Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

23
Abr17

As fitas de finalistas...

Por esta altura do ano, finais de Abril e início de Maio noto uma certa afluência ao blog por um motivo especial. As dedicatórias para as fitas de finalistas.

Na verdade há uns anos postei de forma pública duas dedicatórias que fiz pelas fitas da minha Afilhada, quando saltou da pré para a primária e na de um Primo de faculdade. Desde ai que por estas semanas as visitas a esses dois textos sobem e os mesmos tornam-se constantes entre as publicações mais vistas de cada dia. 

22
Jun15

Pesquisa facilitada

E como pelas últimas semanas, praticamente todos os dias, mais do que uma pessoa vem parar ao blog através da pesquisa sobre «dedicatória», «finalista», «infantário» e «afilhados», eis que me apetece dar uma mãozinha e facilitar-vos a dita procura. Aqui está o link que tem sido sucesso desde o início de Maio por estas paragens... É só clicar!

13
Jun15

Nomes tatuados

Não tenho tatuagens! Já pensei em ter mas quase na hora h optei por ficar quieto no meu canto sem qualquer marca pintada no corpo! No entanto aprecio uma bela tatuagem e também penso que existem belos casos em que poderiam ter ficado quietos porque só ficariam a ganhar!

Que passará pela cabeça das pessoas que tatuam nomes no seu próprio corpo? Os filhos, os companheiros, os pais, os irmãos e até mesmo os amigos, existem tatuagens de nomes com dedicatórias para todos, podendo até quase apostar que os animais também têm direito a tal feito pelos seus donos. Não percebo quem tatua um nome, seja o seu ou o de outrem. Primeiro porque ao olhar para uma palavra marcada num corpo logo a identificamos com alguém que poderá estar ou não com quem marcou o seu próprio corpo com algo que já lhe disse muito anteriormente. Sei que ao fazer tal feito pensam que tudo é eterno mas não acreditam nas roturas e zangas, sejam elas com quem forem? Com tanta arte para poderem imprimir nas costas, nas pernas ou onde quiserem, qual a razão de escolherem um simples nome muitas vezes ridículo?

Para além de nomes, a moda agora também anda a recair com os bonecos. Uma mãe compra um desenho para o seu corpo com o filho consigo de mão dada, colocando o pai na imagem. Consoante os filhos vão aumentando a tatuagem, linda que se farta, em rabiscos vai recebendo novos inquilinos. 

26
Abr15

Crianças do IPO

O jovem cantor D8 lançou um videoclip em homenagem às crianças que passam pelo IPO com a infeliz doença que está na moda. Sorri é o nome deste tema que faz a diferença por ser especial e totalmente dedicado aos que sofrem e que enfrentam horas, dias, semanas, meses e anos nos quartos e corredores de um hospital onde a esperança por um futuro existe. 

Um bom projeto que decerto arrancará alguma, a possível no momento, felicidade a todas as crianças, jovens e seus familiares que estão a enfrentar uma grande caminhada de vida. Só quem passa pelos problemas é que os consegue enfrentar com um sorriso na cara e uma esperança reforçada no futuro, no entanto este tipo de projetos mostram que existe sempre uma ajuda ao virar da esquina.