Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

regresso-as-aulas-apoio-escolar-billboard

A beleza dos sexos

07
Ago19

unhas.jpg

 

Século XXI com o culto da beleza a ganhar novamente destaque, tal como por outras épocas em que homens e mulheres se embelezavam de forma igual para bem parecerem numa sociedade que sempre ligou às aparências. Nos dias que correm o ser, poder e mostrar volta a ser comum entre ambos os sexos e a igualdade com os produtos de beleza é cada vez mais comum, com os produtos de estética a ganharem uma maior variedade de artigos dentro das mais diversas gamas disponíveis para mulher, homem e ambos os sexos. 

Olhamos para os cabelos onde as modas surgem e desaparecem em pouco tempo. Ora o penteado em modo surfista, ora o cabelo rapado, lá surge um visual de cabelo mais comprido para logo o apanhar. Com tudo isto e com homens e mulheres a olharem para o cabelo como um adereço de moda físico, é necessário saber cuidar do cabelo para que o mesmo não comece a enfraquecer pelos maus tratos rotineiros. Todos os dias perdemos longos minutos por vezes a olharmos para o espelho para colocar o penteado no modo certo, com a curva virada à direita ou para a esquerda, acentuando determinado ponto para mostrar diferença em relação ao dia anterior. É necessário ter cuidado e ser diferente e os cabelos, tal como as unhas, pele e tudo o que fica à vista de uma sociedade consumível e concorrente são fundamentais para provar que chegamos vivos e bem cuidados. 

As unhas, como acima referi, são outro ponto de destaque no embelezamento da mulher e cada vez mais do homem. Quantas colegas não vão uma ou duas vezes cuidar das unhas para a manutenção do verniz gel que vão alterando de cor consoante a vontade e os eventos que irão ter pelos próximos dias. Nós homens não andamos muito distantes, não usamos verniz gel nem gelinho, mas os cuidados com as peles e o tamanho das unhas é fundamental em termos de higiene e bem-parecer. 

Transplante Capilar na Turquia: Mitos e Verdades sobre o tratamento

22
Ago18

capilar.png

Percorremos o século XXI e nos dias que correm a falta de cabelo deixou de ser um problema complicado de resolver. São vários os tratamentos já disponíveis a nível mundial para resolverem a falta de couro cabeludo.

Por exemplo, fazer um transplante capilar na Turquia é possível, sendo no entanto necessário informar um pouco a sociedade sobre as verdades e mitos deste tipo de tratamentos. Descobre tudo o que necessitas para dar o primeiro passo para com estes tratamentos inovadores. 

O transplante capilar é um tratamento ideal para resolver diversos problemas relacionados ao couro cabeludo. Inclusivamente este tratamento já se encontra disponível em todas as regiões do globo, mas hoje falo sobre o transplante capilar na Turquia.

Homens de cabelo descuidado

13
Ago15

Cortei o cabelo! Não estava assim tão grande que não desse para aguentar com espuma ou gel, mas preferi cortar, principalmente de lado! Enquanto estava sentado na cadeira do salão com a senhora a meter a arte que aprendeu em prática pela minha cabeça, uma outra cliente viu dois moços de cabelo comprido a passarem e rapidamente soltou o que talvez todos pensamos e não dissemos...

«Podem ter o cabelo comprido mas tratado!»

Tão verdade minha gente! Existem muitas mulheres que também não têm cuidado com os seus cabelos, principalmente quando são compridos, agora os homens que gostam de ter o cabelo maior pelo menos que o cuidem e não o deixem secar como acontece na maioria dos casos! Será que têm na ideia que amaciadores e condicionantes são «coisas de gaja»?

ARTAS faz milagres

29
Jun15

Artas.png

Humanos deste país, acabei de saber que os carecas têm agora uma nova solução para acabar com os transtornos que a falta de cabelo tantas vezes causa a homens e mulheres, podendo a ideia de que é dos carecas que elas gostam mais ficar para trás. 

Com cada vez mais a calvície a atacar em idades jovens por motivos genéticos, a auto-estima muitas vezes é afectada com a falta de cabelo, sendo o recurso ao transplante capilar cada vez mais recorrente. Com os homens a serem os grandes afectados por este problema mas com cada vez mais mulheres a verem-se a braços com a queda repentina e abundante de cabelo, chegou agora uma nova solução ao nosso país no ramo dos tratamentos capilares, o Robot ARTAS.

Segundo dados divulgados em cada dez homens, oito ficam carecas, o que agora poderá ter solução com o recurso a este novo avanço tecnológico. Estando esta inovação a ser a grande estrela das Clínicas Saúde Viável, detentoras exclusivas do Robot ARTAS no nosso país, os efeitos do tratamento têm, segundo relatos, sido visíveis logo após o primeiro dia. Sem marcas e cicatrizes futuras, o transplante capilar, segundo indicações da Cliníca Saúde Viável, tem uma recuperação rápida, realizando-se em apenas sete horas onde são extraídos e implatados cerca de seis mil cabelos. Com tratamentos mensais e com o resultado final concretizado após o sexto mês, o Robot ARTAS já anda a proporcionar um melhoramento de vida a várias pessoas pelo nosso país.

Cabelo (quase) em modo «afro»

16
Mai15

É na hora em que chego a casa, depois de um dia inteiro sem olhar quase para um espelho, que percebo que tenho de cortar o cabelo. No último corte que fiz variei um pouco e deixei mais curto de lado e comprido em cima para não espetar em jeito de palhaço batatinha quando crescesse. No entanto agora é em cima que começa a tornar-se complicado quando não coloco espuma antes de sair de casa!

Todo o cabelo espeta, ficando no ar, em modo «afro»! Sinceramente não sei de onde fui herdar este tipo de cabelo que não parece mas é bem endiabrado, como eu, talvez! Neste momento posso dizer que se esticar o cabelo na parte a que geralmente chamam de franja, esta chega-me a tapar parte dos olhos!

Um corte «possível»

26
Fev15

Fui cortar o cabelo no sítio do costume, entrei, comecei logo a ser atendido e a cabeleireira perguntou-me como queria o corte. Expliquei como habitualmente cortava e acrescentei o que queria fazer agora, deixar mais curto de lado e comprido em cima. O que a moça me disse é que foi algo que qualquer uma me dizia, não fosse uma boa vendedora dos seus serviços, «sim, isso é possível». Oh amiga, claro que tudo é possível, o que queria saber era se tinhas alguma dica para dar e sugestão, não que seria «possível» fazer o corte que queria. Estando a pagar tudo seria «possível» fazer com o meu cabelo.

No final a mudança não ficou bem como queria, não se notando até muito que alterei ligeiramente o que tem sido rotina quando me dirijo ao salão para largar umas gramas de cabelo para o chão do local. Será que a cabeleireira, com todos os truques bem conhecidos das mesmas, não percebeu a minha explicação que seria «possível» ser feita?

Corte de cabelo alentejano

17
Mar14

Cabelo1Três meses depois do último corte de cabelo, eis que chegou o momento de tirar a juba que já andava a atormentar a minha preparação matinal para sair de casa. Tentei que o cabelo ficasse maior mas o tempo foi fazendo com que a intenção não passasse disso mesmo e tivesse que enfrentar o corte, num salão alentejano, numas mãos desconhecidas e com uma rapidez incrível. Foi um corte longe de casa e que já fazia falta! Disse também assim adeus à espuma e ao gel!

A intenção era deixar o cabelo ficar um pouco maior e depois logo se veria, mas não deu para enfrentar o tempo quente, o despenteado que necessitava todos os dias de algo para ficar composto e as vozes que se faziam ouvir para que cortasse o cabelo por ficar mal com tanta juba e com o rosto magro. Chegou então o momento, em semana de férias, de fazer o primeiro corte de 2014! A ideia de deixar crescer foi-se e tão depressa não voltará porque não deu resultado absolutamente algum!

No que toca à cabeleireira desconhecida que ficou com o que tirei, posso dizer que foi do mais rápido possível e que em cinco minutos fiquei despachado e com a roupa pronta a lavar de tanta penugem espalhada pela falta de cuidado! No Alentejo dizem que tudo é lento, mas a senhora foi bem rápida, deixou-me foi todo sujo, pronto para o banho e levou-me somente seis euros!

Um corte de cabelo necessário e pelas ruelas alentejanas onde nada acontece e tudo se sabe!