Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contadores de histórias do Porto

  Os tempos de quarentena forçada começam a pesar e também a abrandar, embora os cuidados com as proximidades tenham de continuar a fazer parte do nosso dia-a-dia por precaução com a nossa saúde e a dos outros aos poucos vamos retomando a nova normalidade. No entanto começamos com as saídas à rua para além das deslocações para o trabalho e supermercado, sendo necessário agora ocupar o tempo em sossego e com planos onde poderemos desfrutar da comunidade e onde os riscos ficam (...)

Literatura | Personagens sem nome

Gosto de ler sim, mas o que toca a decorar nomes de personagens e de locais pelas várias histórias que vou lendo não é o meu forte. Esta é uma verdade, são poucos os livros perante os quais neste momento olho para a capa e me lembro do nome das personagens centrais e mesmo das vilas ou cidades onde a maior parte da ação se desenrola.  Isto acontece após a leitura do livro (...)

Distância bloqueadora

Gosto do Alentejo, não escondo que talvez me adaptasse a uma vida mais calma e longe da correria do dia-a-dia pela região, zona de Évora talvez, no entanto existem pontos que acabam por mostrar que as distâncias e desigualdades acabam por pesar e justificar o afastamento ao longo dos anos da população mais jovem das zonas rurais. Vamos imaginar uma semana de calor no Alentejo, numa aldeia que conta com uns vinte minutos de distância da grande cidade vizinha. As pequenas vilas (...)

Natal é concorrência!

As cidades deste país estão inundadas de grandes árvores de Natal num concurso sem prémio para se perceber qual a maior de 2016. Na verdade em Portugal tudo tem valor consoante as medidas e luminosidade, entrando-se sempre em corridas e disputas porque, como diz o ditado, «a minha galinha é melhor que a tua». São os presépios, onde a minha vila, Alenquer, tem um dos mais antigos e conhecidos do país, são as majestosas árvores natalícias, os divertimentos, agora os mercados de (...)

Motivos para adorar Lisboa

Lisboa, a capital portuguesa, tem encanto e a revista Forbes elegeu com a ajuda dos critérios dos turistas mais de uma dezena de razões para visitar a nossa cidade. Todos sabemos que Lisboa está na moda, ou melhor, Portugal está na moda, e há que aproveitar todo este momento para criar novas condições que acompanhem o fascínio de quem nos visita. A História aliada à gastronomia, cultura, segurança, simpatia, arte e preços baixos dão o mote para que Lisboa seja adorada e (...)

Droga dos cidadãos

Em pequeno sempre achei que as drogarias vendia droga! Hoje sei que afinal a droga é vendida pelos cidadãos, aqueles que acreditava que se apelidavam assim porque viviam na cidade! Pobre criança inocente!

Da cidade para o campo...

Aparecem os lisboetas na sua casa da aldeia e acreditam piamente que toda a rua com lugares marcados está ao seu dispor. Um carro consegue ocupar dois lugares mas dois ocupam cinco. Até aqui simplesmente fui ficando irritado quando chego a casa e percebo que não existe onde estacionar porque as pessoas não conseguem perceber que por estarem numa aldeia não têm de deixar os veículos a ocupar o parque que dá para cinco carros.  Será que um dia destes conseguirei irritar-me a ponto (...)

É Lisboa pois então!

2014 foi o ano do Porto ter sido a cidade escolhida como Melhor Destino Europeu numa votação mundial. Agora e porque Portugal continua na berra do turismo, há que votar na nossa capital para que o prémio continue por estas bandas. Lisboa é uma das cidades nomeadas para Melhor Destino Europeu 2015, numa eleição que decorre no site www.ebd2015.com até 10 de Fevereiro. (...)

Um exemplo a seguir!

Pelo Alentejo, existe tempo e se por um lado as coisas podem não estar assim tão bem elaboradas, por outro existem pormenores que fazem a diferença e que mostram haver um maior cuidado com o futuro de crianças e adolescentes da zona. Na biblioteca municipal de uma pequena vila onde todos se conhecem a preocupação para com os mais novos existe! Os horários e turmas de cada jovem estão ao dispor das funcionárias e estas conseguem controlar as faltas dos mais novos que fogem da (...)

Drogas do Chiado

Ir passear pela zona do Chiado e Rossio é sempre sinal de que também te irão oferecer de alguma forma droga. Ora são os senhores que só de olhares ao longe percebes logo a razão pela qual estão naquele local, ora são pessoas que nem imaginas que andam a vender tais tretas à vista de todos e quase que mostram que têm autorização das autoridades para o fazerem publicamente. Como é possível ser abordado de todas as vezes em que passeio por aquela zona por mais que uma pessoa a (...)