Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

14
Ago16

Sofia, um exemplo de luta!

O Informador

sofia ribeiro.jpg

Novembro de 2015 o mundo de Sofia Ribeiro parecia prestes a ruir! A atriz era informada que estava com cancro, numa fase inicial, e que teria de ser de imediato atacado para que as coisas pudessem chegar a bom porto! O país ficou a par da situação através das redes sociais e imprensa e a visão inicial que tive ao ler a mensagem de Sofia através de partilhas pelo Twitter deixou-me triste, muito triste! 

Foram longos nove meses de tratamentos, alterações hormonais, mudanças de vida, carinho e apoio por todos os lados possíveis, mas a mulher guerreira que sempre percebi estar na personalidade de Sofia Ribeiro revelou-se ao longo deste tempo em que não baixou os braços, não deixando que a doença a vencesse, lutando e enfrentando o lado negro que a enfrentou ao longo da temporada em que teve de parar forçosamente, alterando as suas rotinas, criando elos e percebendo como a vida pode ser por vezes injusta e recheada de ensinamentos forçados. 

Hoje, Sofia Ribeiro partilha através do seu mural de Facebook que a etapa pela qual passou ao longo dos últimos meses está concluída e com sucesso! Aquele sucesso que todos lhe fomos desejando ao longo desta batalha de vida que certamente a alterou perante a forma de pensar e estar na Terra!

Parabéns Sofia! Parabéns à equipa que sempre te acompanhou! E Parabéns a todos os que sempre acreditaram e estiveram do teu lado ao longo de nove longos meses que pareceram uma grande eternidade!

09
Jul15

Morte marcada

O Informador

Mau pensar que a morte pode bater à porta em qualquer momento da vida! Pior mesmo que isso será saber que em poucos dias o final aparece e não existe mais volta a dar para que uma continuação possa surgir. Como viverão os humanos que sabem que lhes restam poucos dias para se despedirem do que sempre tiveram ao longo de anos, fazendo os seus profundos adeus, partilhando as últimas conversas e tudo o que lhes sobra até que o último suspiro se dê e tudo fique para trás?

Complicado para os saudáveis pensarem que a qualquer momento algo possa acontecer e a morte chegar sem quase nos darmos conta. Quanto mais pensar nos que sofrem anos, meses e dias e que a partir de uma certa altura sabem que esses anos, meses e dias são os últimos, percebendo depois que as horas vão passando, as fraquezas vão adensando e o que resta de uma vida muitas vezes plena até ao aparecimento de doenças fatais está prestes a terminar.

O que pensarão os mortos condenados antecipadamente quando a percepção do fim está visível? As ideias devem ser lastimáveis para com um mundo que irá ser deixado para trás porque algo falhou no rumo de uma vida!

15
Dez13

Conversas doentes

O Informador

Não sou de me queixar e também não tenho muita paciência para ouvir os queixumes de quem aparece com mil e uma doenças e dores psicológicas. Além disso odeio estar ao pé de um grupo que de um momento para o outro se lembra que a conversa tem de ser sobre doenças. Que coisa mais sem sentido!

Será que as pessoas não têm mais nada para falar a não ser do que têm, do que vão ter e do que tencionam não ter nos próximos tempos em termos de doenças? É uma coisa que odeio e que quando começam a falar saio de onde estou ou tento mudar de conversa porque não percebo quais os argumentos positivos que aqueles seres arranjam para estarem a falar de coisas teoricamente más durante tanto tempo seguido.

Odeio estar doente, quando estou não me queixo e não ando a lastimar-me a tudo e todos, por isso também não me obriguem a ter de ouvir histórias de pessoas que nem conhecem e a pensarem que um dia poderão ter isto e aquilo e o que irão fazer caso isso aconteça. Coisas sem nexo e conversas sem piada, enfim...

28
Abr13

Endometriose

O Informador
EndometrioseA Endometriose é uma doença muito comum que afecta 1 em cada 6 mulheres que estão na idade reprodutora. Cerca de 80% destas mulheres apresentam como principal sintoma a Dor. As restantes 20% apresentam em primeiro lugar infertilidade.

Esta é uma doença feminina socialmente expressiva devido ao impacto que causa na vida da mulher, no entanto, é ainda muito pouco conhecida e divulgada em Portugal. Para além do desconhecimento da sociedade de um modo geral, são poucos os especialistas devidamente qualificados para lidar com esta patologia o que leva a que em média o seu diagnóstico demore cerca de 8 anos.

O endométrio é a parte do revestimento interno do útero que no ciclo menstrual sofre um processo cíclico de regeneração e descamação provocando a menstruação. Quando as células que compõem o endométrio se encontram fora da parte interna do útero e se implantam noutros locais dá-se o processo de Endometriose.

A Endometriose é uma doença progressiva que pode levar ao mau funcionamento de vários órgãos  e provocar quadros de dor muito elevados o que impede muitas mulheres de fazerem a sua vida de forma normal. 

Quando a Endometriose está num estado inicial estas alterações são sentidas com mais intensidade apenas durante o período menstrual, no entanto, com o passar dos anos e o evoluir da doença são muitos os casos em que a mulheres sentem alterações e perdem a sua qualidade de vida antes, durante e após a menstruação.

Sintomas

Dor abdominal

Esta dor pode ser sentida antes, durante e após a menstruação. Na maioria dos casos são dores muito fortes, que causam muito desconforto e que muitas vezes impedem a mulher de estar na posição vertical, sentido necessidade de se "encolher" ou deitar na posição "fetal".

Alterações intestinais

Um dos muitos sintomas da Endometriose são as alterações intestinais. As alterações referidas podem variar entre estados de diarreia e obstipação. São muitos os casos em que os dois sintomas aparecem no mesmo dia, com diferença de poucas horas. Este sintomas são geralmente acompanhados de cólicas fortes. Para além do referido, em algumas mulheres ocorre libertação de muco intestinal que é também muito incomodativo, bem como de sangue nas fezes.

Dor nas relações sexuais 

Infelizmente, o acto sexual nem sempre é sinónimo de prazer. Para muitas das portadoras de Endometriose a dor durante as relações sexuais é bastante comum. A dor profunda e intensa na penetração deve-se essencialmente à existência de tumores de Endometriose no septo recto-vaginal ou nos ligamentos útero-sagrados (ligamentos posteriores do útero). Nas mulheres que também sofrem igualmente de síndrome do cólon irritável a dipareunia é um dos sintomas típicos.                                                                                             

Cansaço extremo

São muitas as mulheres com Endometriose que se queixam de cansaço anormal e injustificado. Um sono pouco reparador que leva a "acordar já cansada", sensação de corpo quebrado e pernas muito pesadas sem um motivo aparente são apenas algumas das queixas referidas pelas pacientes com Endometriose. Existem vários casos em que associada à Endometriose surge a Fibromialgia, não havendo ainda muitos estudos significativos neste campo.

Menstruação Abundante e Irregular Muitas das mulheres com Endometriose que não tomam a pílula anti-concepcional nem usam qualquer dispositivo, apresentam uma menstruação com um fluxo demasiado abundante que dura vários dias. São também vários os casos em que o período menstrual é muito irregular, chegando a mulher com Endometriose a não menstruar durante dois meses.

Problemas de Rins/ Bexiga A Endometriose pode também causar alterações ao nível da bexiga e dos rins. Infeções urinárias frequentes, com possível sangramento na urina (hematúria), durante ou fora do período menstrual e dor ao urinar (disúria) são os sintomas mais frequentes. Estes sintomas podem ser acompanhados de febre moderada. Estas alterações são muitas vezes descritas como "peso nos rins". Em casos menos frequentes a endometriose ao invadir os ureteres, pode levar à paragem total e irrecuperável dos rins.

Falta de apetite/Enjoos Durante o período menstrual para as mulheres que sofrem de Endometriose, é também normal sentir alguns enjoos e perder o apetite. Ambas as alterações podem ser consequência das fortes dores provocadas pelos sintomas anteriormente referidos. 

Infertilidade

Apesar de ainda tão desconhecida a Endometriose é uma das maiores causas de Infertilidade feminina. Muitos são os casos em que a Endometriose só é diagnosticada após a procura da causa da infertilidade. 

Outros sintomas Para além de todos os sintomas abordados anteriormente, algumas mulheres apresentam ainda barriga inchada, dores/picadas nos ombros, dificuldades respiratórias e ciatalgias.

Ausência de Sintomas

É de salientar ainda que, enquanto a grande maioria das mulheres que sofre de Endometriose apresenta grande parte dos sintomas referidos há uma pequena percentagem que, de forma inexplicável, não apresenta qualquer sintoma.

Para além da dor física as mulheres portadoras de Endometriose apresentam um sofrimento psicológico muito elevado. Sendo esta uma doença desconhecida e pouco valorizada pela sociedade de um modo geral, as suas portadoras são pouco compreendidas pelos seus familiares e amigos. 

São ainda muitos os casos em que estas mulheres para além de viverem com dores agonizantes, se vêm obrigadas a “saltar” de médico em médico na procura de um diagnóstico e de respostas para um quadro que nada tem de normal, como muitos afirmam.

Diagnóstico

A Endometriose pode ser diagnosticada com o auxilio de alguns exames específicos tais como Ressonância Magnética, Clister Opaco ou Colonoscopia, Ecografia Pélvia, entre outros. Normalmente os exames são prescritos tendo em conta os sintomas apresentados pela doente.

Sendo esta uma doença que pode ser controlada quando diagnosticada, seja por via cirúrgica ou medicamentosa, é importante estar atento aos seus sinais, dar-lhes o devido valor e consultar um especialista na doença.

Todo este texto não é da autoria d' O Informador, tendo sido publicado neste espaço a pedido do blog MulherEndo, e como não custa nada ajudar a passar a mensagem, fica aqui o meu contributo para que as minhas leitoras possam estar alerta e saber um pouco mais sobre esta doença feminina e de que ainda pouco se fala. Se clicarem no nome do blog poderão saber ainda mais sobre o que é a Endometriose, podendo colocar várias questões a quem percebe do assunto!

banner mrec exames nacionais e provas de aferição

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Comentários recentes

Pesquisar

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook