Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Alimentos que devemos comer com a ajuda da DNANudge

eat-site.jpg

 

Uma startup britânica chamada DNANudge apresentou uma aplicação para dispositivos móveis (smartphones) no qual as pessoas podem controlar as suas dietas com base na sua própria genética. Primeiramente, o que tem de ser feito, é enviares uma amostra da saliva retirada com um cotonete para ser enviada à sede da empresa em Covent Garden, Londres, e em menos de uma hora, e assim que lá se encontrar, a amostra é analisada e conseguirás obter um mapa do teu perfil genético com a finalidade em identificar qualquer risco de desenvolver doenças como a diabetes e a hipertensão.

Este aplicativo chamado DNANudge, usa a biologia para educar e orientar as pessoas para que tenham um maior número de alternativas e possam ter um estilo de vida saudável a longo prazo. Podes obter mais informação sobre esta aplicação, visitando o web site: https://www.jackpotcitycasino.com/brazil/blog/a-dieta-genetica-do-dnanudge/

Através desta aplicação, sempre que fores ao supermercado, tens a opção de digitalizar o código de barras dos produtos alimentares que te interessam, e uma luz verde irá indicar se o produto é recomendado e saudável dentro dos teus parâmetros alimentares, enquanto se uma luz vermelha aparecer, isso indicará que o produto alimentar não é adequado para a tua saúde.

Para uma experiência mais confortável, podes adquirir uma pulseira, muito parecida às pulseiras de fitness, que se conectam com a aplicação DNANudge do teu dispositivo móvel e pode ser utilizada para digitalizar os códigos de barras dos produtos alimentares que vendem nos supermercados, sem a necessidade de usar a câmara do telemóvel. Ou seja, a informação é sincronizada com esta pulseira que te ajuda a fazeres as tuas compras dos produtos alimentares que mais te convêm.

 

Objetivo deste aplicativo

O objetivo deste aplicativo chamado DNANudge não é que pares de comer bolachas, bem pelo contrário, podes comer as melhores bolachas com base no teu DNA e no teu estilo de vida. Nesse caso, o DNANudge irá auxiliar-te a comer o que gostas com algumas mudanças de marcas ou alternativas de produtos.

Mais vistos em 2018

A equipa do Sapo Blogs já nos enviou o Relatório Anual de cada blog correspondente a 2018, embora ainda faltem uns dias para terminar o ano. Com isto e porque acho que todos vocês, que passam por aqui diariamente ou de quando em vez, merecem e podem saber um pouco mais sobre alguns dados disponibilizados pelas estatísticas, deixo-vos assim as publicações mais visitadas no blog ao longo dos últimos doze meses. 

  1. Fita de finalista da afilhada
  2. Fita de finalista para o primo
  3. As fitas de finalistas...
  4. Quem Me Dera | Mariza
  5. Costa leva novo chá de Marcelo
  6. Finalmente existe ação na Antiga Feira Popular
  7. Dor de cabeça com falta de café
  8. Atual leitura... Nada Menos Que Tudo [Afonso Noite-Luar]
  9. Secret Story 7 | A Estreia
  10. 10 alimentos consumíveis fora de prazo

Grilos em alternativa da Carne

grilo.jpg

As sociedades orientais têm nos grilos um dos alimentos de eleição. Nós, pelo Ocidente, não estamos assim tão habituados a este estilo de alimentação, mas o que é certo é que jovens cientistas do Porto indicam que o grilo é um bom substituto da carne. 

Encaminhados para representarem Portugal na 30ª edição do Concurso Europeu de Ciência, a realizar-se em Dublin, na Irlanda, de 14 a 19 de Setembro, com o projeto Entofarm.pt, Mário Ribeiro, João Maria Leite e Catarina Brandão são os alunos do Colégio Luso-Francês do Porto que pela alçada da professora Rita Rocha, responsável pelo projeto, irão mostrar como os grilos podem ser uma excelente alternativa proteica ao consumo de carne. Segundo Rita Rocha à Lusa, «O nosso objetivo era criar uma alternativa proteica ao consumo de carne e, depois de vários meses de pesquisa, descobrimos que em 100 gramas de grilo, 70 gramas são de proteína, o que é considerado uma bomba proteica. Decidimos abraçar esta espécie pelas qualidades nutricionais que tem, tendo também em conta que o grilo está distribuído por quase todo o planeta e que não é uma espécie em extinção.», explica. Ao longo do estudo e com vários testes em laboratório feitos a quinhentos grilos comprados, os jovens cientistas conseguiram chegar ao fim de oito semanas com cerca de dois mil grilos capacitados para serem consumidos.

Só que existe um mas sobre toda esta questão do consumo de grilos nos países ocidentais, tal como referi no início. Como é difícil comer grilo na Europa, a opção deste estudo recairá por transformar os animais em farinha para que possa assim entrar no mercado de forma mais fácil como um suplemento para com outros alimentos. A equipa do projeto já se encontra em negociações com empresas para que a farinha de grilo seja utilizada na aquacultura como alternativa às rações dos peixes, numa fase inicial, para depois poderem entrar por outros mercados. 

 

Feeling Animals, todos a ajudar!

feeling.jpg

Em 2015 o grupo de voluntários Feeling Animals começou a colaborar com famílias e residentes nos bairros sociais da Amadora para melhorar as condições dos animais de estimação e também dos animais que circulam pelas ruas daquelas zonas. Através da vacinação, desparasitação, esterilização e alimentação, este grupo de voluntários tem ajudado as famílias mais carenciadas a manter os seus companheiros de quatro patas nas melhores condições de vida através do fornecimento de bens alimentares e com os cuidados de higiene necessários. 

