Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Alimentos consumíveis fora de prazo

alimentos.jpg

Já passaram três anos desde que publiquei a lista de alimentos consumíveis fora de prazo. Agora sou surpreendido com um novo estudo do Conselho de Defesa dos Recursos Naturais que resultou da parceria com a Universidade de Harvard, onde novos alimentos podem ser consumidos após o seu prazo de validade ter terminado.

Em 2015 a lista do que pode ser ingerido já fora da data limite, embora sempre com alguma atenção, continha chocolates, iogurtes, batatas fritas, ketchup, pão, arroz, ovos, frutas e vegetais. Agora, em 2018, vamos mais longe e ficamos a saber novos produtos que passo a citar e a opinar sobre se consumia ou não estes elementos de acrescento. 

O Azeite, geralmente com data de consumo para um ano após a sua produção, pode ser consumido após o prazo, isto dependendo do local onde é guardado para melhor ser conservado. Olhando para uma garrafa de azeite não lhe vejo mal algum se tiver de servir de tempero a uma salada mesmo que o seu prazo tenha terminado. 

As deliciosas Bolachas também têm datas limites, no entanto, os especialistas revelam que se as embalagens não forem abertas, o prazo poderá ser prolongado, uma vez que não existe assim possibilidade de ficarem moles e de ganharem cheiro. Quantas vezes já não terei comido bolachas já mais moles que o habitual e de certo fora de prazo? Comi e estou cá!

Preciso disto...

Delícia.jpg

Neste momento um docinho tão variado e rico em calorias como este caia mesmo bem pelo meu estômago. Com tanta variedade pela cobertura, o difícil seria mesmo escolher as fatias com que me ia deliciar pela primeira ronda! De uma coisa tenho a certeza, de chocolate ficava cheio!

Reforço ao pequeno-almoço

Sempre, desde pequeno, que o meu pequeno almoço foi feito de forma rápida e com pouca coisa, geralmente leite e nada mais, só tendo o acrescento do café quando alcancei uma fase da adolescência em que já era autorizado a tomar cafeína. Nos dias que correm a primeira refeição não tem sido muito diferente da dos vinte e tal anos anteriores. Porém, ando em mudanças!

Pois é, de há uns dias para cá a solitária caneca de leite quente sem açúcar tem dado lugar a outro tipo de alimentação onde a junção vai sendo feita aos poucos e também para que o tempo que tenho para me despachar de manhã não seja muito alterado. Iogurte misturado com frutas e sementes, nestum com uma junção de bolacha maria, sumos naturais e torradas.

Diariamente tenho tentado, de há uma semana para cá, alterar o conteúdo do pequeno-almoço, não me ficando pelo leite aquecido no microondas de forma rápida para consumo rápido também. Não sei se esta pequena mudança, que ainda não é suficiente, na primeira refeição diária é ou não a casa, mas o que é certo é que tenho ido trabalhar com uma outra disposição. É certo que quando entro ao serviço fico com algum mal-estar rotineiro, mas tenho-me sentido bem melhor a sair de casa.

10 indispensáveis na praia

Caminhar até à praia para um dia bem passado também tem as suas regras e com elas surgem os acessórios que todos deveremos levar para que o tempo passado no areal seja levado em paz e sem correr riscos. Aqui estão os dez, aquela dezena de acessórios que acredito que sejam indispensáveis para quem vá até à praia pelos próximos dias... 

  • Protetor solar, porque todo o cuidado é pouco.
  • Água, a hidratação é totalmente necessária para um dia quente. 
  • Bolachas, sempre com algo para trincar. 
  • Óculos de sol, com a finalidade de poder olhar para todo o lado sem os outros repararem. 
  • Chapéu de sol, uma sombra é sempre necessária para a ajuda da protecção solar. 
  • Toalha, quem se gostará de deitar pela areia?
  • Livro, um bom companheiro silencioso e de aprendizagem.
  • Telemóvel, não vá uma boa conversa telefónica ser necessária enquanto o corpo toma a cor bronzeada. 
  • Documento identificativo, os acidentes podem sempre acontecer ao menor descuido e é necessário andar identificado.
  • Uns trocos para a bola de berlim, «olha a bola, fresquinha e apetitosa». 

Tens o saco pronto? Bora lá então para a praia mais próxima porque o tempo está mesmo a convidar!

Uma verdadeira delícia

sensations.jpg

Já conheces as novas tentações do universo Milka? As Cookies Sensations são uma maravilha daquelas que só provando é que dá para explicar! Com ligeiras pepitas de chocolate ao longo da grande bolacha com travos de caramelo, esta novidade dos melhores chocolates do mercado nacional andam a bater-me no coração com alguma força!

As novas Milka Cookies Sensations são boas demais, acreditem! Vale bem a pena esta compra acima do preço médio de bolachas para mais com tão poucas unidades no pacote! Provem porque não se irão arrepender!

Bolachas no frigorífico

Ia no outro dia ao volante para o trabalho quando, nas Manhãs da Comercial, ouço o abençoado cromo Nuno Markl a revelar ao mundo que não é bom colocar bolachas de caramelo no frigorifico! A questão que logo coloquei mentalmente e que depois foi também feita pela Vanda Miranda foi... «mas ele coloca bolachas no frigorifico?».

Sim, pelo aspecto da coisa e com tamanha explicação parece que o senhor Nuno é senhor para colocar a bela da bolacha e o pacote já aberto no frigorifico, mesmo que para isso as tenha que ingerir assim um pouco mais estaladiças. Com o Markl nunca se sabe onde está a verdade e a piada feita, no entanto toda aquela conversa matinal pareceu-me tão espontânea com a Vanda a fazer a questão e ainda a mostrar um certo ar de espanto e brincadeira. 

Coisas que só como em casa!

Existem alimentos que podem ser feitos de mil e uma maneiras e comidos também de várias formas, no entanto há produtos que podem servir de pequeno almoço, almoço, lanche e jantar, que não podem ser ingeridos em qualquer lugar. A razão é simples!

Pois é, comer Ovas ou bolachas Oreo é algo estritamente proibido fora de casa! Adoro comer Ovas com açorda ou simplesmente com batata cozida e ovo, no entanto sei que não as posso colocar à boca em qualquer lugar, o mesmo acontecendo com as famosas bolachas de chocolate que se podem dividir ao meio.

A razão que me leva a ter tal pensamento é simples! Ambos os alimentos deixam marcam bem notórias pela dentição e isso nem sempre é possível de ser retirado em restaurantes e locais fora da própria casa!

O Informador não pensa comer Ovas e Oreos fora de casa, por isso muito cuidado com o que me andam a oferecer para que não tenha que recusar tal oferendas tão bem intencionadas!

Já agora, quem come alimentos deste género tenha cuidado e pense em procurar um espelho logo de seguida porque não se fica nada bonito com a boca invadida por pontos indesejados!