Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

27
Mai20

Paciência que falta

paciência.gif

 

Dois meses em casa, várias semanas doente, outras tantas a meio gás e o estado de paciência já esteve alto, tendo deixando de existir para voltar de novo e agora, quando Junho se começa a aproximar, parece que a mesma paciência que andou a faltar se foi de novo. 

Neste momento, em finais de Maio, sinto-me cansado destes dias monótonos, mais caseiros, com saídas precárias para o passeio higiénico e uma compra ou outra. Sinto falta de ir trabalhar, mas sei que quando for chamado para marcar presença rapidamente voltarei com a palavra atrás e pensarei em como estava bem por casa. Sei que irei voltar ao trabalho com vários receios e esse fator irá mexer com o meu psicológico logo nos primeiros dias e que não será fácil voltar a uma suposta rotina porque estarei sempre com a ideia que ao andar mais fora de casa que poderei ficar bem perto do Covid19 e consequentemente passar o vírus para os outros sem ter noção do mesmo.

19
Nov19

É cá um gastar de bateria!

redes sociais.jpg

 

Hoje que é hoje e também o é no dia em que estás a ler este texto, falo das aplicações que mais me gastam bateria no telemóvel. Assim sendo, fazendo jus dos dados que o iPhone me vai dando, decidi partilhar as reais razões para que a bateria se esgote rapidamente, elaborando o top cinco das aplicações que mais bateria consomem. Se não fossem as famosas powerbank, o que seria deste meu telemóvel que raramente resiste a vinte e quatro horas de utilização sem receber reforço?

Em primeiro lugar dos mais gastadores de bateria está sem mais nem menos, o Instagram. Quem diria não é verdade? Parece que a rede social da imagem anda muita vez ligada por estes lados, ora com publicações, gravações, partilha e visitas a outros perfis para se perceber o que se anda a passar por ai. Sim, o Insta é a minha rede social favorita, tendo de controlar o uso da mesma. Passando para a segunda posição, eis que me chega a Netflix. A aplicação de séries, filmes e documentários tem-me feito companhia constante nos últimos meses pelas horas vagas, partilhando os tempos livres com a literatura. Sendo assim e porque uma boa série está sempre à espreita, lá está a Netflix no top dos tops das aplicações que mais me gastam bateria. Em terceiro lugar e com algum mérito aparece o Mail, algo que consulto quase de todas as vezes que acedo ao telemóvel por estar com as notificações ativas e nem que seja para eliminar o último email indesejado ou desnecessário ou consultar as novidades que por aí andam a espreitar e pelas quais fui informado. Regresso às redes sociais, e é com o Twitter que o quarto posto fica ocupado. A rede social das partilhas rápidas tem alturas menos boas por estes lados, mas agora até tem andado bem presente, merecendo este lugar no pódio dos top5 mais gastadores do momento. Em último e não menos importante, surge o WhatsApp, a rede de conversas pessoais e grupais que não para de fazer vibrar estes telemóveis. 

13
Out19

A pesquisa de componentes electrónicos

componentes eletrónicos.jpg

 

Quando falam comigo sobre componentes eletrónicos e robótica fico um pouco atordoado porque se existe ponto em que não sou grande especialista é precisamente nesses campos. O cabo que é necessário para o serviço de HD na televisão, o cabo que serve de ligação entre o telemóvel e o rádio do carro, arduino, os adaptadores, baterias, sensores… Sim, será que me podem ajudar um pouco sobre tanto nome e sigla para ser mais fácil perceber o que preciso sem ter de andar a testar após uma procura de nomes e imagens até entender o que necessito mesmo para tudo ficar ligado e em funcionamento?

É verdade que agora se formos ao nosso grande mundo online conseguimos encontrar com um simples resumo na pesquisa sobre o que queremos a nossa resolução, mas será que depois numa loja real conseguimos encontrar aquele tal cabo ou fusível assim de forma tão fácil? Foi assim que fiz uma primeira compra numa loja de eletronica. Percebi o que era necessário na pesquisa, li os dados do produto e era mesmo aquilo de que necessitava. Mais barato por ser online, encomendei, paguei e foi em dias que recebi a encomenda toda direita na morada indicada. Não procurei mais e consegui com alguns cliques a ver imagens de cabos e mais cabos chegar ao pretendido.

20
Jan19

Curtas e Diretas | 140 | Bateria do Portátil

asus portátil.jpg

E se vos revelar que a bateria do meu portátil está acabada? Morta que nem uma sombra que só está neste momento a ocupar o seu espaço e a pesar quando levo o meu Asus em viagens internas ou externas. A bateria dura no máximo uns cinco minutos e caso a luz falte quando estou ligado, o pensamento é guardar todos os documentos para desligar em condições o portátil. Certo é que tenho uma bateria inválida neste momento!

20
Dez18

Viciado no telemóvel

telemóvel vício.jpg

É estranho, mas quando tem de ser, só se tem de aguentar e não entrar em stress! Por esta pequena introdução parece que irei falar numa situação extrema de caos total mas não, simplesmente vou revelar que fiquei ao longo de uma tarde inteira sem telemóvel para que lhe fosse colocada uma nova bateria. Aguentei, mas senti saudades e o hábito levou-me várias vezes a procurar no bolso o aparelho que sempre me faz companhia. 

Pensar nos tempos que correm em viver sem telemóvel é um caos. Assim que o deixei na loja para lhe ser feita a alteração de bateria fiquei com receio de circular pela rua sem poder ser contactado. Isto tem uma explicação, uma vez que há coisa de dez anos, talvez, não consigo precisar bem, a única vez em que sai de casa sem telemóvel tive um acidente de carro. A partir daí com ou sem bateria, faço-me sempre acompanhar pelo amigo inseparável. Agora nesta ocasião em que tive de me desligar por umas horas do mundo das comunicações fiquei com receio de voltar a ter novo acidente e estar incontactável, isto ao mesmo tempo que dei por mim sem saber o que fazer nos momentos em que pensava em visitar as redes sociais, em enviar uma mensagem ou mesmo querer saber se alguém me tinha ligado porque algo podia estar a acontecer e eu não saber.