Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

O Recluso | Freida McFadden

Alma dos Livros

o recluso capa.jpg

Título: O Recluso

Título Original: The Inmate

Autor: Freida McFadden

Editora: Alma dos Livros

Edição: 1ª Edição

Lançamento: Janeiro de 2024

Páginas: 320

ISBN: 978-989-570-196-4

Classificação: 3 em 5

 

Sinopse: Há três regras capitais que Brooke deve seguir quando é contratada como técnica de enfermagem de um estabelecimento prisional masculino de segurança máxima: 1.ª Tratar todos os prisioneiros com respeito. 2.ª Não partilhar quaisquer informações pessoais. 3.ª Nunca desenvolver intimidade com nenhum dos reclusos.

O que ninguém na prisão sabe é que Brooke já quebrou as regras. Um dos reclusos mais perigosos é um ex-namorado seu: Shane Nelson, a estrela de futebol americano do tempo da escola e o autor de uma série de assassínios horríveis. Ele foi condenado a passar a vida atrás das grades. Ela foi quem testemunhou para que isso acontecesse. Shane sabe disso. E nunca se irá esquecer. 

 

Opinião: Brooke é contratada para ser uma das enfermeiras responsáveis de um estabelecimento prisional quando regressa para a sua cidade natal, onde cresceu e de onde saiu quando levou consigo um segredo bem guardado, um filho a ser gerado, Josh. Ao regressar às suas origens e de forma um pouco propositada, começa a mexer com o seu passado ao saber que um dos reclusos é o seu ex-namorado, Shane, que ajudou a colocar na prisão, isto ao mesmo tempo que se deixa conquistar por um dos seus antigos melhores amigos, Tim, que pode saber mais do que o esperado sobre o que levou a toda a reviravolta nas suas vidas. 

O Segredo da Criada | Freida McFadden

Alma dos Livros

o segredo da criada.jpg

Título: O Segredo da Criada

Título Original: The Housemaid´s Secret

Autor: Freida McFadden

Editora: Alma dos Livros

Edição: 1ª Edição

Lançamento: Setembro de 2023

Páginas: 320

ISBN: 978-989-570-155-1

Classificação: 4 em 5

 

Sinopse: Cinco anos após os acontecimentos de A Criada, Millie pensa que pode construir uma vida «normal», formando-se como assistente social e trabalhando para outra família rica... mas está muito enganada!

Misterioso, intenso e viciante como um verdadeiro thriller deve ser!

«Millie, nunca entre no quarto de hóspedes...» Uma sombra abate-se sobre o rosto de Douglas Garrick ao tocar na porta do quarto com a ponta dos dedos. «É que... a minha mulher... está muito doente». Enquanto me continua a mostrar o seu incrível apartamento penthouse num dos prédios mais vistosos da cidade, tenho um pressentimento terrível sobre a mulher fechada naquele quarto.

Mas não posso arriscar-me a perder este emprego - pelo menos se quiser continuar a manter o meu segredo. É difícil encontrar empregadores que não façam muitas perguntas, especialmente sobre o passado. Nesse aspeto, agradeço a sorte de os Garrick me terem contratado.

Posso trabalhar aqui durante algum tempo, ficar sossegada até conseguir o que quero. Arrumar e limpar a sua deslumbrante penthouse de vista panorâmica sobre a cidade e preparar-lhes refeições sofisticadas na sua cozinha reluzente. O emprego quase perfeito.

Só ainda não conheci a Sra. Garrick, nem espreitei o quarto de hóspedes.

Tenho a certeza que a ouço chorar às vezes. Também já reparei em manchas de sangue na gola das suas camisas de dormir quando estou a lavar a roupa. Um dia, não consigo evitar bater à porta. E, quando se abre suavemente, o que vejo lá dentro muda tudo...

 

Opinião: Conheci Millie em A Criada e a primeira experiência correu-lhe tão bem que cinco anos depois voltei a encontrar esta mulher, agora uma estudante de assistente social a trabalhar ao mesmo tempo para uma nova família rica, os Garrick, onde, como parece ser cliché na sua vida, o que parece volta a não ser, existindo todo um processo de drásticas descobertas pela frente em meras semanas de trabalho. Caso para se dizer que Millie atrai problemas sempre que recomeça uma nova etapa na sua vida!

A Cirurgiã | Leslie Wolfe

Alma dos Livros

a cirurgiã.jpg

Título: A Cirurgiã

Título Original: The Surgeon

Autor: Leslie Wolfe

Editora: Alma dos Livros

Edição: 1ª Edição

Lançamento: Agosto de 2023

Páginas: 280

ISBN: 978-989-570-157-5

Classificação: 4 em 5

 

Sinopse: Uma médica conceituada é acusada da morte de um paciente na sala de operações. Será culpada ou inocente?

Antes de o meu mundo desabar, eu tinha tudo. A carreira de sucesso com que sempre sonhara. A bela casa onde podia sentar-me e relaxar confortavelmente depois de um longo dia de trabalho. O marido mais bonito e dedicado que poderia desejar, cujo sorriso encantador sempre me fizera sentir segura.

Até hoje nunca tinha perdido um doente.

Até hoje nunca tinha operado ninguém que odiava.

Quando declarei o óbito, a minha voz estava firme: «Hora da morte 13:47». Todo o pessoal, médicos e enfermeiros na sala de operações ficaram em silêncio à minha volta, a olhar para mim, confusos e preocupados. As minhas mãos tremiam dentro das luvas. O meu olhar deslizou pelas frias paredes de azulejo, com o coração a bater aceleradamente dentro do meu peito.

Se tivesse sabido antes de quem se tratava teria pedido a um colega que me substituísse. Ninguém estranharia; é um procedimento habitual não operar amigos, familiares ou... qualquer outra pessoa que possa comprometer a capacidade do cirurgião agir na sala de operações. Teria sido fácil. Mas que outra escolha podia ter feito depois de o reconhecer na sala de operações? E o que vou fazer para me proteger, se alguém descobrir?

 

Opinião: 13h47 é o momento em que a Dra Anne Wiley declara o seu primeiro óbito após uma cirugiã que não teve o desfecho pretendido. Até então na sua carreira não existiam mortes pelo caminho, no entanto quando o coração de Caleb Donaghy deveria ter começado a bater o mesmo não aconteceu e após o início das manobras de reanimação a conhecida Dra deixa que a sua curiosidade tome conta de si, espreitando para o outro lado do pano onde percebe que aquele homem não lhe é totalmente desconhecido. O óbito é declarado nesse momento e a partir daqui o leitor é convidado a entrar num thriller que o deixa sem fôlego por se perceber que a cada momento uma nova informação vai ser dada e que o que parece não o é até ao momento final.

A Rapariga do Lago Silencioso | Leslie Wolfe

Alma dos Livros

a rapariga do lago silencioso.jpg

Título: A Rapariga do Lago Silencioso

Título Original: The Girl From Silent Lake

Autor: Leslie Wolfe

Editora: Alma dos Livros

Edição: 1ª Edição

Lançamento: Outubro de 2022

Páginas: 352

ISBN: 978-989-570-044-8

Classificação: 3 em 5

 

Sinopse: Quando um crime abala a comunidade de Mount Chester, a detetive Kay Sharp vê-se obrigada a voltar à sua terra natal, de onde partira há muito tempo e prometera não mais regressar.

Uma mulher de fora da cidade tinha sido encontrada morta, coberta pelas folhas das árvores e envolta num cobertor, perto de um lugar conhecido como o Lago Silencioso.

Kay reconhece imediatamente os sinais de um assassino em série – a natureza dos rituais que está presente no cenário do crime revela que é apenas uma questão de tempo até que ele ataque novamente...

Alison Nolan é mãe solteira e decide partir de férias com a sua filha Hazel, para aproveitarem um tempo precioso juntas. Quando chegam aos arredores do Lago Cuwar, onde as montanhas estão cobertas de neve e iluminadas pelos maravilhosos tons do outono, percebe que é exatamente aquilo de que precisavam. Porém, poucas horas depois de lá chegarem, as duas desaparecem misteriosamente.

O instinto de Kay diz-lhe que aqueles dois casos podem estar ligados. Enquanto lidera uma busca frenética para encontrar o culpado, Kay tem de lutar contra a população da cidade que protesta por ela estar a fazer demasiadas perguntas. Conseguirá ela encontrar o assassino antes que seja tarde demais?

 

Opinião: Leslie Wolfe lança uma nova série com A Rapariga do Lago Silencioso e dá a conhecer Kay, uma ex-agente do FBI, ao leitor. Com memórias dolorosas perante a sua infância e com a dor de ter o irmão atrás das grades, esta mulher retoma angustiada à vila que a viu crescer para encontrar um refúgio e ao mesmo tempo perceber os motivos que levaram à condenação do seu irmão.

Já instalada, Kay começa a perceber que jovens mulheres estão desaparecidas, e mesmo sem ter o distintivo das autoridades locais, coloca o seu papel de investigadora em marcha seguindo contra as regras, interferindo nas investigações em vigor, dando dicas e seguindo os seus instintos na procura da verdade. O seu trabalho paralelo às investigações oficiais levam o detetive Elliot a procurar o seu contributo e a coloca-la no centro de toda a ação como um bom recurso na procura do assassino em série que tem atormentado a população. A partir daqui presente e passado começam a revelar ligações profundas perante o que vai sendo descoberto e o que levou Kay a deixar as suas raízes antes acaba por voltar à tona e a criar múltiplos sentimentos de frustração e indignação.

A Criada | Freida McFadden

Alma dos Livros

a criada.jpg

Título: A Criada

Título Original: The Housemaid

Autor: Freida McFadden

Editora: Alma dos Livros

Edição: 1ª Edição

Lançamento: Junho de 2023

Páginas: 336

ISBN: 978-989-570-112-4

Classificação: 4 em 5

 

Sinopse: «Bem-vinda à família», diz Nina Winchester enquanto me cumprimenta com a sua mão elegante e bem cuidada. Sorrio educadamente e olho para o longo corredor de mármore.

Este emprego caiu-me do céu. Talvez seja a minha última oportunidade para mudar de vida. E o melhor de tudo é que aqui ninguém sabe nada acerca do meu passado. Posso esconder-me e fingir ser aquilo que eu quiser. Infelizmente, não tardo a descobrir que os segredos dos Winchester são muito mais perigosos do que os meus…

Todos os dias limpo a bela casa dos Winchester de cima a baixo, vou buscar a filha deles à escola e cozinho uma deliciosa refeição para toda a família antes de subir e comer sozinha no meu quarto minúsculo no sótão.

Tento ignorar a forma como Nina gera o caos só para me ver limpar. Como conta histórias inverosímeis sobre a filha. E como o seu marido, Andrew, parece cada dia mais destroçado. Quando o vejo, e àqueles belos olhos castanhos tão tristes, é difícil não me imaginar no lugar de Nina. Com o marido perfeito, a roupa chique, o carro de luxo. Um dia, experimentei um dos seus vestidos só para ver como me ficava. Mas ela percebeu... e foi aí que descobri porque é que a porta do meu quarto só trancava pelo lado de fora...

 

Opinião: Encontrei-me com A Criada desde o primeiro instante em que Millie entra numa maravilhosa casa para ser entrevistada por Nina que procura contratar uma empregada interna. Acreditando ter esbarrado com o emprego dos seus sonhos, esta ex reclusa não hesita em aceitar a proposta, para mais podendo desfrutar de uma bela casa com um ordenado generoso e sem se preocupar em procurar um teto onde dormir.

A partir daqui os desaires começam a suceder e o sonho generoso começa a tornar-se num autêntico pesadelo quando Millie percebe que Nina não é a dondoca simpática que conheceu no primeiro impacto, mas estará esta senhora a agir sem segundas intenções? E porque Andrew, o marido giro e bem parecido, nada faz quando percebe que a sua esposa está obcecada em atirar a nova empregada para o centro do furacão? No meio disto tudo existe Cece, uma criança que parece deambular consoante as ondas dos adultos para se ajeitar ao sabor do vento e Enzo, o jardineiro que "sabe mais que a Lúcia" sobre tudo o que se passa dentro daqueles muros opressivos. 

 

O Homem que Sabe Pensar [James Allen]

o homem que sabe pensar.jpg

Autor: James Allen

Editora: Alma dos Livros

Lançamento: Novembro de 2016

Edição: 1ª Edição

Páginas: 72

ISBN: 978-989-997-050-2

Classificação: 2 em 5

 

Sinopse: Um clássico intemporal que tem inspirado milhares de leitores em todo o mundo, influenciado pensadores, filósofos e teólogos ao longo de décadas e, desde que foi publicado, tem sido citado e elogiado vezes sem conta por autores das mais diversas áreas. Mostra-nos que a nossa mente guia os nossos passos ao longo do caminho da vida e que aquilo que pensamos influência diretamente a nossa vida, algo que, muitas vezes, subestimamos. Mas, como começar e onde é que podemos procurar respostas? Como é que alcançamos a clareza de mente necessária que nos traz a iluminação e a felicidade? Este livro oferece respostas claras a essas perguntas.

