Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vida em estado automático

  Entrei num estado tão automático que já me esqueço que tenho de continuar a conviver, mesmo à distância com os outros. Geralmente não sou uma pessoa que esteja sempre em conversação com os outros, vivendo muito no meu mundo. No início deste triste estado de quarentena ainda fui alimentando e puxando por mim para estar ativo e atento a tudo o que se passava e também para me manter num estado civilizado dentro do possível. Só que o tempo vai passando, as semanas passaram a (...)

O «bom dia» não é para todos!

A verdade da sociedade é esta... A sociabilidade quando é transmitida entre gerações não funciona num todo e muito menos consegue ser transversal. Existem empregos em que consegues perceber que a educação para o cumprimento diário não está mesmo presente numa sociedade cada vez mais individualista onde se pretende do outro o que não se dá. Neste momento estou a trabalhar diretamente com o público, no contacto direto com o cliente final, e é tão visível perceberes que (...)

Gratidão

Agradecer, celebrar o bem que deve ser partilhado com todos! É sobre o poder da gratidão que me baseio hoje por perceber que simples expressões como «Bom dia!», «Olá!» e «Obrigado!», que podem parecer meros apontamentos diários, mas que são difíceis de verbalizar para muitas pessoas que ainda, mesmo numa fase adulta, não conseguiram perceber que para estarem bem consigo também é necessário olhar para e pelos outros.  Desde sempre fui educado com base na celebração do (...)

Grande Treta

Começou há mais de um mês o programa que prometia alterar as tardes da SIC e tornar as mesmas competitivas e capazes de enfrentar a liderança que Fátima Lopes mantém na TVI com o A Tarde é Sua. Agora percebe-se que João Baião nada conseguiu provar com a sua grande contratação, nem ao serão com o Sabadabadão, nem com o Portugal em Festa e mesmo com a terceira aposta, o Grande Tarde, a liderança desejada continua lá longe. Ao lado de Luciana Abreu e Andreia Rodrigues, Baião (...)