Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Gala prometeu fogo e logo esfriou...

 

Domingo com todos os portugueses a serem convidados a ficarem mais por casa e Domingo de serão com o Big Brother que começou só mesmo no final de Outubro a ter algum jogo e guerras internas, dando assim maior interesse a quem gosta de um bom reality show de polémica, tricas e mexericos e guerras entre os amigos que já não o são. Agora já em Novembro a provocação da produção para com os concorrentes parece que veio para ficar, no entanto sem grande ação dentro da casa.

A noite de mais uma gala do Big Brother começou com o Pedro no centro de todas as atenções com imagens a passarem sobre a sua estadia na casa e os comentários que os restantes companheiros de casa têm feito. Será que no meio de todas as discussões onde esteve envolvido ao longo das últimas semanas o concorrente é o grande culpado ou o inocente no centro do jogo de todos os outros? A maioria dos não jogadores tem a sua opinião contra o Pedro, a Teresa fez intenção de dar a sua palavra contra o concorrente, o que ficou muito mal. Já para mim este cromo de Alverca sabe bem o que faz na casa, provocando e picando os miolos de quem explode com maior facilidade para que exista ação. Não seria uma pessoa com quem gostasse de lidar, mas não é este o estilo de concorrente que faz falta quase mesmo até ao final de cada edição para existirem ainda mais conflitos? O Pedro faz falta na casa pela controvérsia e a maioria dos não jogadores não entende que é isto que o público quer ver. Custa assim tanto entender que o Pedro é insuportável mas que acaba por ser importante no jogo para existir interesse?

Sai Pedro de cena e entra Rui Pedro em ação com as imagens do passado Domingo, após a gala, onde gritou e berrou aos ouvidos da Joana sobre ir fazer isto e mais aquilo, como voltou a repetir a meio da semana, com ameaças e confrontos que bem queria que fossem verbais mas perante as quais a concorrente ao não reagir conseguiu irritar ainda mais o Rui. Este jogador, que o é, dos poucos por sinal, para mim é intragável, como pessoa com quem também não gostaria nada de conviver e que acho que roça a má educação facilmente, desrespeitando qualquer um com palavras e mesmo atos. Um dos concorrentes mais nojentos que já passou pelos reality shows nos últimos anos pela sua maldade e forma de estar para com os outros, já que a sua palavra tem de ser a razão, não aceitando opiniões e rebaixando todos os que não estiverem do seu lado. 

E os atos da Joana que no Domingo parecia a grande vilã e que ao longo da semana com alguns conseguiu inverter o jogo? Na minha opinião a Joana acaba por ser a rainha desta edição, uma pessoa com quem é difícil de lidar mas que é importante para criar discórdia no programa, sabendo o que tem de ser feito para dar nas vistas, como tal que assim continue no jogo. A Joana é daquelas concorrentes que ou se gosta ou odeia, eu gosto praticamente desde o início e mesmo com os conflitos que tem criado ao seu redor não consigo deixar de gostar. Cada qual com os seus preferidos e se gosto desta vez de uma boa vilã de Cascais, então temos pena, meus caros!

Sem rumo e brilho segue o Big Brother

bb revolução.jpg

 

A gala do Big Brother da noite de 18 de Outubro começou com o derrubar do muro que não os deixava ver a vista para as belas praias da Ericeira, o que indiretamente significou que a partir de agora o exterior poderá enviar mensagens e levar os concorrentes a infringirem ainda mais as regras. Ao mesmo tempo este retirar da barreira significa, sinceramente, que o público pode ajudar a comandar um pouco mais as regras e contornos do jogo, pelo menos assim se espera, já que o lema desta gala com Teresa Guilherme foi mesmo a entrada do exterior na casa, a ver vamos se assim será daqui em diante e se a produção decide finalmente ouvir e ler o que é escrito e pretendido pelo público e não seguir o que aqueles peões pretendem a seu belo prazer. 

As nomeações começaram, pensavam os concorrentes, mais cedo desta vez, e logo de início todos tiveram de nomear um concorrente, ficando de fora os nomeados Carina, Liliana e Renato, e a ainda líder na altura Andreia, o que tramou a grupeta da alegria e tramou o Pedro, sem surpresas para o exterior, que ao ter chegado depois dos restantes serve como justificação para ser votado pela maioria. Não sabiam eles que o nome que mais ficasse votado nesta primeira ronda iria ficar ao critério do público ao longo da noite para ficar nomeado ou imune e claro que o público que, ao contrário da maioria dos concorrentes, sabe jogar acabou por atribuir imunidade com 73% da votação ao concorrente, tramando assim os restantes companheiros, que assim que o souberam no momento antes das nomeações verdadeiras ao final da noite ficaram como aziados.

