Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

oportunidades-970x250-billboard

Alentejo é sossego

  O tempo passa, a idade avança e o auto conhecimento toma lugar. A par disto também vamos percebendo que da agitação do dia-a-dia começamos a dar valor ao descanso e paz das terras rurais. O que vos posso dizer é que vivendo em Alenquer, a um passo de Lisboa, as minhas idas ao Alentejo só me têm mostrado que quanto mais vou para o sossego mais apetece ficar. Adoro toda a zona de Évora, gostaria um dia de me mudar para a região e se em tempos a confusão das redondezas da (...)

Animais abandonados

Meio da tarde, tudo a decorrer dentro do normal, duas colegas começam a falar alto porque na rua um casal numa auto-caravana acabava de abandonar dois cachorros junto à entrada da empresa.  Um casal asiático, que estaria certamente de passagem pela zona, deixou estes pequenos cachorros, com pulgas e carraças, junto ao portão da empresa. Quando os fomos buscar, tivemos de os tirar debaixo dos carros porque ficaram com medo e fugiram, mas rapidamente vieram ao chamamento e lá os (...)

Perigo desnecessário

Há dois meses que passo numa estrada em que logo reparei que existia um poste de eletricidade em condições menos próprias para ainda não ter sido substituído, tal como pode ser visto na imagem. Pergunto-me como é que a Câmara Municipal de Alenquer ainda nada fez para que esta situação tivesse sido resolvida.  Certamente este incidente terá ocorrido após algum embate de um veículo com alguma velocidade e desde ai tentaram deixar o poste tal e qual como ficou, com a segurança (...)

Vergonha na Saúde

Mês após mês é esta a imagem que pode ser retida pela porta do Centro de Saúde do Carregado, concelho de Alenquer, no primeiro dia útil de cada mês. Filas que se acumulam durante horas ao longo da noite anterior, como costumam relatar várias testemunhas que passam pelo local ou que vivem pelas redondezas, como é o caso de Anita Deus (...)

Vila bonita para a feira!

A vila vai estar enfeirada daqui a uns dias e agora tem sido tão comum ver os empregados camarários todos juntos, como se tivessem em reunião, a trabalharem pelas ruas, jardins, calçadas e pavilhões! Com isto tenho questões a colocar sobre este grupo tão elevado de funcionários que aparecem por estes dias... Que andam a fazer as centenas de empregados públicos ao longo do ano para agora poderem estar num só lugar durante dias para que tudo esteja bonito para a feira? É que nas (...)

O supermercado da Vila

E ao final da tarde passei pelo novo Continente para umas compras rápidas e ainda bem que esta superfície conta com as caixas automáticas porque todas as outras estavam mais que lutadas com filas enormes, isto a quase uma semana após a abertura.  Será que existia assim tanta falta de supermercados para agora este novo espaço da Sonae estar cheio e mais cheio a toda a hora? O parque de estacionamento lutado, as caixas lutadas, algumas prateleiras a meio gás mas com boas promoções (...)

Serão de Feira!

Ontem foi o serão dedicado à Feira de Alenquer! O que foi aquilo que me levou a deitar para lá das 04h00, coisa que não acontecia há muito? Sinceramente talvez nem tivesse dado por o tempo a passar, como muitos que andavam pelo recinto. Bebi, comi, voltei a comer e beber e acima de tudo diverti-me entre amigos. Não percebo a vontade que tenho mantido nos últimos anos em ir por uma noite para a feira, isto porque antes abominava por completo tal ideia e fugia do recinto a sete pés. (...)

Feira da Ascensão de Alenquer

Hoje começa a 33ª edição da Feira da Ascensão de Alenquer, estendendo-se até ao próximo Domingo, 17. A minha Vila Presépio está em festa com um dos eventos anuais mais antigos feitos no munícipio. Atualmente organizada pela ACICA – Associação Comercial e Industrial de Alenquer, que conta com o apoio da Câmara Municipal de Alenquer e da Rádio Voz de Alenquer, a Feira de Alenquer está aí e é tempo de ir para a rua, ainda para mais com o tempo que se faz sentir lá fora! (...)

Será possível?

Há quanto tempo me queixei de chegar a casa e não ter água por andarem a tratar de alguma rotura pelas imediações do prédio? Pouco, muito pouco mesmo! O que voltou então agora a acontecer é que cheguei a casa, depois de um Sábado de trabalho, preciso de água para fazer as minhas coisas e eis que volto a ter uma surpresa desagradável! Não existe água por aqui porque estão de novo a recuperar algo que estava mal. Não sei se o problema continua ou não a ser o mesmo, no (...)

Sem água!

Acorda-se a meio da manhã de Domingo, aquele dia de descanso certo e percebe-se que não existe água canalizada mais uma vez, tal como por um dos fins-de-semana anteriores aconteceu! Parece ser rotina existir alguma rotura aqui pela aldeia agora pelas manhãs dos dias em que estou por casa. Será macumba ou mera coincidência? Ainda para mais o problema volta a ser no mesmo local que o anterior, o que indica que as coisas não ficaram arranjadas na sua totalidade, mas sim rematadas (...)