Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

12
Nov18

The Bodyguard, para ver num só dia!

O Informador

the bodyguard.jpg

The Bodyguard é uma das séries do momento. Num thriller produzido pela Netflix para a BBC e logo disponível na plataforma, esta produção que conta com Richard Madden, o Robb Stark de A Guerra dos Tronos, como protagonista, vicia ao primeiro episódio e quem não ficar tentado a ver a temporada de seis episódios de seguida é porque não esteve atento aos primeiros desenvolvimentos da história.

David Budd é o guarda-costas escalado para proteger Julia Montague, a controversa Secretária de Estado da Defesa, que apoia guerras e o envio de soldados para o Médio Oriente, o que se cruza com o passado de Budd, desempenhado por Richar Madden, que tem consigo o stress pós-traumático adquirido justamente pelos anos em que passou na guerra no Médio Oriente. Um antigo militar que fica assim responsável por proteger quem ajudou a alterar a sua saúde. Será que este homem irá aproveitar-se do facto para se vingar de Julia Montague? A ideia parece ser essa mas o tempo define e fornece outros condimentos entre os dois, acabando por baralhar e criar alguma confusão entre os primeiros instintos e os comportamentos e reações que vão sendo tomados. The Bodyguard consegue mostrar a eficácia de um guarda-costa no momento de grande tensão como logo reflete os seus ataques pessoais e mais privados num contrassenso pessoal onde a força e vontade se deixam abater pela fragilidade do que foi vivido e que fica para sempre na memória de quem sofre. 

Inicialmente os primeiros momentos explicativos para as decisões que são tomadas de seguida logo conseguem mostrar ao que esta série vem. Criada de forma a agarrar e sempre a deixar pontas soltas com as reviravoltas para se querer ver o que está para acontecer, The Bodyguard é daquelas tramas em que até ao último momento podemos ser surpreendidos com várias alterações de rumo para que se fique a ver e se queira chegar ao final rapidamente para se perceber quem afinal está de que lado da barricada. 

02
Abr17

A Amiga Genial vira série

O Informador

Elena Ferrante, a autora desconhecida que nunca quis revelar a sua verdadeira identidade junto do público, embora a investigação jornalistica tenha revelado que a tradutora Anita Raja, residente em Roma, é que está por detrás do nome sonante da literatura vê agora uma das suas obras mais conhecida virar série televisiva. A Amiga Genial será adaptada para televisão em italiano através de uma série da HBO em parceria com o canal italiano RAI e escrita pelo realizador também italiano Saverio Constanzo.

Assim sendo as personagens Elena Greco e Lila passarão do papel para o pequeno ecrã através de uma minissérie de oito episódios onde a amizade entre ambas é relatada por Elena Greco ao longo de quatro volumes onde de forma violenta é retratada a realidade de Nápoles através de uma crítica à sociedade e ao modo como as mulheres eram tratadas. 

20
Abr16

A Rainha de Tearling

O Informador

a rainha de tearling.jpg

Autor: Erika Johansen

Data: Abril de 2016

Editora: Editorial Presença

Número de páginas: 400 páginas

Classificação: 3 em 5

 

Opinião: A Rainha de Tearling é daqueles livros que cruzam imaginação com realidade num mundo criado com recurso à inspiração no que existe. Existirá limites na criação que uma pessoa apresenta aos outros? Nada!

Na luta entre o bem e o mal existe Kelsea, a rainha que aos dezanove anos descobre o poder deixado por sua mãe com quem só nos primeiros momentos de vida viveu. Criada longe da grande fortaleza onde iria reinar uns anos depois, Kelsea, a protagonista da história consegue crescer com as lições do que lhe espera no futuro. Completa a idade para assumir o seu lugar, a guarda da rainha vai ao seu encontro, praticamente de surpresa, para que comece a grande aventura da sua vida. Mas será que Kelsea conseguirá sobreviver perante tanta oposição que lhe vai sendo colocada pela frente, dentro e fora do seu reino? Como é que uma jovem herda um trono do qual não esteve próxima e do qual pouco sabe? Uma verdadeira aventura onde a luta, os sacrifícios e a acreditação vão acontecendo, com a auto confiança a crescer de dia para dia perante um povo que aos poucos também começa a acreditar na nova figura reinante que os lidera. 

Embrulhado em mistério, curiosidade, suspense e fantasia, a trilogia de A Rainha de Tearling consegue conquistar ao longo da sua leitura, criando de imediato uma ligação entre a figura reinante que é apresentada de forma simples e direta sem nada ficar por contar. Ao longo da narrativa outros são os personagens que vão ganhando destaque e que com uma também boa caracterização conseguem seguir com o leitor que entra no reino de Tearling para cruzar corredores, entrar nos salões e enfrentar as terras longíquas onde a luta pelo poder da sobrevivência é necessária. 

22
Jul15

Vida de séries

O Informador

Neste momento vejo mais séries que os dias da semana!

Se começar por falar que ando a ver A Guerra dos Tronos, tento terminar a única temporada de Traição, vejo as segundas temporadas de Tyrant e The Strain, acompanho no dia de exibição Wayward Pines, tento começar a assistir ao quarto ano de Scandal, tal como à sétima temporada de A Teoria do Big Bang. A par disto ainda não comecei a ver por falta de tempo a minha série, Família de Acolhimento.

Querem mais? Isto são séries e mais séries e sem tempo para as colocar em dia! Se começasse agora a enumerar as que quero ver e que com tudo isto não consigo então ai a lista estendia-se e o texto tornava-se maçador até mais não!

29
Jun15

Comecei a ver... A Guerra dos Tronos

O Informador

Cinco temporadas depois do início e com todos a comentarem a qualidade da série A Guerra dos Tronos, eis que o momento de ver o primeiro episódio aconteceu no serão de ontem.

Já havia lido os primeiros quatro livros da autoria de George R. R. Martin e adorei, não tendo continuado a leitura porque quando são livros que continuam e continuam já tenho experiência que nunca consigo chegar ao último volume por ficar farto das personagens. No entanto em televisão as coisas são diferentes e sem dúvida alguma que a série está bem acima do que é normal neste estilo de produções. Com uma história boa por trás e cenários cuidados, o elenco não foge em nada do que as séries históricas nos têm habituado pelos últimos tempos. 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Comentários recentes

Pesquisar

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook