Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Calor é este minha gente?!

praia portugal.jpg

Sim, que calor é este com temperatura altas durante várias horas do dia quando uma pessoa do bem tem como principal função ao fim-de-semana trabalhar num espaço com recurso a ar condicionado enquanto os portugueses e turistas seguem em debandada para as praias deste país solarengo e onde todos desejamos ver um pouco de sol, este até é demais, para colocar os pés na areia pelas nove da manhã, com as mesas desmontáveis, as caixas plásticas, as saladas, sandes e salgados para não falar dos que levam mesmo a comida de prato cheio de entulho para se deleitarem pelas praias do litoral e sul de Portugal enquanto bebem as minis nos momentos de pausa, que são mais que muitos nestes dias de desfrute balnear. 

O tempo de Verão fez-se sentir ainda na Primavera, num Maio quente, e eu é vê-los a publicarem as suas belas poses ainda branquelas a ganharem pontos de cor para gerarem likes gratuitos e um pouco invejosos aqui e acolá. Vão para a praia rebolar na areia, comer a bela da bola de Berlim, mergulhar nas águas salgadas mas não se esqueçam que hoje foram vocês e amanhã quando me sentir de folga ou férias vou eu deixar a minha marca no areal e pelas redes que esta coisa de poder fazer uma inveja boa calha a todos meus queridos santíssimos. 

Calor a mais

altas temperaturas.jpg

O português, já lá dizem as más línguas antigas, nunca está contente e nesta minha partilha aproveito para me queixar do tempo quente que se tem feito sentir pelos últimos dias.

Uma pessoa gosta do Verão mas o que é demais acaba por fazer estragos e neste momento partilho por aqui que já considero calor a mais. Acordar de manhã e perceber que as temperaturas já começam a subir e a preguiça que surge após o almoço com este calor então definem o resto do dia em que a vontade de ação fica lá fora, do outro lado, que nem sei bem por onde anda.

Hoje acordei...

acordar.jpg

... e nem sei o que vos contar! A noite quente que se fez sentir, o mal estar por me sentir suado desta noite calorenta que passamos em pleno Agosto onde num dia chove e no outro fazem temperaturas acima dos quarenta, deixando a instabilidade de pensamentos sobre como estar e o que vestir ao mais alto nível. Ainda ontem, quando acordei bem cedo de manhã, senti o mesmo calor de hoje, e olhando pela janela após me levantar percebi que estava a pingar. Com altas temperaturas e uns pingos a caírem que mal deixam o chão molhado. Uma chuvada seca, como se diz, em pleno Verão e com as temperaturas altas para mostrar a turbulência para o qual o Mundo caminha a passos bem largos. 

Hoje é dia de trabalho, regressado de duas folgas bem aproveitadas, e o tempo após a escrita deste singelo texto matinal vai ser para acabar de me despachar com um banho, porque o primeiro pequeno almoço já marchou, preparando-me para sair, sentindo que será mais um dia quente e que poderá fazer com que muitos fiquem por casa ou sigam as suas vidas sem recorreram aos centros comerciais, onde ajudariam pessoas como eu a trabalhar no comércio a passar o dia de forma mais rápida. Clientes em loja é sempre sinal de maior rapidez na passagem de cada hora, no entanto com este calor nem sempre é fácil a atração pelas compras acontecer.

 

Desperdício de Agosto

verão.jpg

 

Os primeiros dias de Agosto foram quentes, bem quentes, convidativos para aproveitar cada dia de pausa e circular até à praia mais próxima para me refrescar com as águas frias do Oeste e levar com aquela maresia, que de manhã se faz acompanhar com nevoeiro cerrado como se o dia tivesse totalmente desperdiçado com um tempo ameno e onde o sol promete ficar escondido ao longo da manhã e tarde. Os dias tiveram bons e aqui o rapaz não os aproveitou para ir até à praia!

Agora que o meio de Agosto se tornou ventoso, cinzento e mesmo com alguns momentos de chuva, eis que a vontade de acordar cedo nos dias de folga para seguir para a praia surgiu, mas a ideia não conseguiu ser levada em diante porque as temperaturas baixaram. Por aqui unir mar, areia, vento e eu no mesmo espaço não funciona, existindo um contrassenso entre estes elementos que não consegue ser ultrapassado, principalmente o vento que levanta areia por todo o lado, inclusive para cima de mim e da minha toalha que gosto de manter limpa!

Noites quentes

cama-vazia.jpg

 

Noites quentes são estas que apareceram por uns dias para nos atormentar o sono? Geralmente nem sou muito encalorado com as horas noturnas mais quentes mas este ano tem sido horrível!

Antes de deitar tenho de abrir a janela para que o fresco da rua entre e faça circular um pouco o ar quente que a casa vai ganhando durante o dia. Geralmente suporto estas noites quentes mas este ano tem sido horrível, mesmo em noites em que o leve vento se faz sentir lá fora não consigo resistir a não abrir as portas da janela para deixar entrar essa brisa, preferindo ficar tapado mas sentindo no rosto o ar fresco.

Armação de Poeta!

temperatura.jpg

 

Livremente entoei um pequeno verso que me surgiu pela mente após uma leitura que acabou por me inspirar com simples trocas de palavras com uma criação que não faz nada o meu género, mas como apetecia fazer algo original para publicar no TikTok, eis que me aprumei de virgem santíssimo, de botão abotoado ao queixo e lá deixei que a voz saísse com as linhas que se seguem...

 

Com o frio levanto-me à noite

E vou-me deitar à luz da vela.

Com o calor, bem pelo contrário,

Vou-me deitar com o sol na janela.

 

O resultado final acabou por ser o representado abaixo. Mais parolo que isto na altura não consegui, mas acredita que consigo descer ainda mais baixo, tanto na inspiração da escrita como na forma de apresentação que pode sempre ser recriada por todos vocês. 

Noites mal dormidas

CDD0FF1F-3051-49B7-BA7A-C979604565EF.jpeg

 

Oh noites quentes, com todo este calor até mais não, passamos da cama para o sofá, dos lençóis para o tapete, do forno para o gelo, e mesmo assim o sono tarda em chegar.

As noites são longas, ando a dormir menos com todo este calor, tentei fazer rimas mas acabei por as alinhar num texto sem sentido porque para rimas não sou de modas e a esta hora tardia a que escrevo já devia estar a dormir.

 

Do Verão para o Outono

outono.jpg

 

O Verão já se foi, os dias soalheiros também estão a desaparecer e as manhãs começam frescas, rabugentas e escuras. A boa disposição de uma pessoa não aguenta e após os meses em que acordar com o sol a brilhar ajudava a arrancar de melhor forma mais um dia, agora com o Outono e os tons acastanhados a fazerem-se sentir, tudo parece triste. Levantar da cama torna-se num momento pesado e a vontade para despachar é arrastada até mais não porque simplesmente a iniciativa de desfrutar destes toscos e instáveis dias não tem a mesma magia do brilho de há umas semanas.

24h de má indisposição

indisposição.jpeg

 

Passei todo o dia com uma certa moleza que até me fez adormecer ao longo da tarde, no entanto foi a noite que me custou mais a ultrapassar por diversos motivos.

Má indisposição, calor, sede e aparentemente falta de sono, tudo aconteceu numa só noite em que só desejei dormir descansado e não o consegui fazer. Na manhã seguinte além de acordar mais cedo que o desejado e imposto pelo despertador, não apetecia levantar, ao tomar banho os músculos pareciam tão vulneráveis que só pensava em me sentar. Mal comi por falta de vontade e segui para o trabalho, mal do estômago, sem força e com a certeza que o dia não iria ser fácil. E assim foi. A manhã foi horrível, entre a barriga vazia, a falta de apetite e as idas ao wc. Depois lá consegui comer uma sandes acompanhada pelo chá de camomila, ao almoço fiquei por meia posta de peixe cozido, o que não é nada para o que costumo comer, e o lanche neste dia não existiu. Ao longo da tarde a situação foi melhorando e a má disposição parece ter ficado para trás. Passei fome mas na verdade também não tive apetite e optei por não forçar o que podia cair mal. 

Estive cerca de vinte e quatro horas indisposto e tentei logo manter alguns cuidados na alimentação ao mesmo tempo que segui a minha vida, sem me deixar ficar só porque estava com o estômago meio transtornado pelas falhas dos últimos dias, o que também fez com que todo o corpo se sentisse perante a situação.

Sexo com calor? Desaconselhável!

sexo calor.jpg

A Colômbia enfrenta uma onda de calor, tal como Portugal tem tido ao longo das últimas semanas com dias bem quentes a afetarem todo o território. Com as altas temperaturas a atacarem os colombianos, o secretário da saúde da cidade de Santa Marta, Julio Salas, apelou para que a população deixasse de praticar relações sexuais. Ao que parece o conselho é mesmo deixar para as horas mais frescas, o final do dia, o contacto sexual para que não se gastem tantas energias com o tempo quente. 

Portuguesas e portugueses, emigrantes e turistas, tomem nota disto, se estão em Portugal por estes dias quentes de Verão e não tiverem ar condicionado em casa, não pratiquem sexo. Bebam muitos líquidos, tirem a roupa mas não provoquem os vossos parceiros porque com calor sexo é totalmente desaconselhável. O conselho vem da Colômbia para o Mundo e Portugal não é exceção por estarmos a enfrentar várias ondas de calor.