Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Detesto despedidas!

  Existem despedidas que nos tocam e mesmo quando as pessoas não nos são ou estão próximas acabamos por perceber que a vida sempre acontece e se transforma para novas fases, onde cada despedida de um local e grupo dá lugar a um novo alento de cada um para começar de novo e apostar no que acredita. Há uns dias, e mais uma vez entre os vários Adeus! dentro do género, uma das pessoas que "conheço" e com quem falo há anos devido às parcerias do blog decidiu deixar o seu lugar (...)

Adeus ao açúcar no café

Atualmente ando a fazer uma desintoxicação de açúcar no café. Não me peçam para deixar de comer bolos, doces e afins, no entanto acho que em determinadas bebidas é possível retirar o açúcar e é isso que estou a fazer agora.  No chá, por exemplo, há anos que não coloco açúcar, tal como no pouco leite que consumo. Lembrando a fase de criança e adolescente, quando também consumia mais leite, colocava sempre açúcar, tal como em determinados iogurtes. Com o tempo além do (...)

Desapego literário

Afirmações e questões como «Deves ter tantos livros que os tens de começar a oferecer!», «Onde arrumas todos os livros que já leste?» e pedidos para mostrar as estantes onde coloco as leituras surgem ao longo do tempo e por consequência uma outra questão se levanta sobre o desapego literário. Confesso que até aos dias que correm tento manter todos os livros lidos comigo, bem perto por casa, e mesmo quando empresto, um pouco em contradição, faço para que o devolvam (...)

A despedida

As despedidas nunca foram o meu forte e hoje serei eu a deixar o projeto onde permaneci por um ano, primeiramente com vontade de agarrar o lugar e para o fim com a ideia que o final tinha de acontecer o mais rapidamente possível a favor do meu próprio bem estar. Hoje é o dia, exatamente um ano após o primeiro, quando tudo começou, sendo necessário aprender tudo sobre uma área que não conhecia. Com um primeiro mês de aprendizagem e onde o desenrascar era necessário, as coisas (...)