Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

31
Mai18

Chumbo da eutanásia

O Informador

eutanásia.jpg

Na passada Terça-feira foi a votos no Parlamento a despenalização da eutanásia e os deputados não foram unânimes, uma vez que o chumbo dos quatro projetos de lei que estiveram a votação não foram aprovados por pouco, sem existir uma grande demonstração sobre um dos lados da questão. 

Com projetos de lei do PAN, BE, PS e PEV, a despenalização da eutanásia foi votada por todas as forças políticas onde cada deputado foi chamado pelo seu nome e dando o seu parecer sobre a questão. Com um maior número de votos contra do que a favor e algumas abstenções, os projetos foram assim todos chumbados para regalo principalmente dos deputados do CDS e PCP que estão claramente contra esta decisão. 

Cá por casa, antes do momento da votação no Parlamento, a questão levantou-se e a opinião também é discordante. Pessoalmente concordo com a despenalização da eutanásia, dando à pessoa que sabe que vai perder as suas capacidades por doença de escolher não sofrer e poupar o sofrimento de quem está ao seu redor, evitando perder qualidade de vida e ficando muitas vezes com uma mente sã num corpo morto ou vice-versa. Entre passar meses ou mesmo anos de sofrimento e obter o poder sobre a morte assistida, sou defensor do poder de escolha. Nesta questão, cá por casa as coisas não são mesmo unânimes, sendo o único a aprovar a despenalização da eutanásia, tema que gerou uma pequena discussão sobre os meus pontos de vista sobre este assunto e o facto de cada um poder escolher a morte assistida e com dignidade. Eu aceito e defendo mesmo a possibilidade, mas os receios que a despenalização num ponto inicial abram outros caminhos futuros existem nas gerações mais velhas e vejo que é nesse ponto que muitos ainda não conseguem olhar com bons olhos para esta medida que mais ano menos ano será aprovada e vista de outra forma através das bases que entretanto deverão ser dadas, com explicações e um plano estratégico para que tudo seja feito de forma a que a sociedade venha a perceber os pontos positivos sobre a despenalização da eutanásia no nosso país.

02
Out17

Influenciadores

O Informador

influenciadores.jpg

Todos somos influenciados pela sociedade, ora para seguirmos um caminho, ora para comprarmos alguma coisa e por ai fora. No entanto existem momentos em que se nota a influência que nós, enquanto seres humanos, conseguimos fazer junto dos outros, mesmo que não exista conhecimento.

Há uns dias a analisar os comentários de um texto que teve milhares de visualizações num só dia aqui pelo blog e dezenas de comentários seguidos percebi que a opinião de uma pessoa leva a que os seguintes tenham o mesmo tipo de comentários até que os silenciosos com ideias diferentes que talvez se sentissem inseguros em mostrar a sua opinião leem umas palavras de alguém que se opôs ao que vinha a ser comentado e a partir dai o texto começou a ter outro tipo de comentários e conversas entre os leitores. Percebi que basta um ou dois comentadores com ideias semelhantes para que os seguintes com a mesma opinião se sintam capacitados para escreverem o que pensam, deixando os outros longe de criar conversas paralelas por não estarem de acordo. No entanto depois se uma só pessoa comentar com o que pensa e que não bate certo com as partilhas deixadas anteriormente logo começam a surgir opiniões semelhantes. 

11
Set15

Pseudo estrelas sem psicólogo

O Informador

Esta manhã Cristina Ferreira esteve à conversa com Quintino Aires sobre os jovens que ganham fama através das redes sociais, onde dois dos mais conhecidos rostos nacionais nesse campo foram os convidados no programa Você na Tv!. Fábio Martins e Gonçalo Carter estavam em entrevista com a apresentadora e o psicólogo quando no final ambos começaram a trocar acusações pessoais, isto depois de Cristina ter revelado que durante todo aquele tempo os dois estiveram a trocar acusações em baixo som. 

No final de contas e poucas horas depois, é publicado um vídeo por um dos protagonistas de um dos assuntos do momento onde se percebe que a suposta discussão entre ambos no talk show matinal não passou de pura encenação dos próprios que conseguiram assim enrolar produção e público, ganhando ainda mais destaque com esta aparição televisiva e com a barraca que acabaram por dar. 

Estes jovens que caminham no sentido não aconselhado querem simplesmente ser conhecidos por um grande número de pessoas, não se importando de fazer o que for necessário para que as luzes da ribalta se acendam nas suas direcções. A polémica foi criada em dupla e em direto pelos dois jovens que ambicionam ser estrelas, a roupa suja foi lavada, ou não, os comportamentos ficaram com quem os praticou e só tenho a dizer que jovens destes não são o que todos nós queremos por perto. Este tipo de educação e atitudes valem zero numa sociedade cheia de preconceitos e onde o baixo nível e o exibicionismo são cada vez mais rebaixados pelas situações cada vez mais caricatas com que aparecem. 

Um bom apoio psicológico é necessário perante estas duas figuras que tão novas já conseguem desviar-se dos seus caminhos pré-definidos. De pseudo estrelas não passam, mostraram que estão dentro dos comportamentos desviantes e não apoiados publicamente. Agora querem o que? Que todos os levem ao colo pelo mundo fora para serem as figuras estreladas que tanto ambicionam ser? Coitados, só conseguiram estragar o que nunca teve remédio!

31
Jul13

Vizinhos que discutem

O Informador

Não é possível revelar tal falta de respeito que algumas pessoas têm pelos outros. Estava eu a preparar-me para entrar no sono quando começo a ouvir a discussão que vinha da casa ao lado. «Oh não, eles estão todos a mandar vir uns com os outros e eu não vou conseguir dormir...» Pois, não consegui!

Começou por volta da meia noite, mais coisa menos coisa, e durou cerca de cinco horas. Ao longo de todo este tempo, eu deitado na minha cama e entre olhos abertos e fechados fui obrigado a ouvir o que se passava na casa do lado. Os motivos da discussão, as razões por que alguém ia sair de casa, os filhos que circulavam pelo meio da confusão dando palpites sobre o caso e até posso dizer que ouvi a mala a ser feita para se abandonar, talvez por uns dias, o lar de toda uma vida.

Pessoas, eu trabalho e gosto de dormir sossegado na minha caminha que suspira enquanto não me tem por perto, está bem? Vocês gostam de fazer barulho até às tantas com móveis e não só, agora também têm que discutir enquanto tento dormir para não me deixarem hibernar durante a noite e descansar em paz?!

banner mrec exames nacionais e provas de aferição

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Comentários recentes

Pesquisar

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook