Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

sveva-casati-billboard

Arrumações noturnas

14
Abr19

limpeza casa.jpg

Tenho uma questão a fazer a quem vive em prédios ou moradias geminadas, visto achar e querer mesmo acreditar que não serei caso raro a sofrer com as arrumações noturnas de casa dos vizinhos do lado em alguns dias da semana. 

Estão a ver aquelas pessoas que têm todo o tempo do mundo, que dormem durante toda a manhã porque os horários são geridos por si e não pelo regulamento de uma entidade patronal? E estão a ver essas mesmas pessoas que acordam mais tarde que a maioria da sociedade e se deixam também ficar até mais tarde acordadas? E agora imaginem que essas mesmas personagens além de dormirem um pouco ao contrário dos outros por não existirem necessidades de cumprirem horários e acharem que os outros, os vizinhos, não ouvem que de noite é que andam a fazer limpezas em casa, rastejar móveis, abrir e fechar janelas e com as vassouras, mopas e afins a baterem nas paredes, esquecem-se que não vivem neste planeta sozinhas. 

Agora digo-vos que isto acontece em horários para lá da hora do silêncio que em sociedade é pedido para uma boa comunhão entre todos. A mim incomodam mas não é isso que não me leva a adormecer, mas há quem ganhe alguns nervos por se concentrar em demasia no barulho alheio e depois quem ouve a resmunguice acaba por se irritar. 

Paraíso da desarrumação

13
Out13

DesarrumaçaoGeralmente gosto de ter tudo alinhado e sou arrumado com as minhas coisas, odiando a desorganização, seja ela com os objetos ou até mesmo com os afazeres do dia-a-dia. No entanto existem coisas que escapam sempre ao controlo mais aprumado de um arrumadinho, no meu caso é uma das gavetas da mesa-de-cabeceira... Um paraíso da desarrumação!

Gosto de ter tudo no lugar, mas desde o início que sempre existiu um canto em que tudo o que era deixado de lado, depois de usado, teria o seu lugar para passar uns bons dias no desalinho. Esta gaveta é o meu caso de destaque porque tem de tudo, desde telemóveis antigos, a óculos, relógios que não uso, carteiras... Tudo o que é de pequeno porte tem espaço nesta gaveta e embora já tenha pensado em perder uns minutos a escolher o que deverá continuar no seu interior e o que poderá ir para o lixo ou começar a ser ocupante de outro lugar, o hábito de ver esta confusão cada vez que a abro fala sempre mais alto e afasta as hipóteses de qualquer tipo de limpeza.

Um caso em que não consigo controlar a minha mania de ter tudo controlado e arrumado! Afinal também consigo ser desarrumado!