Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

30
Ago15

O Pátio das Cantigas

| O Informador

o pátio das cantigas.jpg

A crítica tem sido positiva para com o filme O Pátio das Cantigas de Leonel Vieira, no entanto e embora tenha gostado, várias falhas técnicas estão presentes na produção nacional que tem conquistado o público cinematográfico.

Com um elenco de peso, conhecido da maioria dos espetadores televisivos, O Pátio das Cantigas é um produto que consegue aliar seriedade com diversão num texto que podia ser mais corrido mas que não perde em momento algum o sentido. Notei que por ter várias personagens e todas terem o seu destaque, várias histórias vão-se perdendo ao longo do tempo e acabam por ficar com finais em aberto, parecendo que estamos perante um episódio de uma qualquer série ou novela que na próxima semana irá continuar no mesmo horário. Não existe um corte, um desfecho lógico no que vai sendo contado com praticamente todas as personagens que andam de um lado para o outro com as suas trapalhadas emocionais que acabam por não conseguirem chegar a lado algum.

No que toca ao elenco e tirando um excelente Miguel Guilherme pelo campo masculino, nota-se em geral que as moças estão acima dos atores escolhidos que fizeram mais do mesmo daquilo a que estão habituados, comédia, comédia e comédia. Elas sim, com personagens talvez mais normais, conseguem dar nas vistas com a sua representação que mostra que estão na profissão certa, ao contrário dos humoristas a que não acho piada alguma, mas isso já pode ser coisa minha por não simpatizar com grande parte daqueles cómicos. 

Enredo e elenco relatados, eis que em termos técnicos detetei algumas falhas, entre elas a luz das câmaras quando algumas personagens estão de óculos de sol e nota-se claramente que têm uma câmara à sua frente com a luz ligada em foco. Não custava nada ter retirado aquela situação de cena! Depois algumas sombras em determinadas cenas de pessoas que não estão em cena também vão aparecendo aqui e acolá como se a rua tivesse cheia de pessoas a passarem, o que não era o caso. E outra coisa... Qual a razão de recorrerem a uma Oceana Basílio para fazer de portuguesa que volta do Brasil passados quinze anos quando poderiam ter contratado uma atriz do outro lado do Atlântico que esteja a viver por cá, como é o caso das duas que entram no filme quase como figurantes? Não percebi, tal como não percebi aquela personagem falar claramente de modo brasileiro quando passou mais tempo em Portugal do que do outro lado do oceano, não se perdendo naquele tempo o sotaque como aparentou acontecer. 

21
Set14

Programas da Tarde

| O Informador

Daqui a umas semanas os programas que irão tomar conta das tardes dos três principais canais nacionais já estarão no ar e desta vez é caso para se dizer que a Tarde vai estar em força, pelo menos nos nomes, já os rostos que irão disputar o horário não são assim tão fortes em alguns casos. RTP e SIC estreiam o Há Tarde e o Grande Tardem respetivamente, pelos próximos dias, dois novos programas que irão competir com o já fidelizado A Tarde é Sua de Fátima Lopes. Quem levará a melhor neste novo trio de batalha? A apresentadora, a dupla ou o trio? Se por um lado Fátima Lopes já tem o seu lugar de destaque nas tardes da TVI, tendo sido sempre líder desde que assumiu a condução do programa, agora a apresentadora terá novos concorrentes no horário que poderão beliscar os valores que tem vindo a fazer.

Pela RTP Vanessa Oliveira junta-se a Herman José para relançar as horas do lanche pela televisão pública. A apresentadora deixou a SIC, onde trabalhou durante oito anos, para abraçar este novo projeto, arriscando e fazendo o que já devia ter feito há mais tempo, não para a RTP, mas sair do canal que não lhe dava o destaque merecido. A nova dupla das tardes do canal não irá alcançar a liderança pelos primeiros tempos e penso que a escolha do Herman para este tipo de programas diários pode não ser a melhor, no entanto tudo pode acontecer e o apresentador e humorista é um dos melhores rostos da nossa televisão, já tendo provado que se consegue adaptar a tudo o que lhe é proposto. Será que irão fazer uma boa parceria? Aí acredito que sim, embora não veja o primeiro lugar do lado dos dois apresentadores!

Mudando para SIC, ai a conversa é a três e a João Baião irão juntar-se a atriz Luciana Abreu e Andreia Rodrigues. João mudou-se para o canal de Carnaxide como uma grande contratação, pensando-se que iria assumir o horário das tardes a solo e não com duas companheiras de apresentação que não encaixam. Não vejo Luciana Abreu como apresentadora de um formato diário, sendo uma estrela que gosta de dar nas vistas e sem grande jeito para a conversa. Com tantas apresentadoras nos magazines semanais e nos canais temáticos da empresa, qual a necessidade de recorrer a um rosto que é na representação e música que está bem, não tendo que andar a saltitar por áreas que não são as suas, tirando o lugar de alguém que sabe realmente o que é apresentar um programa de conversas e entretenimento? Um erro a escolha da Luciana, como tal não admira a saída da Vanessa para a RTP, quando a sua anterior direcção não aposta em quem deve em detrimento das vedetas da imprensa! Além da Luciana existe a Andreia Rodrigues que volta a ser chamada pela SIC para mais um programa! A apresentadora e namorada de Daniel Oliveira tem sido convocada para vários formatos depois do sucesso da primeira temporada de Gosto Disto, mas o que é certo é que depois do programa que apresentou ao lado de César Mourão, nada mais lhe tem corrido assim tão bem em termos audiométricos para voltar a ser chamada. Não percebo a razão de uma Ana Rita Clara estar somente dedicada ao programa no SIC Mulher quando é uma das melhores da sua geração e do canal, não entendendo também o que leva ao não recrutamento dos outros rostos do Fama Show para outras coisas, sendo sempre a Andreia, a Andreia e a Andreia! Até Merche Romero, que voltou a ser recentemente uma aposta da estação, merecia mais este lugar, mas quando se tem um bom relacionamento com as direcções tudo é possível, não é bem verdade?!

Se na RTP existe uma dupla que entendo e que vai correr bem, já na SIC vejo um trio imperfeito e que parece ter sido feito para um programa especial e que se ficará por aí mesmo. No entanto é a tripla de Carnaxide que acredito que possa fazer maior estragos na sua fase inicial na liderança das tardes da TVI! Será que em Queluz se vão deixar ficar se as novas apostas dos concorrentes correrem melhor que o esperado? Sou defensor que Nuno Eiró já devia estar há algum tempo ao lado de Fátima Lopes na condução do A Tarde é Sua, mas a direcção do canal ainda não percebeu essa parte!

Pelas próximas semanas os novos e o antigo formato já estarão todos em confronto e aí sim, a guerra das audiências nas tardes da televisão portuguesa vai recomeçar!

05
Ago13

Os choques do Cante Se Puder

| O Informador

SIC lembrou-se de trazer para Portugal mais um programa que só mostra lixo aos telespetadores. O que se pode dizer do Cante Se Puder quando se vê uma jovem rapariga a levar choques no pulso enquanto tem de cantar e transportar bandejas com copos cheios de bebida de um lado para o outro? Horrível e sem nexo foi o que Júlia PinheiroGabriela Sobral trouxeram para os seus serões de Domingo.

Não assisto a todas as provas do programa, no entanto vou mudando no intervalo da concorrência e se na estreia achei que o programa era mais parvo do que agradável, esta semana tive a certeza disso. Será possível que se tenha descido assim tão baixo e se coloquem pessoas a levarem choques eléctricos nos pulsos enquanto têm que subir e descer escadas com bandejas de bebida com a intenção de não as deixarem cair? A concorrente que se submeteu a esta prova mostrava dor no seu rosto a cada choque e no final já mal conseguia segurar as bandejas. O que é isto afinal, um programa de entretenimento ou um nova forma de massacre televisivo?

Depois do Splash! Celebridades, onde se achava que não se podia descer mais, ainda foi possível a direcção da SIC entregar a César Mourão Andreia Rodrigues um lixeira autêntica. Um programa que só mostra o estado cada vez mais recorrente da nossa televisão!

27
Mai13

Splash! sem Júlia e Unas

| O Informador

Splash! Celebridades é um formato que para mim não tem interesse porque passar um serão inteiro a ver famosos a contarem como foi a sua semana ao longo de quinze minutos e depois darem um salto de um minuto para uma piscina não me fascina, mas não critico o programa por existir e por ter sido trazido para o nosso país pela SIC. O que quero comentar é o facto de Júlia Pinheiro e Rui Unas não se encaixarem com este formato como uma dupla de apresentadores mais novos o poderia fazer!

Júlia Pinheiro já não tem trinta anos e na minha visão sobre o mundo televisivo esta grande aposta do canal deveria ter como apresentador principal outra pessoa mais nova que a Querida Júlia! Não que ela esteja mal na sua condução, no entanto saltos para uma piscina e Júlia não combinam! E depois a escolha de Rui Unas... Enfim! Enfim!

Para mim e dentro do lote de apresentadores e humoristas que existem dentro do universo SIC, César Mourão seria a aposta certeira para este formato como apresentador principal. Sabe bem o que faz, tem o seu público, é um bom comunicador e tem a sua piada na altura certa! Este programa vive muito da imagem fantástica do mega estúdio e da performance dos concorrentes, mas a escolha dos apresentadores também devia ter sido outra e aí César Mourão e Ana Rita Clara faziam bem melhor o papel de anfitriões deste Splash! Celebridades!

Ele é o humor em pessoa e já provou que na apresentação também se sente em casa e está na altura de dar um outro salto. Ela há muito que brilha no universo SIC nos canais de cabo, mas precisa de mais, porque das novas apresentadoras da estação é a melhor e a que mais merece, mas não tem tido essa oportunidade! O Splash! Celebridades devia ser do César e da Ana Rita!

Mais sobre mim

foto do autor

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Sofia

    Isto aqui não é nenhuma pequena vila, embora seja ...

  • O Informador

    Também acabo por viver nos subúrbios mas não tão p...

  • Sofia

    Eu estou nos subúrbios, mas onde moro tenho transp...

  • O Informador

    Já quis viver na cidade quando se inicia a fase ad...

  • Sofia

    Isso é bom! Eu não me imagino a viver noutro sítio...

Mensagens

Pesquisar

Redes Sociais | Segue-me

Instagram Facebook Twitter Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. Goodreads

Última Leituras

Aconteceu em Paris
liked it
O título demonstra desde logo que o leitor irá visitar Paris. Amy acompanhou a sua amiga Kat até aos seus últimos dias de vida, mas as duas tinham um objetivo, viajar até à cidade do amor em segredo. Kat não conseguiu resistir mas Amy le...
O Pecado da Gueixa
liked it
A cultura japonesa está em grande destaque em O Pecado da Gueixa, através da perceção das regras comportamentais de um ninja, Hiro, protetor de um padre português, Mateus, que juntos irão investigar a morte de um samurai, Akechi-san, num...
O Silêncio da Cidade Branca
it was amazing
Nem sempre uma capa consegue representar o que está no seu interior, mas com O Silêncio da Cidade Branca primeiramente fui conquistado pela imagem que me remeteu para uma sinopse que conquistou. Já com esta obra em espera na mesa-de-cabe...

goodreads.com
BlogsPortugal
Bloglovin Follow

 Subscreve O Informador