graduação dos seus óculos e comprar umas calculadoras novas para os seus ministros?

Daqui a uns tempos vamos estar a penar tanto de novo pelas más decisões tomadas em tão pouco tempo por um conjunto de indivíduos que se uniram para destruir de novo um país que estava a encaminhar-se em direcção a um bom caminho!

Costa! Costa! Costa!

11
Fev16

costa-10.gif

Primeiro aplaudiram a companhia circense de António Costa quando começaram a falar no derrubamento do Governo de Pedro Passos Coelho. Agora e porque já começaram a ver a porcaria que a esquerda está a fazer ao país já começaram a criticar. Então senhores, em que ficamos?

Não defenderam que seria Costa o verdadeiro guerreiro que iria salvar Portugal de uma crise que apontavam ter sido provocada pela direita? Então e agora que o atual Primeiro-Ministro só tem feito erros atrás de erros, contando o que não pode fazer antes das contas serem feitas e tendo de voltar atrás para colocar impostos atrás de impostos que teremos de pagar para que a função pública saia beneficiada, trabalhe menos tempo e receba mais ao final do mês?

Tanto aplaudiram a subida ao poder de António Costa que agora espero que estejam contentes com a força que deram ao Governo que irá levar o país de novo para o buraco de outros tempos, tudo por culpa de uma má gestão de sonhos complicados de realizar. Compreendo que se queiram dar melhores condições a todos mas se tal não é possível qual a razão de idealizar para depois ficarmos a perder por algum lado?

Margarida Rebelo Pinto, palavra política!

05
Mar15

Este vídeo remete-nos para 2013, no entanto só agora tive conhecimento sobre o mesmo através das redes sociais! A autora de romances cheios de preliminares e tias mostrou-se na altura do lado do governo de Passos Coelho, defendendo a forte austeridade que foi implementada no país há uns anos, criticando ainda a pouca inteligência da civilização por não compreender tais decisões. 

Sim, também defendo que era necessário apertar o cinto e que várias das medidas implementadas tinham que aparecer mais cedo ou mais tarde, isto porque estávamos e continuamos mal, só que se nada fosse feito acabariamos por ficar ainda numa pior situação com um retorno à normalidade bem mais complicado.

Agora continuamos mal, não tanto como há uns tempos, a economia começa a mexer de forma muito lenta e os comentários sobre a opinião de Margarida continuam a surgir deitando abaixo estas declarações de forma rude. Será que a autora não tinha mesmo razão no que disse? Eu vejo que sim e sei de muita boa gente que afirma publicamente que todas as medidas são exageradas mas que no fundo percebem que as mesmas tinham de ser feitas para um futuro talvez mais sólido. Mal já estávamos, continuariamos a piorar e o mal estava feito, tentou-se dar uma mãozinha à crise a médio prazo e as coisas parecem ter resultado.