Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

formavida-billboard
05
Ago20

Teresa Guilherme na Revolução do Big Brother

teresa guilherme.jpg

 

No final do primeiro trimeste deste ano Cláudio Ramos deixava a SIC para tornar um sonho seu em realidade na TVI, o de apresentar o Big Brother. Com a edição comemorativa de regresso do reality show terminada no passado Domingo, 02 de Agosto, e com uma nova temporada agendada para estrear a 13 de Setembro, foi tornado público que o apresentador não estará nos comandos da edição apelidada de Revolução do Big Brother, ficando este lugar destinado à rainha dos reality shows em Portugal, Teresa Guilherme, que regressa assim ao ecrã num formato que tão bem conhece. 

A novidade caiu como uma bomba, já que tudo apontava que na próxima edição fosse Cláudio Ramos a servir de anfitrião como nos últimos meses. No entanto Nuno Santos, diretor geral da TVI, e Cristina Ferreira, diretora de entretenimento e ficção do canal, trocaram as voltas e sem qualquer suspense anunciaram o regresso de Teresa ao ecrã e nos comandos do Big Brother. Nuno Santos publicou mesmo nas suas páginas das redes sociais o texto que passo a citar. «Bem-vida Teresa! Teresa Guilherme é a apresentadora da próxima edição do Big Brother. "O Big Brother faz anos em Setembro. Que felicidade poder reviver e celebrar essa data que mudou a minha vida e a história da televisão em Portugal. Que bonito estar de volta!", salienta a apresentadora com emoção. A TVI mostra-se igualmente entusiasmada com este regresso, celebrando assim o formato de maior sucesso das últimas décadas em Portugal. O regresso da Teresa coloca "um novo foco sobre o programa que será inovador na forma, mantendo a matriz de intervenção social que está hoje na base de um conteúdo tão transversal". Cláudio Ramos, apresentador da edição anterior começa agora a trabalhar no seu próximo projeto que será comunicado em breve. A TVI agradece o seu empenho e os resultados alcançados nos últimos meses à frente do BB2020. Setembro é já amanhã!».

Com Cláudio Ramos a continuar com novos projetos no canal e que por muito que se tente mostrar feliz por esta substituição não me consegue convencer de tal, mostrando a direção do canal que não ficou totalmente feliz pelo seu desempenho na condução do programa âncora da estação durante praticamente quatro meses. Novos accionistas a entrarem na Media Capital, Cristina Ferreira nos comandos do entretenimento, Nuno Santos com vontade de ver a estação na liderança, eis que surge no lote de apresentadores do canal Teresa Guilherme para alterar e puxar ainda mais pela próxima edição do Big Brother. Numa temporada que se diz estar a ser preparada para revolucionar o conceito do formato até aqui, os castings já estão a decorrer e as equipas de produção a serem formadas para mais um arranque em grande, para mais agora em que o próprio canal começa a recuperar vários horários da liderança que foi sua e que deixou de o ser quando Cristina se mudou para a SIC, que ao que parece nunca foi a sua verdadeira casa profissional. 

Fiquei espantado com esta mudança de apresentador, quando nada o fazia prever e por achar que o Cláudio evoluiu bastante nas últimas semanas da edição do Big Brother 2020, mas na verdade Teresa Guilherme é a Teresa dos reality shows, a apresentadora implacável que todos gostamos de ver na frente deste género de programas. Só espero que este seu regresso não traga consigo os velhos trocadilhos irritantes e que o seu género para guiar cada gala seja com uma maior liberdade e sem textos tão rígidos escritos pelo seu amigo Miguel Dias para os quais o público perdeu a paciência nos últimos anos de Teresa nos ecrãs. Por um lado fico feliz por ver a Teresa de regresso no que tão bem sabe fazer, por outro esperava que tivéssemos entrado mesmo numa nova era no que toca a reality shows e com esta substituição inesperada parece um regresso ao passado, voltando uma Teresa com 65 anos de idade a ganhar destaque no principal programa do canal que convoca toda a grelha da estação ao longo da sua duração. Será que daqui a uns anos irão chamar de novo o Cláudio, que agora sai como derrotado de um programa que tornou líder em certos horários, para apresentar um reality quando a Teresa voltar a dizer que não quer mais fazer edição atrás de edição de novos e velhos formatos da vida real?

21
Jun18

Presidente Marcelo canta no Rock In Rio

marcelo rebelo de sousa.jpg

Notícia não é, uma vez que o Presidente Marcelo já havia revelado que iria subir a palco ao lado dos Xutos & Pontapés este ano para homenagear Zé Pedro. O que agora se sabe é que será em pleno Rock In Rio que Marcelo Rebelo de Sousa irá cantar o tema A Minha Casinha e que não estará sozinho ao lado da banda. 

