Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

25
Mai19

Biblioteca de pessoas

O Informador

biblioteca de pessoas.jpg

 

A vida é feita de encontros, permanências, despedidas e ausências de pessoas que chegam pouco ou muito dizem para ficarem ou partirem de novo, deixando ou não a sua marca. As pessoas são como os livros que passam por cada leitor. Existirá assim dentro de cada um de nós uma biblioteca de pessoas que vai sendo composta com o passar do tempo. 

Existem os livros que quando chegamos já lá estão, tal como a nossa família que nos recebe e que ao longo dos anos vamos entendendo, apreciando, desfrutando e pesquisando cada pormenor perante situações. E depois existem os livros que nos vão surgindo, tal e qual as pessoas, ao longo de uma vida social. Os livros fechados e as pessoas mais livres e descomplexadas. Os livros que se tornam uma surpresa e as pessoas que com o tempo acabamos por nem lembrar. Os seres que chegam e percebemos que queremos manter para sempre e os livros perante os quais nem o nome fica na memória. Os livros que ficam para sempre no pensamento imediato por serem bons e as pessoas que valia mais nem se terem cruzado no nosso caminho. Os livros que perante as primeiras páginas logo entendemos que não vão revelar grande coisa e as pessoas que com o tempo demonstram que têm tanto para dar. Depois existem os livros resistentes que estão sempre lá como os amigos verdadeiros que no bem e no mal aparecem. Os livros de edição limitada que poucos conseguem ter e os mais vendidos que circulam pelas ruas como formigas que somente significam mais um. 

02
Jan19

Uma resolução de Ano Novo

O Informador

desejos.jpg

Um dos pedidos que é mais mesmo um acordo próprio que fiz para este novo ano que agora começou foi o de estar mais tempo e que o mesmo seja bem passado com as pessoas que me são próximas e queridas. 

Em 2018 admito que fui um pouco, talvez mesmo muito, desleixado com amigos e familiares mais próximos e agora em 2019 quero compensar esse meu estado de afastamento involuntário que acabou por acontecer pela minha «falta de tempo» que por vezes resulta um pouco por se ocupar o tempo com inutilidades quando o podemos usar com quem nos quer bem e precisa por vezes de nós, nem que seja por uns meros minutos. 

17
Dez18

Este Espaço é Teu! | Incapacidade de Agir

O Informador

força.jpg

Como pudemos ajudar alguém que amamos tanto a ultrapassar um problema de saúde, quando não temos na nossa mão a solução para o problema, a não ser ouvir, estar presente e dar apoio, nestas alturas sentimos-nos tão impotentes.

Anónimo,

Mensagem deixada na caixa Este Espaço é Teu!

Acredito que seja um verdadeiro sentimento de incapacidade perante a necessidade de agir, precisando de mostrar força e coragem com o espírito de que tudo vai correr da melhor forma, mesmo quando à partida já se sabe que o futuro não será assim tão risonho como se tem de transmitir a quem mais do que nunca necessita de um apoio que tem de surgir de todos os lados. Por vezes é mesmo quem está doente quem transmite aos que estão ao seu redor o positivismo de que todos necessitam naquele momento em que uma súbita doença tudo muda mais do que uma vida que segue num rumo que fica congelado de forma indefinida.

O sentimento de impotência e verdadeira incapacidade para fazer o que não está nas nossas mãos, meros seres mortais. Agarrar um conflito interior em que é necessário ganhar forças para transmitir a quem necessita mais do que nunca de nós, mas ao mesmo tempo encontrar um refúgio para que nos momentos a solo consigamos recuperar a coragem para que o abatimento pessoal não nos leve por um complicado caminho em que depois nem para nós nem para quem precisa do nosso apoio. 

03
Dez18

Este Espaço é Teu! | Amor Homossexual

O Informador

amor.jpg

O amor não é para todos.

A homossexualidade não é uma escolha.

Não sei se não nasci para o amor ou se este não é para mim. Como poder dar-lhe a mão, caminhar lado a lado, ver as estrelas, partilhar um chocolate quente… E não falar de sexo durante 12 a 24h do dia? Como encontrar quem goste de mimar e ser mimado, de afetos e não dê prioridade ao sexo anal?

Tal como dizem alguns gays assumidos "Tu não és gay!" Será? Mas é com ele que sonho banhar-me, abraçar, trocar confidências Somente o anal nada me diz, a não se dor ou um órgão cujo encanto não compreendo.

E se abrasasse? A rejeição. Sou mais velho, não obedeço aos critérios anatómicos tidos como cativantes nos nossos dias… Para o amor não nasci.

Anónimo,

Mensagem deixada na caixa Este Espaço é Teu!

 

Orientações! Nada define uma pessoa através dos seus gostos. Amar! Afinal o que é o Amor? Amar uma pessoa do sexo oposto ou do mesmo sexo? O que significa na verdade ter a palavra Amor como definição do que se sente pelo outro? O ser humano gosta de pessoas ou tem necessariamente de se sentir atraído por quem está do outro lado da barricada? Não nos podemos sentir atraídos a nível físico e intelectual por alguém igual a nós? Sexualidade, raça, religião... Diferenças existem mas não estamos aqui para aprendermos em sociedade a lutar e incentivar igualdades para o bem comum de todos?  E uma relação de afeto tem de ter necessariamente sexo? Quem não ama sem ir para a cama?

26
Nov18

Este Espaço é Teu! | Existem empregos de sonho?

O Informador

emprego dos sonhos.png

Detesto a importância que o dinheiro tem na sociedade! É um sufoco quando é pouco e uma liberdade quando é muito. O dinheiro para mim representa a qualidade de vida que podemos ter. Adorava voltar a estudar, viajar, ter experiências e poder ajudar outras pessoas sem ter de pensar em como pagar as contas no final do mês. Diria até que se eu tivesse as minhas despesas básicas asseguradas e que desse para investir em algo que criasse mais riqueza, faria voluntariado todos os dias e com propósito. Ajudar quem precisa.

Na realidade eu acredito que não estamos a viver o nosso propósito de vida se trabalharmos por dinheiro. Cada dia que trabalho a fazer algo que não gosto, sinto que é um dia da minha vida, desperdiçado!

Adorava ter a liberdade financeira para trabalhar por gosto ou quando me apetecesse!

Tenho medo que as pessoas possam dizer que sou "dondoca", ou que não quero fazer nada da vida, que quero estar encostada, porque o trabalho duro é visto como algo nobre...

Mas na realidade eu acredito simplesmente que podemos fazer algo mais na vida para além de trabalhar, aliás que devemos trabalhar com significado e com um propósito e não só por dinheiro.

Anónimo,

Mensagem deixada na caixa Este Espaço é Teu!

 

Tão verdade! Este é daqueles pensamentos que, todos ou quase todos, deveremos ter e que poucos conseguem admitir. Trabalhamos por necessidade e muitas vezes sem nos sentirmos completos porque os empregos de sonho, onde conseguimos aliar o trabalho à realização pessoal, raramente surgem. Adorava conseguir encontrar aquele emprego, seja criado por outros ou por mim, onde percebesse que tudo é feito por gosto. Acordar de manhã e pensar em «como sou feliz com o que faço». Isso não acontece, embora por vezes pensemos que andamos lá perto, mas a perfeição entre a obrigação e o gosto é rara, acabando por mais cedo ou mais tarde se conseguir perceber que a balança não está assim tão equilibrada como seria desejado.

23
Nov18

Este espaço é Teu!

O Informador

caixa de correio.jpg

Que tal transformar, pelos próximos tempos, um pouco este blog num espaço em que vocês podem entrar de forma mais intensa?

Através da caixa Este espaço é Teu! todos são convidados a deixarem de forma anónima o seu testemunho de uma situação menos boa, de um problema que vos anda a atormentar, os sonhos e as tristes realidades, um passado menos bom ou o presente positivo. Através de uma curta mensagem ou de texto mais longo partilha comigo o que quiseres e depois o mesmo será partilhado, de forma anónima, uma vez que a caixa Este espaço é Teu! nem tem espaço para colocares nome nem forma de contacto. Ao publicar o que partilhaste, irei comentar e dar também a minha visão sobre o tema, deixando depois a publicação disponível para todos a poderem ler, refletir e poderem deixar o seu testemunho sobre o tema e as suas experiências que podem ser bem semelhantes!

01
Ago18

À vontade!

O Informador

liberdade amizade.jpg

Na vida vamos sendo surpreendidos quando menos esperamos e se existem situações e pessoas que por maior ligação que se tenha não conseguimos sentir um grande à vontade quando os visitamos no seu espaço, existem outras com quem nos cruzamos pela primeira vez e que logo sentimos um acolhimento tão genuíno que uma primeira visita parece ser um acontecimento rotineiro onde já sabemos os cantos da casa, não existindo qualquer tipo de constrangimentos pela primeira vez.

Um à vontade que não é possível com todos, só mesmo com quem se mostra um bom anfitrião que abre as portas de sua casa sem reservas e com o espírito de acolher quem chega e que quer manter na sua vida. Absolutamente livre e com um à vontade que poucas vezes acontece para logo me sentir como se estivesse em casa.

A genuinidade das pessoas encontra-se do nada e quando percebemos que não existem disfarces. É raro conseguir chegar e logo encontrar alguém com capacidade de me surpreender tanto pela positiva, para mais quando o caso acontece com toda uma família onde a simplicidade e a forma de estar acabam por seguir de encontro à forma de estar e pensar que tenho atualmente na vida. 

Por isto só tenho de agradecer!

banda-desenhada-mrec

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Comentários recentes

Pesquisar

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook