Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

09
Dez18

Ler por ai

O Informador

ler por ai.jpg

Leitores de bancada só conseguem ler no sossego do lar porque não podem ouvir qualquer som incomodativo e que os leve a perderem a concentração. Um leitor habitual e que o faz por gosto além de o fazer no silêncio de sua casa consegue levar a sua leitura avante em qualquer local, até no meio da confusão de uma das avenidas mais movimentadas da nossa capital.

Comigo o silêncio é uma coisa rara. Se tivesse de procurar um local, mesmo em casa, em que nada ouvisse para poder ler estava desgraçado. Leio habitualmente em casa em qualquer divisão, geralmente com a televisão ligada e ainda com conversas paralelas a acontecer. Nem sempre um livro precisa de ser acompanhado pelo silêncio total, principalmente por leitores que estão super habituados a pegarem num livro e deixarem-se levar por umas quantas páginas em qualquer local, estejam em casa, no carro, jardim ou esplanada. 

Não existem locais ideias para ler. Uma pessoa que gosta de ter a companhia dos livros segue a sua leitura em qualquer sítio e quase que de forma inesperada. Parar o carro e enquanto a chuva não para abrir o livro nas páginas onde se ficou e continuar a leitura. Estar na pausa do trabalho e aproveitar para ler mais um pouco. A viagem monótona de comboio serve perfeitamente para ir lendo, não estando a olhar para o vazio da paisagem pela qual se passa. A espera por uma consulta não poderá servir também para se ler um pouco mais? E nos primeiros minutos do dia enquanto se toma o pequeno-almoço, não poderemos pegar na atual leitura para iniciarmos de outra forma um dia que poderá ser cansativo?

28
Jul18

Literatura de companhia

O Informador

livro.jpg

Primeiramente sou conquistado por um título numa capa atraente que chama, apela a que lhe pegue e que perceba o que está na sua contracapa, a sinopse que muitas vezes se faz acompanhar por citações de críticos que acabam por ajudar a escolher levar ou não uma certa obra comigo para que me possa sentir bem acompanhado ao longo de várias horas. A primeira fase é concluída muitas vezes com várias semanas de antecedência até que a nova etapa surja.

É assim o meu apego literário, primeiro escolher, depois nem sempre ler nos primeiros dias, deixando o livro esperar, ganhar o seu espaço na mesa-de-cabeceira, até que ganhe o seu tempo, entendendo cada vez mais como a disposição pessoal é importante para poder entrar numa determinada leitura.

Esta é a verdade, ler um romance num momento em que andas muito bem com a vida é para mim, por vezes, um desastre, por não levar tão a sério certos momentos relatados em vidas que podem existir por aí. Num bom momento adoro entrar em narrativas onde o suspense, os crimes e violência, a maldade e os conhecimentos surgem, dando um pouco mais de trabalhado e criando no leitor um maior estímulo onde a necessidade de concentração é essencial. Estando de bem com a vida, numa boa fase, consegues encontrar-te bem melhor com uma leitura que exige mais de ti, o que, por exemplo, os romances comigo não necessitam. Vejo uma bela história de amor a ser contada através de palavras escritas como um bom companheiro para relaxar, deixar a mente sonhar, mesmo que o momento pessoal não seja o melhor, pelo menos durante aqueles momentos deixas os teus problemas, acabando por entrar numa vida que talvez desejasses ter ou viver, deixando de lado o que por vezes te apoquenta.

Um bom livro convida o seu leitor a viajar, a entrar numa história que não é sua, mas que pode ser quando é possível ficar lado a lado com cada personagem e ter um momento experimental de tudo o que vai acontecendo. Dos meandros obscuros das histórias pesadas às criações românticas, o que nos dará maior alento num momento mais chato? A leveza do sonho, ao contrário dos pesadelos que só nos poderiam colocar mais para baixo, o que não é exatamente o que necessitamos em certas fases pelas quais vamos passando.

05
Jul15

Companheira de treino

O Informador

Inesperadamente ontem ganhei uma companheira de treino que começara amanhã pelo final da tarde a correr de um lado para o outro comigo. Não sente motivação para correr sozinha, estávamos a falar de ginásios, caminhadas e grupos que se juntam em determinados dias pela zona para correrem e acabei assim por ganhar uma companhia até então desconhecida para partilharmos os futuros quilómetros de corrida.

Amanhã começaremos a correr os dois e vamos lá ver quem será o elo mais fraco das pernas e da não concentração respiratória, mal que parece afetar os dois. 

30
Set14

Dia de mensagens com Promoções!

O Informador

Cada vez mais o comércio opta por chegar junto dos seus clientes de outras formas, recorrendo agora às aplicações dos telemóveis, mensagens e publicidade gratuita para conseguir o poder da atracção através das suas promoções e descontos tão bem promovidos! Ontem recebi nada mais nada menos que quatro mensagens de lojas e supermercados, que já agora passo a mostrar para quem as quiser aproveitar!

  • Perfumes & Companhia-COLOMBO.20%Desconto ate 12/10/14. Exceto marcas assinaladas e serviços. Não acumulável c/promos
  • Aproveite o regresso as aulas e adquira 1 ano letivo de estudo online de todas as disciplinas do 5o ao 12o ano. Mais info em http://vfpt.pt/promo4u1
  • A PENSAR EM SI: 25% de desconto em Cartao em toda a Pastelaria no Continente ou continente.pt a 30/9 e 1/10. Apresente código .... (Cartão ...).
  • Amanhã é um dia Especial: Pá/Entremeada Porco 1,99€/Kg;Bacalhau Graúdo 4,85€/Kg;Poupe Metade em Salmao,Dourada,Robalo fresco e Super Bock 24x20; L3P2 em Cereais. E para alem de todas promoções poupa 25€ se valor a pagar for 100€ ou mais. Consulte condições nas lojas de Portugal Continental.

Recebi mensagem da Perfumes & Companhia, da Vodafone, do Continente e do Pingo Doce! Isto só para revelar as das últimas horas porque se fosse às da última semana aí a história já seria outra e ia de lojas de roupa a artigos electrónicos e para animais!

Nos dias que correm receber uma mensagem já não simboliza que a conversa com a família e amigos está a acontecer, servindo também como forma de aviso de algum estabelecimento comercial que quer manter os seus clientes informados do que se irá passar pelas próximas horas pelas suas superfícies!

Será que enquanto escrevi este texto consegui receber nova notificação comercial? É bem provável!

22
Mai14

Renascer na praia

O Informador

Um dia de folga, combinar anteriormente ir até à praia, sair de casa por volta das 9h30 para umas compras de última hora e partir por volta das 10h00. Uma hora de viagem que dá início a um dia bem passado ao sol, em boa companhia, sem stress e confusão! Isto é a representação de um bom dia de praia, o pior é o regresso, quando o corpo já está com uma moleza em cima incrível, existindo uma viagem para ser feita e com uma vontade de adormecer como pendura e não querer perder o sentido da viagem, percebendo sempre por onde se passa. Não se fala e não se consegue perceber bem o tempo que a viagem de regresso demora, no entanto a vontade é chegar bem a casa, tomar um banho para tirar a areia e sal acumulados pelo corpo, comer alguma coisa e deitar, relaxar, dormindo até ao outro dia de manhã!

Um dia de praia dá-me uma moleza enorme e o regresso a casa é quase sempre com o pensamento que o dia foi bem passado, serviu para descansar e conviver e que no final vou dormir como uma passarinho exausto em busca do seu ninho acolhedor! Um dia ao sol entre a areia e o mar, com conchas e algas, gaivotas e peixes a passarem é o ideal para deixar de lado o dia-a-dia cansativo de trabalho e da vida normal feita de rotinas. O bom tempo tem o dom de levantar a auto estima de cada um, desfazendo os novelos de mau humor que sobrevivem por cada ser ao longo do inverno e comigo uma ida à praia serve para renovar e reforçar energias, desde que o tempo seja bem aproveitado e não tenha que levar com tempestades de areia!

A moleza que a praia me faz é incrível e quando deixo o areal o que me apetece mesmo é entrar num hotel logo ao virar da esquina, subir a um quarto com uma bela vista, tomar um duche, deixar-me ficar a apreciar o mar longínquo, ali deitado, a olhar através da janela o outro lado, o horizonte, puro como quando vim ao mundo! Adormecer!

20
Set13

Uma honra de convite

O Informador

O dia 11 de Setembro é histórico para o mundo devido aos atentados que levaram à queda das torres gémeas em 2000. Para mim, este último 11 de Setembro ficará para sempre bem marcado pelo simples facto das palavras que me foram transmitidas e pelo sentimentalismo que um convite me causou. Obrigado!

Não fui apanhado completamente desprevenido, mas mesmo assim comovi-me e mostrei a felicidade que caiu sobre mim neste dia, mais concretamente no serão, numa esplanada à beira Tejo e com uma boa companhia a alegrar a noite. Esperava mas nunca quis alimentar a ideia, neste exacto dia fui apanhado de surpresa e embora tenha reagido com a vontade do momento, fiquei meio abananado sem saber o que dizer e fazer.

Adorei, adorei e adorei! Estando a partir de agora pronto para o que me foi proposto com toda a garra e força que me levaram a ter tal honra. Um convite que nunca iria recusar porque era uma vontade!

31
Dez12

Vou dar o salto para 2013! Até já!

O Informador

O final de 2012 está mesmo prestes a acontecer, e eu passei por aqui para deixar um Até Já! porque em 2013 estarei por aqui com a força com que tenho estado nestas primeiras semanas do projeto e com várias novidades! O Informador não vai parar não...

Já me estou a preparar para com passas, champanhe e boa comida, ao lado dos amigos, passar mais um ano, desta vez com o fatinho vestido e a gravata no pescoço! Para o ano que já nos bate à porta espero ganhar renovadas energias e ter muita sorte, saúde, sabedoria, amor e boas notícias!

Peço coisas boas para mim e para as pessoas que me amam e que estão comigo diariamente, pessoalmente ou em pensamento. Quero cimentar o que tenho de bom e conquistar novos objetivos, quero que em 2013 surjam novos projetos na minha vida que me preencham e me levem a sorrir constantemente com as alegrias que pretendo alcançar.

Um bom 2013 para todos os que têm acompanhado O Informador e que continuem a passar por aqui, deixando também as vossas ideias e pensamentos! Até já!

banner mrec exames nacionais e provas de aferição

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Comentários recentes

Pesquisar

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook