Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Informador

28
Dez14

O ano do Facebook

«Foi um ano espetacular! Obrigado por fazeres parte dele.» é a mensagem que está nos últimos posts publicados por todos pelo seu perfil de Facebook. A sério mesmo que as altas linhas da rede social lembraram-se desta estúpida ideia e agora querem que todos publiquem o seu vídeo do resumo do ano? Obrigado mas os meus melhores momentos de 2014 não foram passados pelas redes sociais.

Já o ano passado fizeram algo do género com outra frase a chamar a atenção para a publicação que todos acabavam por partilhar com um resumo das suas imagens ao longo dos últimos doze meses. Agora, como não estavam contentes com tal ideia absurda, quiseram mostrar que são espetaculares e arranjaram um vídeo todo piriri com as frases que podem ser as mais partilhadas pela rede social este ano «Foi um ano espetacular! Obrigado por fazeres parte dele.».

Quem é que anda mesmo a partilhar estas coisas pelo seu perfil sem pensar que poderá fazer o seu próprio vídeo, não tendo que seguir as linhas mundiais do Facebook e ter uma ideia igual a todos os outros, com fotos que muitas vezes nem quer ver serem destacadas porque não interessam a ninguém?

Enfim, continuem a partilhar tudo o que eles querem que daqui a uns tempos acabam por controlar tudo e ainda nos andam a tirar imagens diretamente dos computadores ou telemóveis sem qualquer autorização! Aplausos para a ideia e para quem a alimenta!

20
Out14

Jovem Prémio Leya

O Prémio Leya é talvez a distinção literária nacional com mais peso nos dias que correm, descobrindo novos autores. Este ano o prémio foi atribuído a Afonso Reis Cabral, o jovem de 24 anos, trineto de Eça de Queiroz através do livro O Meu Irmão.

O vencedor do galardão foi escolhido entre 361 obras originais, recebidas de 14 países mas sempre com a língua portuguesa como base, tendo sido seleccionado pelo júri presidido por Manuel Alegre que se juntou aos escritores Nuno Júdice, Pepetela e José Castello, ao professor José Carlos Seabra Pereira, ao reitor Lourenço do Rosário e à professora Rita Chaves.

Afonso Reis Cabral é o mais jovem vencedor do galardão, recebendo 100 mil euros e vendo o seu livro vencedor publicado pelos próximos meses.

A história do Prémio Leya começou em 2008 com a selecção de O Rastro do Jaguar, do jornalista brasileiro Murilo Carvalho, tendo o prémio sido atribuído pelos anos seguintes a João Paulo Borges Coelho (O Olho de Herzog), João Ricardo Pedro (O Teu Rosto Será o Último), Nuno Camarneiro (Debaixo de Algum Céu) e Gabriela Ruivo Trindade (Uma Outra Voz).

28
Set14

Visita ao Palácio de São Bento

Parlamento 4O Palácio de São Bento abriu as suas portas ao cidadão comum, de forma gratuita, através das Jornadas Europeias do Património 2014 neste último fim-de-semana de Setembro. Passeei pelos corredores e salas do edifício histórico, visitando todos os espaços disponíveis para percorrer, começando pelo Claustro e terminando na Biblioteca!

Vendo o Átrio, os Jardins Interiores, as Salas das Sessões, dos Passos Perdidos, do Senado, a dos Arcos e a de D. Maria II, a Escadaria e o Salão Nobre, a Sala de Visitas do Presidente da Assembleia da República, a Galeria dos Presidentes, a Biblioteca e o Refeitório dos Monges, a tarde de hoje foi passada pelo Parlamento, a poucos quilómetros da sede do PS, o centro da acção política do dia.

De fora não imaginava a grandeza do edifício e os cuidados que o mesmo tem tido ao longo do tempo. Salões e corredores excelentemente trabalhados, tal como o jardim que não foi possível ver na sua totalidade. Todo o espaço central de um dos principais locais políticos nacionais reflecte o verdadeiro ambiente de calma e tranquilidade necessário para o que no seu interior é feito, sentindo-se claramente um ambiente neutro e uma forma de estar pacífica dos seus funcionários.

O Palácio de São Bento abriu as portas aos portugueses e turistas num fim-de-semana onde todos foram convidados a percorrer o património nacional, visitando a história que se foi fazendo pelo país, tendo muitas reviravoltas sido engendradas por este espaço tão marcante. O palácio parlamentar é hoje um local que muitos odeiam, no entanto muitas das mudanças e alterações políticas que se fizeram sentir ao longo das últimas décadas passaram por este local.

Uma iniciativa a ser repetida porque a história foi contada e tem de ser mostrada, para mais num local tão emblemático como é o Palácio de São Bento/Parlamento!

Parlamento 6

Parlamento

Parlamento 2

Parlamento 3

Parlamento 5

26
Jun14

Adeus Portugal!

A Selecção Nacional chegou ao Brasil como sendo uma das preferidas à vitória no Mundial 2014, com o final dos jogos de Grupos percebe-se que os tugas estiveram sempre mal pelas três entradas em campo que fizeram.

Perderam contra a Alemanha, continuaram a perderam com os EUA e esperaram por um milagre com o Gana. Venceram o último jogo mas não chegou para conseguirem passar para a próxima fase do campeonato.

Cristiano Ronaldo e companhia jogaram mal, não mostraram ser uma equipa unida e conseguiram deixar a ideia de que não estavam ali para ganhar nada, tendo sido uma das selecções mais fracas deste início da copa, ficando agora pelo caminho, algo que já era previsível após a primeira exibição da equipa com mais lesões do Mundial.

Onde andam as culpas para este mau desempenho? Paulo Bento não foi bom no Sporting, como poderiam achar que iria ser o substituto ideal de Scolari para levar a equipa à final das competições? Quem pensa levar jogadores lesionados para brilharem onde todas as estrelas do futebol estão? Fala-se que o agente da maioria dos jogadores, um tal de Jorge Mendes, teve boa influência pelas escolhas dos nomes seleccionados, mesmo que estivessem em mau estado físico, e isso dá que pensar!

Foram coxos e voltam coxos! Começaram mal e voltam mal ao seu país! Desiludiram e agora há que arranjar culpados para tão mau desempenho... Ah esperem, foram as altas temperaturas as principais culpadas pelos poucos golos e talvez uma baliza com uns centímetros a mais a favor dos adversários!

Será que existe alguém que deveria pensar em deixar o seu lugar vago? Sim, o senhor Bento que não foi Papa, mas que se tem achado o melhor seleccionador só porque tem um Cristiano Ronaldo como capitão numa equipa feita de amigos e contra os bons desempenhos em campo.

Portugal diz assim adeus ao Mundial 2014 e ao Brasil! Daqui a quatro anos haverá nova hipótese pela Rússia!

Error running style: Style code didn't finish running in a timely fashion. Possible causes: