Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

banner-livros-de-terror-billboard

As Três Sozinhas | Teatro Nacional D. Maria II

09
Jul19

as três sozinhas 1.jpg

 

Três criadoras e uma multidão de mulheres dentro delas. As reais e as outras, as desejadas e as outras, as bruxas e as outras, as da ficção e as outras. A pensar, a voar, a mastigar, a lembrar, a atear. De Circe a Medeia, com Sereias, Hárpias e Górgonas. Mais as três Moiras e a madrasta da Branca de Neve, Joana D’Arc e Ana Bolena. E Capicua, Elza Soares e Patti Smith, Pussy Riot, Femen e Guerrilla Girls. Sem esquecer Maria Lamas, Carolina Beatriz Ângelo e Maria Judite de Carvalho. Convocando Frida Kahlo e Agnès Varda, Virginia Woolf e Anna Akhmátova, Isadora Duncan e Marina Abramovic. Invocando Judite com a espada de Holofernes, Lorena Bobbitt com uma faca de cozinha, Valerie Solanas com uma pistola. Lembrando Eastwick, Salem e Aljezur, o Relatório Hite, o Teste Bechdel e o Ponto G. E ainda Simone de Beauvoir, Camille Paglia, Judith Butler, Angela Davis, Virginie Despentes, Betty Friedan, Maya Angelou, Rebecca Solnit, Malala Yousafzai, Gloria Steinem, Chimamanda Ngozi Adichie. A lista é interminável, uma longa espiral de mulheres a girar em torno de uma clareira na floresta à noite. Elas estão em chamas.

As mulheres ganharam espaço na Sala Estúdio do Teatro Nacional D. Maria II, em Lisboa, através da peça As Três Sozinhas, onde as atriz e produtoras desta produção Anabela Almeida, Cláudia Gaiolas e Sílvia Filipe dão vida a várias mulheres ao longo de cada sessão até ao dia 14 de Julho.

Ao longo de hora e meia de espetáculo as atrizes chamam a palco várias personalidades femininas do mundo do espetáculo para mostrarem como as personalidades, vivências e contradições sociais criaram cada rosto que se tornou célebre mas com várias nuances pela sua vida privada. Ana Bolena, Angela Davis, Frida Kahlo, Joana D'Arc, Simone de Beauvoir e Virginia Woolf são apenas alguns dos nomes destacados neste espetáculo onde é mostrada a contradição das mulheres perante o que estavam pré-destinadas. Todas lutaram pelos seus direitos, pelas desigualdades e vontades para se destacarem num mundo machista e recheado de dificuldades para com a diferença.

As vulnerabilidades e instabilidades do mundo feminino são retratadas nesta peça através de conversas íntimas entre três mulheres que se conhecem há duas décadas e que partilham memórias e experiências num trabalho onde a envolvência existe. A palavra áspera e sem cortes, as intimidades, a nudez sem complexos e os sonhos de cada mulher são evocados para contrariar tanto medo, receio e falta de poder numa sociedade fechada e onde as regras tinham de ser seguidas a favor das aparências. Debatendo o feminismo, o papel da mulher na sociedade, a violência doméstica, maternidade, abuso de mulheres, o corpo e o prazer, vários são os temas em destaque nesta representação.

Vencedor de Branca de Neve e os Sete Anões [16-07-2016]

14
Jul16

O mundo encantado de Branca de Neve e os Sete Anões chegou há dias à Sala Polivalente do Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa. O Informador viu e em conjunto com a bYfurcação Teatro, produtora responsável pelo espetáculo, foi lançado passatempo para a atribuição de convite duplo junto dos leitores do blog. Eis chegado o momento de revelar o nome seleccionado e que irá pelo próximo Sábado assistir a esta peça que pretende encantar miúdos e graúdos ao longo de cada sessão!

O vencedor do passatempo foi o Manuel Pereira que irá receber email com a informação necessária para o levantamento do seu prémio acontecer! A todos os outros, participantes ou não neste passatempo, tenho a agradecer, deixando a promessa que assim que possível novos desafios serão lançados para vos poder presentear com estes mimos teatrais! 

Branca de Neve e os Sete Anões

13
Jul16

Branca de Neve e os Sete Anões é a mais recente produção que a bYfurcação Teatro faz subir ao palco, destinada a encantar o público mais novo. 

Três atores compõem o elenco, seis marionetas completam o grupo e o público ainda é convidado a interagir e a participar em certas partes desta peça que no espaço de uma hora transporta miúdos e graúdos para o mundo encantado onde habita a Branca de Neve, os seus sete amigos anões, o príncipe e a maléfica bruxa que de tudo tenta para derrubar a beleza da jovem. 

Afastada das grandes produções com maiores investimentos, Branca de Neve e os Sete Anões tem um cenário adequado ao que é pedido junto dos mais novos, os atores cumprem bastante, existindo, talvez pelo formato da sala, uma quebra com o som, principalmente nas personagens não humanas, fazendo com que certas expressões não sejam entendidas na plateia, algo a resolver com o tempo em que o espetáculo irá encontrar-se em cena, já que assisti a uma das primeiras exibições. Outro dos factores que não me afectou mas que notei que não foi bem aceite pelos mais pequenos foi o facto do príncipe da história falar em espanhol, arranhando o português. Geralmente são crianças a sentarem-se na plateia com a companhia dos pais e existe dispersão por questionarem os pais com o que «ele» disse ou então ficam mesmo sem perceberem as falas. De resto o texto está de acordo com o pretendido, a música encanta (adorei!) e os atores estão lá em personagem e em marioneta na perfeição!

Bilhete para Branca de Neve e os Sete Anões [16-07-2016]

10
Jul16

branca de neve.jpg 

O Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa apadrinhou o projeto Cinderela pelos últimos meses. Agora é com a produção de Brande de Neve e os Sete Anões que a bYfurcação Teatro volta ao espaço para encher uma das salas de espetáculos com miúdos e graúdos com este projeto dedicado especialmente ao público infantil. 

De 09 de Julho a 16 de Outubro, aos Sábados pelas 11h00 e aos Domingos pelas 16h00, o mundo encantando da Branca de Neve enche a Sala Polivalente do antigo Júlio de Matos onde a história que todos conhecemos é recontada com o auxílio de momentos musicais, de diversão e numa união entre os atores e marionetas, mostrando que a tradição já não é o que era. 

Sobe assim ao palco nova história de princesas através da bYfurcação Teatro e tu poderás assistir a este espetáculo já pelo próximo Sábado, 16 de Julho. 

Sinopse:

Às sete para as sete do dia sete de Julho do ano da graça de 1777, nasceu uma bela menina a que chamaram Branca de Neve. A Rainha teve apenas tempo de a ver sorrir, pois ao contrário de todos os outros meninos ao nascer, Branca de neve não chorou.

A Rainha libertou então o seu último suspiro e para desgosto de todos no reino, morreu. O Rei chorou durante sete anos, sete lágrimas em todos os sete dias da semana, até que por fim as suas lágrimas secaram.

O Rei jurou cuidar da filha e fazê-la feliz. Mais sete anos passaram e o Rei voltou a casar. Mas esta nova Rainha, a madrasta, era má e lançou um feitiço sobre o reino. O inverno veio para ficar. A floresta verdejante escureceu de tristeza ficando negra como a magia desta outra Rainha. Mergulhou-se num silêncio profundo, os rios gelaram e entrámos na idade das trevas.

Vamos ajudar esta menina, que embarca numa grande aventura, a descobrir a felicidade!

 

Ficha Técnica

Texto, Encenação e Adaptação: Flávio Tomé

Interpretação: Ana Lúcia Magalhães, João Parreira e Mário Abel

Figurinos, Cenografia e Adereços: Flávio Tomé

Técnica Luz e Som: Pedro Moreira

Música Original: Flávio Tomé

Direcção Musical: Pedro Cobrado

Imagem: José Frutuoso

Produção: BYfurcação Teatro

 

INFORMAÇÕES:

A BRANCA DE NEVE E OS SETE ANÕES| Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa | 09

Julho a 16 Outubro | Sábados 11h00 e domingos 16h00

Local: Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa (antigo Hospital Júlio de Matos)

Classificação: M/3

Duração: cerca 50m

Bilhetes: 8€ - a partir dos 3 anos (inclusive)

3€ - crianças 2 anos

5€ - para grupos superiores a 20 pessoas – mesma sessão

Capacidade: 150 lugares

*Disponível para escolas e grupos durante a semana mediante marcação

Bilhetes à venda: No local no dia do espetáculo | www.ticketline.sapo.pt, Fnac, Worten, El Corte Inglés, C. C. Dolce Vita, Casino Lisboa, Galerias Campo Pequeno, Ag. Abreu, A.B.E.P., MMM Ticket e C. c. Mundicenter, Fórum Aveiro, U-Ticketline, C.C.B, Time Out Mercado da Ribeira, Shopping Cidade do Porto, Lojas NOTE, SuperCor – Supermercados e ASK ME Lisboa.

Informações e reservas:

• bYfurcação | 93 810 96 44 | 93 456 57 53 | reservas@byfurcacao.pt

• Ticketline | 1820 (24 horas) | www.ticketline.pt

Condições Especiais: Oferta 20% desconto: Sócios e colaboradores do People Family Club; EMC; NOESIS; ARCCAS - Associação Recreativa e Cultural da Caixa Agrícola Seguros; Mapfre Asistencia, Ibero Assistencia, Progresso Clube, mediante a apresentação do respetivo cartão usufruem de 20% desconto | Cartões bYfurcação usufruem de 50% desconto | Escolas e Grupos com Condições Especiais | Descontos aplicáveis apenas no local e com reservas efetuadas para: reservas@byfurcacao.pt | Ofertas não acumuláveis.

Importante:As reservas deverão ser levantadas na bilheteira com antecedência. As reservas não levantadas até 30 minutos antes do início do espetáculo serão desbloqueadas e colocadas à venda.

A bilheteira para o teatro fecha 10 minutos antes do início do mesmo.

Após o início do espetáculo não são permitidas entradas, e os bilhetes adquiridos não terão direito a reembolso.

As crianças de colo com menos de 2 anos não pagam, pelo que deverão ficar ao colo. Caso as crianças fiquem muito agitadas ou façam muito barulho deverão sair da plateia.

Não é permitido comer, filmar ou fotografar durante o decorrer do espetáculo.

O espetáculo decorre em auditório interno. Estacionamento gratuito no local.