Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

01
Out18

Sushi Wine Party

| O Informador

sushi.jpg

No passado Sábado, 29 de Setembro, realizou-se na Associação Naval de Lisboa a segunda edição da Sushi Wine Party, que entre as 17h00 e as 23h00 recebeu centenas de apreciadores de sushi mas também de bom vinho. Eu marquei presença no evento e além da excelente vista com o pôr-do-sol no rio Tejo com o Padrão dos Descobrimentos ao fundo, as iguarias aliadas à bebida serviram de companhia para um serão bem passado.

Com a Doca de Belém mesmo ao lado, a Sushi Wine Party foi organizada pela revista Paixão Pelo Vinho que se aliou à Associação Naval de Lisboa para promover este evento que contou num ambiente de festa, com provas de vinho e pratos gastronómicos para despertar os cinco sentidos de quem passou pelo certame ao longo do final de tarde e início de noite. Contando com cerca de duzentos vinhos de Portugal a acompanhar as iguarias e petiscos nacionais, o ambiente foi composto ainda com animação musical entregue ao projeto SaxChique onde a música do DJ Pedro Monchique foi acompanhada ao vivo ao som do saxofone. 

Sushi ao encargo do restaurante Chiyome e os petiscos portugueses, hambúrgueres em bolo do caco, caldo verde, tábua de queijos e enchidos da responsabilidade do restaurante da Associação Naval de Lisboa, a Sushi Wine Party contou com um lote de produtores de vinhos, espumantes e gin de várias regiões do país para que a comida estivesse bem acompanhada pela bebida. Do Douro a Quinta da Barca apresentou os vinhos Busto aos presentes que puderem também desfrutar dos vinhos da Lagoalva e Adega do Cartaxo como representantes da região do Tejo. Já a Vinícola Castelar representou a zona da Bairrada, enquanto que a Quinta de Sant'Ana do Gradil estava praticamente em casa a representar Lisboa. A Península de Setúbal fez-se representar pela Herdade Canal Caveira e pela Herdade Pegos Claros e o Alentejo foram os vinhos da Quinta da Plansel, Quinta do Quetzal e Herdade da Calada que fizeram as honras da casa. Em termos de vinhos o produtor Lua Cheia em Vinhas Velhas apresentou ainda o seu portefólio dos vinhos da região de Vinhos Verdes, Douro, Dão e Alentejo. No mesmo espaço ainda existiu tempo para a prova do gin Sun Doors, de terras ribatejanas, na zona de Santarém. 

A Sushi Wine Party realizou-se assim pela segunda vez, num evento onde foi apresentada boa bebida que com boas iguarias e com uma vista fantástica sobre o Tejo acabaram por dar o mote para um final de Sábado bem passado. Para o ano há mais, como tal para quem não foi este ano, fiquem atentos e marquem já nas vossas agendas para que esta festa do sushi e do vinho não vos passe ao lado pela sua terceira edição.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Sofia

    Isto aqui não é nenhuma pequena vila, embora seja ...

  • O Informador

    Também acabo por viver nos subúrbios mas não tão p...

  • Sofia

    Eu estou nos subúrbios, mas onde moro tenho transp...

  • O Informador

    Já quis viver na cidade quando se inicia a fase ad...

  • Sofia

    Isso é bom! Eu não me imagino a viver noutro sítio...

Mensagens

Pesquisar

Redes Sociais | Segue-me

Instagram Facebook Twitter Pinterest Visita o perfil de O Informador no Pinterest. Goodreads

Última Leituras

Aconteceu em Paris
liked it
O título demonstra desde logo que o leitor irá visitar Paris. Amy acompanhou a sua amiga Kat até aos seus últimos dias de vida, mas as duas tinham um objetivo, viajar até à cidade do amor em segredo. Kat não conseguiu resistir mas Amy le...
O Pecado da Gueixa
liked it
A cultura japonesa está em grande destaque em O Pecado da Gueixa, através da perceção das regras comportamentais de um ninja, Hiro, protetor de um padre português, Mateus, que juntos irão investigar a morte de um samurai, Akechi-san, num...
O Silêncio da Cidade Branca
it was amazing
Nem sempre uma capa consegue representar o que está no seu interior, mas com O Silêncio da Cidade Branca primeiramente fui conquistado pela imagem que me remeteu para uma sinopse que conquistou. Já com esta obra em espera na mesa-de-cabe...

goodreads.com
BlogsPortugal
Bloglovin Follow

 Subscreve O Informador