Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

10
Set18

Grilos em alternativa da Carne

O Informador

grilo.jpg

As sociedades orientais têm nos grilos um dos alimentos de eleição. Nós, pelo Ocidente, não estamos assim tão habituados a este estilo de alimentação, mas o que é certo é que jovens cientistas do Porto indicam que o grilo é um bom substituto da carne. 

Encaminhados para representarem Portugal na 30ª edição do Concurso Europeu de Ciência, a realizar-se em Dublin, na Irlanda, de 14 a 19 de Setembro, com o projeto Entofarm.pt, Mário Ribeiro, João Maria Leite e Catarina Brandão são os alunos do Colégio Luso-Francês do Porto que pela alçada da professora Rita Rocha, responsável pelo projeto, irão mostrar como os grilos podem ser uma excelente alternativa proteica ao consumo de carne. Segundo Rita Rocha à Lusa, «O nosso objetivo era criar uma alternativa proteica ao consumo de carne e, depois de vários meses de pesquisa, descobrimos que em 100 gramas de grilo, 70 gramas são de proteína, o que é considerado uma bomba proteica. Decidimos abraçar esta espécie pelas qualidades nutricionais que tem, tendo também em conta que o grilo está distribuído por quase todo o planeta e que não é uma espécie em extinção.», explica. Ao longo do estudo e com vários testes em laboratório feitos a quinhentos grilos comprados, os jovens cientistas conseguiram chegar ao fim de oito semanas com cerca de dois mil grilos capacitados para serem consumidos.

Só que existe um mas sobre toda esta questão do consumo de grilos nos países ocidentais, tal como referi no início. Como é difícil comer grilo na Europa, a opção deste estudo recairá por transformar os animais em farinha para que possa assim entrar no mercado de forma mais fácil como um suplemento para com outros alimentos. A equipa do projeto já se encontra em negociações com empresas para que a farinha de grilo seja utilizada na aquacultura como alternativa às rações dos peixes, numa fase inicial, para depois poderem entrar por outros mercados. 

 

08
Jun18

Alimentos consumíveis fora de prazo

O Informador

alimentos.jpg

Já passaram três anos desde que publiquei a lista de alimentos consumíveis fora de prazo. Agora sou surpreendido com um novo estudo do Conselho de Defesa dos Recursos Naturais que resultou da parceria com a Universidade de Harvard, onde novos alimentos podem ser consumidos após o seu prazo de validade ter terminado.

Em 2015 a lista do que pode ser ingerido já fora da data limite, embora sempre com alguma atenção, continha chocolates, iogurtes, batatas fritas, ketchup, pão, arroz, ovos, frutas e vegetais. Agora, em 2018, vamos mais longe e ficamos a saber novos produtos que passo a citar e a opinar sobre se consumia ou não estes elementos de acrescento. 

O Azeite, geralmente com data de consumo para um ano após a sua produção, pode ser consumido após o prazo, isto dependendo do local onde é guardado para melhor ser conservado. Olhando para uma garrafa de azeite não lhe vejo mal algum se tiver de servir de tempero a uma salada mesmo que o seu prazo tenha terminado. 

As deliciosas Bolachas também têm datas limites, no entanto, os especialistas revelam que se as embalagens não forem abertas, o prazo poderá ser prolongado, uma vez que não existe assim possibilidade de ficarem moles e de ganharem cheiro. Quantas vezes já não terei comido bolachas já mais moles que o habitual e de certo fora de prazo? Comi e estou cá!

14
Ago16

Bacon com mamilo

O Informador

bacon mamilo.jpg

As redes sociais têm destas coisas! Então não é que há dias foi partilhada a imagem de uma fatia de bacon com um mamilo? O que esta imagem gerou? Comentários controversos e opostos! Uns porque levam a imagem bastante a sério e chegam a fazer ameaças ao talhante por este corte de carne! Já outros optam pelo humor para comentarem esta fatia de bacon tão... Ousada!

Uma fatia de bacon com um mamilo é para alguns um sinal «Nojento» sobre o que andamos a comer, revelando até um antigo responsável de um talho que por vezes a algum cliente desagradável serviam a parte do mamilo no bacon vendido. 

Já para outros a piada é a palavra de ordem! Então expressões como «Libertem o mamilo» e «come à volta do mamilo» servem para brincar com esta imagem que poderá ser caricata para alguns e um pormenor para outros. 

09
Jul13

Horror no Pingo Doce

O Informador

Já me tinham dito, mas quando se pode ver com os próprios olhos é sempre diferente de só se ouvirem histórias. Foi isto que aconteceu por um Sábado destes quando fui perto das nova da matina ao Pingo Doce de Alenquer e percebi que aquele supermercado nas primeiras horas do fim-de-semana é completamente invadido pelas pessoas que até fazem fila como se estivessem à espera de uma consulta no Posto Médico.

O supermercado tinha acabado de abrir, o parque de estacionamento estava praticamente cheio e lá dentro, principalmente na zona da fruta, carne e peixe, a invasão acontecia! E não estou a falar num dia daqueles com promoções sobre estes produtos... Era um Sábado normal e as pessoas correm no seu modo acima do andamento para as bancadas dos produtos frescos como se não houvesse amanhã. É certo que por aqui aquele é o supermercado onde muitas pessoas vão e que gostam destes produtos por serem frescos e de confiança, mas bolas, valerá mesmo a pena estar à porta até que a hora da abertura aconteça para levar os primeiros produtos a serem vendidos e a saírem das arcas? Tudo parecia tão esfomeado por aquela febra e por aquela sardinha que só visto mesmo!

Pessoas que vão ao supermercado com calma e tempo digam-me, não é mais fácil andar à vontade do que ir com todas as pressas e depois deixar algumas coisas para trás? Sempre me disseram que a pressa é inimiga da perfeição e com tantas pessoas amontoadas no mesmo espaço em tão pouco tempo... Coitados dos empregados!

24
Mai13

Lasanha do Lidl

O Informador

Já comi muita lasanha bolonhesa na minha vida e gosto, mas tenho que confessar que não existe nenhuma tão boa como a do Lidl!

A lasanha que é comercializada neste grupo de supermercados é a melhor que anda por aí no mercado e nem mesmo em restaurantes já comi uma tão saborosa como esta de que falo. Deverá existir uma medida exacta de um dos ingredientes para que exista toda a diferença entre a lasanha do Lidl e as outras. O queijo e a carne derretem-se na minha boca porque fazem parte de um composto bem apetitoso! 

Hum, que boa que é esta lasanha! Mesmo nas semanas em que se falou que alguma comida deste tipo andava a ser falsificada com outro tipo de carne eu continuei a comer porque gosto e não ia deixar de gostar por pensar que a carne que nela vinha poderia não ser a desejada.

A lasanha pré-preparada do Lidl é um dos pratos que me podem oferecer a qualquer hora porque adoro e nunca digo que não! Já estou com água na boca e recomendo a quem nunca provou esta maravilha que o faça!

19
Fev13

Comi carne de avestruz

O Informador

Pela primeira vez na minha vida de 26 anos, comi carne de avestruz! Uma carne que não se vê à venda assim tão facilmente no nosso país, mas que alguém fez questão de a fazer chegar até mim. Conclusão, provei e gostei!

É uma carne cara no nosso país e quando se está a comer nota-se alguma diferença, mas se não nos disserem do que é podemos pensar que é carne de vaca. A carne de avestruz antes de ser feita tem que ser temperada umas boas horas antes com vinho, limão, alho e sal e depois de tudo isto estar bem entranhado no que se vai comer é que se pode começar a preparar a refeição.

Cá por casa fez-se bifes de avestruz em jeito de cebolada. Estavam mesmo bons! Quem puder que prove porque nunca se perde nada em experimentar outros tipos de alimentação que não comemos habitualmente. É uma carne um pouco mais rija que a de vaca e porco, mas come-se bem e depois tudo também depende do modo como é cozinhada.

Agora já posso dizer que comi carne de avestruz! Será que nos próximos tempos vou poder dizer que já experimentei outro tipo de carne para além das tradicionalmente comercializadas no nosso Portugal?!

banner mrec exames nacionais e provas de aferição

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Comentários recentes

Pesquisar

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook