Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Do elefante para o pássaro

De Jumbo para Auchan

Publicado por O Informador, 22.09.19

auchan.jpg

 

O grupo Auchan resolveu deixar cair recentemente as marcas Jumbo, Jumbo Box e Pão de Açúcar para tornar todas as lojas Auchan. E o engraçado disto tudo é perceber que o grupo, que não é líder, estando somente na preferência dos portugueses atrás do Continente (Sonae) e Pingo Doce (Jerónimo Martins), deixou de ter como imagem de marca o forte elefante com o trevo de quatro folhas na tromba para ter um pequeno e frágil pássaro. Passaram de reis a voadores sem rumo?

Será com uma imagem que reduz o poder e porte da anterior que mostrarão a força que querem impor no mercado? A Jerónimo Martins aboliu a certa altura a marca Feira Nova para juntar tudo com a forte insígnia Pingo Doce, a Sonae deixou o Modelo e Bonjour para só existir a grande marca Continente. O grupo Auchan deixou agora tudo de lado para deixar as suas lojas com o nome da própria empresa mãe que não é assim tão influente.

Qual será o objetivo se tudo continuou igual, agora com um nome mais internacional, um slogan pouco apelativo - «Militantes do Bom, São e Local» - e a figura de um animal sensível para deixar cair a força da imagem anterior que podia ser perfeitamente renovada para os tempos modernos?

Fiquei sem Café

Publicado por O Informador, 21.05.19

café.jpg

 

Nunca, mas mesmo nunca ou quase raramente, deixo que as cápsulas de café atinjam aqui por casa o estado de stock limitado. Só que este quase nunca desta vez foi ultrapassado, tudo porque recuso-me a comprar café sem ser em promoção. 

Nas últimas semanas as minhas idas ao supermercado têm acontecido com a normalidade do costume, o problema é que a passagem pelas estantes onde a cafeína abunda aconteceram como sempre mas os preços mais baixos não têm existido. O que se andará a passar para que em vários supermercados de grupos distintos nenhum café, das marcas que gosto de consumir, tenha andado em promoção pelas últimas semanas? Tenho andando a estranhar este caso que merece uma averiguação, uma vez que fiquei sem uma única cápsula em casa e agora estou a ressacar de café e não apetece sair à rua. Muito grave toda esta situação!

Popota 2018 | O teu Natal está mesmo a chegar!

Publicado por O Informador, 13.11.18

Popota.png

A Popota já chegou aos ecrãs de todos nós com o anúncio sobre a campanha dos brinquedos que já está disponível nos hipermercados Continente. Acaba por já ser uma tradição a época de Natal começar a partir do momento em que a publicidade da Popota começa a passar nos intervalos publicitários da televisão e foi no passado Domingo, 11 de Novembro, que o anúncio de 2018 da famosa hipopótamo arrancou em pleno horário nobre.

Numa nova versão, não recorrendo a imagens dos anos anteriores e cujas repetições geraram algumas criticas, desta vez o departamento de marketing e publicidade da Sonae voltou a apostar na novidade. Embora não seja um tema que fique no ouvido como os dos primeiros anos da personagem Popota como rosto principal do Natal do Continente, desta vez o anúncio é curto, unindo imagens reais com o virtual num anúncio que não chega a um minuto mas que serve na perfeição para recordar a miúdos e graúdos que a escolha nos folhetos dos brinquedos já pode ser feita porque daqui ao Natal é mesmo só um salto que acontece de forma bem rápida. 

Café que não convence

Publicado por O Informador, 31.01.18

l'or.148

Sou consumidor de café, apreciador de cafeína, no entanto existem produtos no mercado que prometem muito, com preços mais elevados e depois acabam por se revelar um fracasso em termos de sabor e qualidade quando comparado com a marca original que dá o nome à máquina que possuo, uma Nespresso, dos primeiros modelos que foram lançados em Portugal, e mesmo com outros produtos lançados no mercado com compatibilidade.

Ao longo dos dez anos em que tenho máquina de café em casa, sempre a mesma e sem qualquer tipo de avaria, tenho experimentado várias marcas com cápsulas compatíveis, gostando mais de umas do que de outras, preferindo um café mais puro e com creme. Tenho que revelar que as minhas preferências andam um pouco pelos originais da Nespresso, os lançamentos compatíveis da Nicola e as mais recentes cápsulas de alumínio da marca Continente, não a gama mais antiga, mas um novo segmento que foi lançado há bem pouco tempo, mais caro e com um sabor mais apurado. 

Tenho preferência por estas três marcas, no entanto sou adepto a testar o que vai sendo lançado no mercado e uma vez que apanhei as caras cápsulas da L'Or em promoção um dia destes, resolvi comprar um pacote com dez unidades e ao primeiro café ingerido só vos tenho a dizer que prometem muito com uma boa imagem e um preço elevado mas que no final não fornecem um bom produto ao consumidor. Arrumei por completo o café da L'Or para as máquinas Nespresso, deixando agora as cápsulas que sobram para consumir e sabendo que não irei comprar mais.

A Popota já chegou!

Publicado por O Informador, 07.11.16

O Natal está próximo e quem já chegou aos ecrãs nacionais com o seu novo anúncio? A Popota, pois está claro!

A melhor campanha de marketing natalício de uma cadeia de supermercados nacional consegue ano após ano seguir a mesma linha, criando um tema com a mesma protagonista animada a desfilar por vários cenários com a finalidade de prender os mais pequenos ao mundo mágico da Popota, a hipopótamo fêmea do Continente. 

A boneca animal que virou estrela e adora estar em cima dos palcos de Natal irá estar pelas próximas semanas pela central dos desejos dos mais novos com a campanha a decorrer.

Mercadona, de Espanha para Portugal!

Publicado por O Informador, 26.06.16

mercadona.jpg

Mercadona é um dos grupos comerciais mais fortes de Espanha e agora está a fechar os últimos acordos para entrar em força no mercado português com a finalidade de fazer frente às empresas nacionais responsáveis pelo Pingo Doce, Continente e Jumbo! 

Com o mercado do país vizinho conquistado há alguns anos, agora será a vez de chegarem a Portugal para afirmarem que o cliente é quem manda na hora de comprar!

Com um investimento inicial previsto de 25 milhões de euros e a criação de mais de duzentos postos de trabalho pela primeira fase nas grandes cidades a acontecer em 2019, como está programado, o grupo Mercadona pretende iniciar pelo nosso pais a expanção internacional da empresa com o objetivo futuro a piscar os olhos a outros territórios.