Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

17
Out18

Arguidos do Sporting

O Informador

academia sporting.jpg

A nossa justiça por vezes toma decisões que nem sempre compreendo e um dos casos que alguma confusão me tem feito nos últimos meses são as prisões preventivas de dezenas de pessoas arguidas no caso da invasão da Academia de Alcochete do Sporting, isto quando pessoas que espancam menores e matam pessoas andam à solta enquanto não são julgadas. 

Todos erraram, a investigação continua para se encontrarem os principais cérebros do ataque aos jogadores leoninos, no entanto todos aqueles homens estão presos para não existir comunicação e evitar novos incidentes, segundo o que é partilhado publicamente. Mas coloco a questão de outro ponto de vista. Se aquelas mesmas pessoas tivessem invadido um balneário de um pequeno clube de futebol e tivessem cometido exatamente os mesmos atos mas com vítimas não conhecidas como nomes fortes do futebol o que lhes teria acontecido? Acredito que estariam em liberdade, até serem chamados a julgamento, continuavam as suas vidas e nada se passava. Neste caso são presos preventivos só mesmo porque atacaram jogadores do Sporting, como estariam se tivessem feito o mesmo com rostos do Benfica ou do FC Porto. 

A justiça mostra em vários pontos que uns são filhos e outros são enteados. Há umas semanas todos conhecemos o caso de um padrasto que espancou uma criança de ano e meio. Foi ouvido pelo Ministério Público e foi libertado para esperar julgamento. Existem casos de quem tenha morto, ainda sem terem sido julgados, mas no mesmo dia foram soltos. Então? Seria necessário ser um filho de um político ou de um famoso da nossa praça ser morto para o culpado ficar preso? E quem mata um cidadão estrangeiro não tem de ter os mesmos castigos de quem poderá matar um dirigente futebolístico por acidente?

06
Ago15

Pseudo famosa em decadência

O Informador

Lembram-se da Agnes Arabela, a concorrente romena da última edição de Secret Story? Pois bem! Vi a senhora há dias em pleno Freeport Outlet, o centro comercial dos preços baixos em Alcochete! Podia ter visto a vedeta e ponto final, mas não, a senhora faz mesmo um escândalo por onde passa!

Então não é que num dos corredores descampados do recinto as pessoas estavam paradas a assistir ao circo que a loura fazia com uma amiga e os dois filhos à porta de uma loja? Tudo porque o pequeno entrou sem permissão num espaço de onde não queria sair. Ela gritava, ela mandou a filha ir atrás do irmão, ela pegou no braço do filho e avisou-o em alto e bom som que estava de castigo.

Isto podia ter acontecido normalmente com qualquer pessoa mas tenho a certeza que o escabeche não seria tão grande como foi, para mais com todos a olhar e ainda com comentários, «queres parar para ver o filme?» e «a mania que é estrela mete-a aos gritos»!

30-a-50-nobel-literatura-mrec

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Comentários recentes

Pesquisar

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook