Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

01
Ago15

Sinal perdido

O Informador

Lembro-me de quando chegou a altura de começar a fazer a barba de ter um sinal bem por cima do lábio e era rara a vez em que não me cortava por passar a lâmina por cima do dito cujo. Com o tempo e com os meus cuidados o sinal foi desaparecendo e nem dei por tal acontecimento. Agora, sentado numa sala de teatro a actriz falou dos sinais faciais e apontou o seu dedo para a parte do seu rosto em que de forma idêntica eu tive o meu escuro sinal. Lembrei-me do que existiu em mim durante anos e que agora nem dá sinais de vida!

E parece que tanto me cortei que acabei por ficar com a zona acima do lábio lisa e sem marcas salientes que faziam com que por descuido tivesse que passar uma lâmina ou outra pelo local.

Passados mais de dez anos de ter dado início ao ato de fazer a barba percebo que perdi uma marca há algum tempo sem ter dado conta de tal acontecimento. Pronto, sei que sou despistado, mas neste caso consigo provar a mim próprio que não olho para o espelho as vezes devidas e que deixo escapar estes pequenos detalhes do meu corpo.

17
Mar14

Corte de cabelo alentejano

O Informador

Cabelo1Três meses depois do último corte de cabelo, eis que chegou o momento de tirar a juba que já andava a atormentar a minha preparação matinal para sair de casa. Tentei que o cabelo ficasse maior mas o tempo foi fazendo com que a intenção não passasse disso mesmo e tivesse que enfrentar o corte, num salão alentejano, numas mãos desconhecidas e com uma rapidez incrível. Foi um corte longe de casa e que já fazia falta! Disse também assim adeus à espuma e ao gel!

A intenção era deixar o cabelo ficar um pouco maior e depois logo se veria, mas não deu para enfrentar o tempo quente, o despenteado que necessitava todos os dias de algo para ficar composto e as vozes que se faziam ouvir para que cortasse o cabelo por ficar mal com tanta juba e com o rosto magro. Chegou então o momento, em semana de férias, de fazer o primeiro corte de 2014! A ideia de deixar crescer foi-se e tão depressa não voltará porque não deu resultado absolutamente algum!

No que toca à cabeleireira desconhecida que ficou com o que tirei, posso dizer que foi do mais rápido possível e que em cinco minutos fiquei despachado e com a roupa pronta a lavar de tanta penugem espalhada pela falta de cuidado! No Alentejo dizem que tudo é lento, mas a senhora foi bem rápida, deixou-me foi todo sujo, pronto para o banho e levou-me somente seis euros!

Um corte de cabelo necessário e pelas ruelas alentejanas onde nada acontece e tudo se sabe!

banner mrec exames nacionais e provas de aferição

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Comentários recentes

Pesquisar

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook
Error running style: Style code didn't finish running in a timely fashion. Possible causes:
  • Infinite loop in style or layer

  • Database busy