Segundo a revista Blitz, o Presidente da República irá subir ao Palco Mundo com o Presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, a líder e o ex-líder do Bloco de Esquerda, Catarina Martins e Francisco Louçã, e familiares e amigos de Zé Pedro para uma homenagem ao guitarrista da banda falecido o ano passado. 

O Rock In Rio receberá assim o Presidente Marcelo em palco para que o tema A Minha Casinha seja entoado como símbolo de homenagem, numa iniciativa que interpreto como um ato que já ultrapassa várias barreiras do pedido ao símbolo máximo da nação.

28
Mai18

Tiago e Luan, venceu o Amor

tiago luan.jpg

A sétima edição do Secret Story - Casa dos Segredos terminou e o concorrente Tiago saiu vencedor numa final onde o seu marido Luan estava a votos com Joana e Isabela. O público votou e deu a vitória, através do Tiago, ao casal.

Vejo este primeiro lugar com um prémio que vai muito para além do dinheiro que o vencedor irá receber. Tal como de imediato partilhei no Twitter, «Portugal percebeu com o Luan e o Tiago que ser gay e amar é real, não existindo diferença nem mal algum. A vitória do Tiago significa bem mais do que um prémio monetário para o concorrente.»

O público percebeu a verdade dos sentimentos, viu duas pessoas que se amam com toda a normalidade que existe em cada relação saudável e o mérito está totalmente no Tiago e no Luan que mostram a vida tal e qual como ela é. Todos perceberam e a vitória esteve do lado do casal.

04
Mar18

Curtas e Diretas | 127 | Goucha

Manuel Luís Goucha estreou-se brilhantemente na condução da sétima temporada do Secret Story e em plena segunda gala, a primeira em que confrontou e falou um pouco mais com alguns concorrentes, voltou a brilhar e a mostrar que pegou no formato com todo o empenho que lhe é conhecido. Brilhante!

26
Fev18

Secret Story 7 | A Estreia

secret story 7 manuel luís goucha.jpg

Estreada que está a sétima edição do Secret Story, apetece-me dar a minha primeira visão sobre o que vi ao longo da primeira gala conduzida por Manuel Luís Goucha. 

Com uma casa com duas portas que ditam os primeiros passos dos concorrentes entre o céu e o inferno, o interior da habitação não tem muito de diferente das temporadas anteriores. Mudanças de decoração e com mais espaços secretos, mas pouco se nota, a não ser o jardim que está em modo Alice, no País das Maravilhas, o que achei fantástico. 

Quanto aos concorrentes transcrevo rapidamente os perfis apresentados em cada apresentação. Joana F., 25 anos, Mealhada, Bruno, 28 anos, Amadora, Margarida, 35 anos, Barreiro, com o segredo «publiquei dois livros sobre a minha vida sexual» já conhecido, Luan, 26, Brasil e Tiago, 25 anos, Lisboa com o segredo «somos casados», Isabela, 19 anos, Almada, Marlene, 32 anos, Alemanha, Cátia, 29 anos, Açores, Joana C., 21 anos, Coruche, Rui, 23 anos, Vila Real Santo António, Pedro, 27 anos, Valongo, João, 25 anos, Valongo, irmãos e a jogarem somente como um concorrente, Sofia, 27 anos, Lisboa, Carina, 27 anos, Matosinhos, Nuno, 23 anos, Porto, César, 26 anos, Alte, e Gabriela, 23 anos, Loulé.

No que toca a segredos ainda não desvendados sobre a quem pertencem existem para todos os gostos. De «o meu pai tentou matar-me quatro vezes», «a minha irmã foi levada por um bispo da IURD», «sou filha/o da prima da minha madrasta», «fui raptado por engano em Espanha», «salvei milhares de pessoas em África», «já pousei nu para uma revista», «tentei matar o meu pai», «estive cego durante um mês», «vivi sete meses num país em guerra», «trabalho no circo», «vivi aterrorizada/o por um/a ex-namorada/o», «entrei na casa antes de todos os concorrentes», «o meu irmão salvou-me a vida» a «sou a chave do túnel dos segredos».

Primeiramente e nesta primeira e rápida análise sobre os concorrentes fiquei com a sensação que teremos uma Margarida que dará excelentes confessionários, o que poderá ser um ponto a seu favor junto do público das galas de Domingo. Quanto ao casal Luan e Tiago acredito que se souberem fazer as coisas poderão tornar-se um bom símbolo gay dentro da casa, no entanto com o jogo desconfio que as coisas possam não correr assim tão bem entre os dois. Vi uma Marlene e também uma Carina bastante prontas para armar confusão por qualquer mínima situação. Nuno, o conhecido de ex-concorrentes de anteriores edições do programa que surge assim com a lição estudada e com a mania que sabe como jogar corretamente neste desafio. O casal César e Gabriela deram-me a ideia que poderão dar bastante que falar, mas pela negativa. Quanto aos restantes não destaco assim nada de especial pela primeira impressão, mas o jogo ainda agora começou.