Após semanas de críticas do público para este grupo de concorrentes, lá a produção decidiu usar os comentários e questões colocadas pelas redes sociais aos próprios concorrentes sobre as suas más prestações no jogo, o que quase nem existe entre este lote tão mau de selecionados. Rui Pedro quer ser o líder ou transformar todos em plantas? Joana é a mimada que incomoda muita gente? Plantas e mais plantas onde praticamente todos andam de um lado para o outro sem opiniões e reações, o que fazem na casa? Teresa Guilherme aproveitou o momento e passou para os concorrentes a sua opinião sobre a casa estar cheia de plantas desnecessárias. Em bom arrumou o tema e deu o chá aos concorrentes de forma bem direta, mas não acredito que este chá tenha servido para se emendarem, já que estes concorrentes são um completo erro de casting a todos os níveis. Teresa bem tentou que acordassem mas de nada parecem valer estas mensagens, já que não entendem que estão a fazer um mau programa de televisão, sem conteúdo e interesse. Entre os concorrentes e de forma prévia foram feitos comentários anónimos, alguns de forma bem direta e para provocar, outros mais leves porque vivem no mundo encantado do belo jardim da casa da Ericeira.

Momento André Filipe da noite com uma entrevista gravada em estúdio por Teresa ao ex concorrente antes do início da gala em direto. E o que achei foi que esta figura entrou na casa, baralhou todo o seu comportamento e saiu mal do jogo. Agora diz ter ficado os dez dias em jogo sem dormir, que tudo o que fez nos momentos antes de ser expulso foi para apelar pela paz na casa entre os concorrentes, o que à vista do público foi visto como um ato terrorista. Teresa conversou com ele, o que para mim foi uma tentativa de mostrar que a produção sempre apoio o concorrente após a sua saída, no entanto no final a apresentadora emocionou-se num momento onde mostrou verdade, mas a entrevista pareceu tão falsa que até doeu.

Não posso deixar de comentar os momentos inválidos da noite. Tentativa de debate entre Andreia e Rui Pedro na sala das decisões sobre quem foi o melhor líder entre os dois nas duas últimas semanas. Next. Rui Pedro e Jéssica Antunes no confessionário a verem as imagens dos últimos dias dos dois e a desmentirem o que todos percebemos, quer o que fazem de dia e de noite debaixo dos lençóis. Next. Se vem um triste casal, logo surge outro, ou seja, parte dele, no confessionário... A Jéssica sonsa Fernandes anda enrolada com o Renato, que levou o jogo dos casais bem definido mas que escolheu um par que lhe dá mais trabalho do que esperava. Ela foi falar em privado com a Teresa para mostrar uma curva da vida mais que contada e recontada pela própria na casa, a mais fraca contada até agora, muito em torno dos pais, de viver com os progenitores, sofrendo de bullying na escola e pensando no suicídio e vivendo posteriormente com a avó, voltando a casa mais tarde, recordando o primeiro amor, o início do fado na sua vida, e a entrada no reality show para ultrapassar o seu grande e último amor. Nada de novo e nem a forma de ser contada esta curva da vida conseguiu puxar pela emoção. Next. Como não existem dois sem três, eis que lá apareceram o homofóbico e ciumento André Abrantes e a falsa pudica Zena, com direito a dois vídeos sobre a semana e ainda serem apelidados pela Teresa como o《o casalinho com a cama mais gasta da casa》. Teresa criticou a forma como Zena se aproxima de Renato, provocando a concorrente e o seu próprio amigo de cama André, ajudando a apimentar a relação que mais parece um quarteto e que pode dar algum molho daqui a uns tempos.

O momento da expulsão da semana chegou com Carina, Liliana e Renato a seguirem para a sala das decisões. Com 54% da votação foi a Liliana a deixar o jogo por decisão do público, ficando Carina com 31% e Renato com 15% dos votos do público. Por muito que concorde com a saída da Liliana tenho a dizer que seria tão interessante ver o suposto galã Renato de saída para ver duas viúvas dentro da casa em busca do seu amor à distância com uma pequena diferença, uma ficava sem consolo e a outra seguia bem consolada com o seu amigo de cama, como tem feito até aqui.