 

Opinião: O Homem que Sabe Pensar reflete o poder do pensamento na nossa vida e no caminho que cada um, de forma individual, segue. O bem e o mal em opções diárias aparecem de forma coordenada para se seguir em frente e é ai que começam a surgir os caminhos que a mente vai selecionado para que se percorram sentidos derivados dos acontecimentos anteriores. 

Atual leitura... O Homem que Sabe Pensar [James Allen]

Numa fase de mudanças profissionais que acabam por sempre afetar a vida pessoal pela inconstância do momento por não saber como irá agora ser o futuro após dez anos no mesmo emprego, um guia espiritual conseguirá dar alguma ajuda para ver o futuro de outro modo?

Irei tentar perceber as explicações e ideias partilhadas em O Homem que Sabe Pensar, de James Allen, para de certo modo as poder aplicar nas ações e pensamentos, de forma a tentar acalmar um pouco o pessimismo do momento e abrir a mente para o que poderá surgir de bom daqui em diante a nível profissional que consequentemente se traduz num bem-estar pessoal também. 

Três Homens num Barco

Três Homens num Barco.jpg

Autor: Jerome K. Jerome

Lançamento: Novembro de 2016

Editora: Alma dos Livros

Páginas: 224

Classificação: 3 em 5

 

Sinopse: A vida, às vezes, pode ser aborrecida. Férias precisam-se. Três amigos (e um cão) decidem fazer uma viagem ao longo do rio. Depois de uma preparação atribulada, embarcam numa jornada que se transforma num acontecimento ímpar nas suas vidas. O pequeno barco transforma-se no epicentro de uma série de aventuras e peripécias inusitadas, tão absurdas como caricatas, reunindo uma variedade de temas improváveis como sátira social, filosofia e humor numa descrição absolutamente feliz e conseguida da natureza humana. Um livro bem-humorado e divertido, que faz o elogio da vida ao ar livre, da vida boémia, da amizade e dos afetos, da busca do sentido da vida, das férias de verão intermináveis e da suave memória dos tempos já idos. 

Apesar de contar uma história na qual está tudo continuamente a dar errado, este livro narra uma viagem incrível e divertidíssima e transforma-se num autêntico manual de autoajuda literária que nunca esqueceremos e que todos deveriam ler.

 

Opinião: Três Homens (e um cão) num Barco poderia ser o tema de uma tragédia e não é que isso não anda assim tão longe da cómica história do livro de Jerome K. Jerome? Publicado originalmente em 1889, Três Homens num Barco conta a viagem de barco de três amigos ao longo de duas semanas pelo rio Tamisa. Barco na água, corpos cansados prontos para descansarem ao longo da viagem, um cão como companhia, mantimentos a bordo e várias peripécias a caminho porque numa viagem onde existe tudo e mais alguma coisa que não dá para controlar o resultado só poderia dar asneira. 

Com um certo grau cómico, este livro tem variadíssimos momentos em que consegue levar o leitor para um sorriso fácil, o que raramente me aconteceu, talvez pelo estado de espírito que atravesso no momento não sei. Percebo que existe um bom humor nas histórias que vão sendo contadas do passado ao longo da viagem e também das peripécias que surgem ao longo dos quinze dias de travessia, mas não consegui entrar totalmente no barco para me tornar o seu quinto passageiro. Caos, ingenuidade, complicação, aventura, contra-tempos, amizade e companheirismo são alguns dos fatores presentes neste livro que é contado de forma simples mas que ao cruzar o presente com o passado acaba por atrapalhar o leitor se aquela palavra que revela que iremos entrar numa recordação escapar na leitura. 

Atual leitura... Três Homens num Barco

O jornal The Guardian elegeu os 25 melhores romances de sempre recentemente e entre eles está Três Homens num Barco, o livro que irei começar a ler. Lançado recentemente numa nova edição pela Alma dos Livros, esta obra de Jerome K. Jerome tem conquistado os leitores mundiais através das suas edições por vários países e eu, que não sou de modas, irei agora embarcar com este trio de pessoas que fazem tudo de forma errada mas que mesmo assim se divertem. A vida é para levar a sério quando existe verdadeira amizade, juventude e uma boa dose de existência?