Nos dias que correm, em média, cinco animais são levados por semana para serem esterilizados, o que perfaz um valor de 170€ semanais, só que nas últimas semanas a lista de espera para esterilizações aumentou significativamente e neste momento o grupo tem 35 animais a aguardar possibilidade financeira para poderem ter ajuda. 

As responsáveis pela Feeling Animals, Andreia e Bárbara, lançaram assim numa ação de solidariedade nacional uma campanha de crowdfunding com a finalidade de angariarem parte do valor de que precisam para poderem chegar a um maior número de casos o mais rapidamente possível. Este é o link da campanha - https://ppl.com.pt/causas/feeling-animals - onde podes fazer o teu donativo solidário para poderes ajudar estes animais que precisam de cuidados de variados níveis.

Stress? Eis os alimentos que o combatem!

salmão.jpg

As pessoas que sofrem de algum stress acima do normal podem descansar porque surgem notícias com dados comprovados com alguns alimentos que podem ajudar os stressados desta vida!

No dia-a-dia todos estamos sujeitos a situações de stress, quer seja em casa, no trabalho, no trânsito ou até nas compras, mas existem alimentos que podem ajudar a tranquilizar o mais stressado de todos nós. O site Health divulgou a lista com os cinco alimentos que mais apoiam a redução do stress que se pode manifestar de várias formas emocionais, pelo cansaço e dores corporais. 

As verduras que ao produzirem dopamina, um químico cerebral responsável pelo prazer e que acabam por acalmar os níveis de tensão. O chocolate negro tão bem conhecido por ser um ótimo anti-stress através dos antioxidantes do cacau que ajudam a provocar um efeito relaxante sobre os vasos sanguíneos, ajudando a uma melhor circulação. O salmão por ser um peixe rico em ómega3 com as suas propriedades anti-inflamatórias. O peito de peru por ser rico em triptófano, o aminoácido que ajuda a regular a fome e os sentimentos de bem-estar e felicidade. E o iogurte que apoia a regulação de um possível mal-estar que o stress pode colocar através de dores intestinais. 

Estarei no bom caminho?!

comer.jpg

 07h30 - Pequeno-almoço

09h30 - Segundo Pequeno-almoço

11h30 - Terceiro Mini Pequeno-almoço

12h45 - Almoço

15h15 - Lanche

17h20 - Segundo Lanche

18h45 - Terceiro Mini Lanche

20h00 - Jantar

00h00 - Ceia

 

Claro que os horários podem variar uns minutos mas estão mais ou menos dentro do que é habitual!

Sem rótulos

image.jpeg 

O guloso foi comprar uns folhados para a viagem e a escolha recaiu somente pelo que os olhos viam, já que ingredientes e composição não estavam disponíveis na caixa do produto, ao contrário do que é indicado na etiqueta do preço. Então não é obrigatório o cliente saber ao certo o conteúdo do que está a comer?

Neste caso o nome do produto está lá quase todo, embora os ingredientes não estejam, mas existiam uns outros folhados que nem mencionavam o que estava no seu interior. Seriam folhados somente de massa folhada?! 

João Paulo Rodrigues na capa do momento!

men.jpg

João Paulo Rodrigues faz a capa do momento na Men's Health e por muito que custe a admitir existe inveja com o que o apresentador conseguiu fazer ao longo de oito meses. Ginásio diário, alimentação rigorosa e empenho parecem ter sido os três elementos essenciais de João Paulo para alcançar esta transformação que causou impacto nacional ao ponto de colocar as redes sociais a comentarem, já não bastando as conversas de café!

Tenho a confessar que fiquei mesmo a pensar que o exercício tem de tomar lugar de forma mais rigorosa na minha vida, não bastando umas corridas semanais com uns exercícios ligeiros. Tenho também a confessar que, tal como muitos homens e não só, fiquei espantado e com algum mal-estar por este sucesso fisico que a estrela televisiva conseguiu alcançar em tão pouco tempo!

Conseguirá esta capa alterar hábitos para seguir os passos de João Paulo Rodrigues? Vamos ver!

Eu engordar? Nem pensar!

«Toda a gente tem aquele amigo que come, come e nunca engorda! Esse amigo sou eu!» Digam lá se não é verdade?! Por vezes sinto a inveja de quem me rodeia ou que por um motivo ou outro teve a infeliz coincidência de partilhar algumas refeições comigo, isto porque aparecem aqueles comentários do estilo... «Como é que tu nunca engordas com o tanto que comes?» Pois, é a sorte da genética!

Sempre fui assim mais magro que a maioria dos rapazes e embora tenha sido sempre um garoto de alimento, a fase da engorda ainda não se apoderou da minha pessoa! Gosto de manter as refeições a tempo e horas e sou regulado com isso porque além de sentir fome, sei que comer é uma obrigação para o meu bem estar. No entanto, e porque como bem e tenho a sorte de não engordar, por vezes, e mais por parte das meninas, sinto algum pico de ciúme por me verem a comer o que me apetece sem sentir as consequências!

Existe quem coma uma grama e engorde essa mesma grama, eu como uma grama e tenho mantido o meu peso de há anos para cá! Sorte da genética? Parece que esta herança me foi passada através das gerações passadas porque aqui por casa, falo de pai e mãe, as coisas não acontecem da mesma forma!

Eu sou o amigo dos meus amigos e conhecidos que pode comer o que quiser que não engorda! A isto chama-se sorte, não é verdade?