Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Hdeusesemitos-billboard

Sporting gera festa de confrontos

sporting

O maior ajuntamento dos últimos tempos em Portugal começou a surgir junto ao Estádio de Alvalade ao longo da tarde devido à possibilidade do Sporting ser vencedor da Primeira Liga. As autoridades sabiam que isto ia certamente acontecer e deixou que os adeptos se fossem juntando e eis que só com o jogo já a decorrer e com milhares de pessoas aglomeradas em redor do Estádio as forças policiais começam a agir e claro que a partir desse momento a festa que todos os sportinguistas tentavam fazer, no exterior e contra todas as recomendações, acabou numa batalha campal.

A polícia de intervenção viu-se forçada pela grande multidão a agir e tarde foi quando o fez. Quando comecei a ver as imagens partilhadas pelos canais informativos e nas redes sociais logo percebi que existe muita falta de noção e bom senso de adeptos que ao não conseguirem agir em conformidade com a realidade mundial optaram por colocar a febre que sentem por um clube de futebol à frente da sua própria saúde e da dos outros. Neste momento, em que o país está a sair de um segundo pesado confinamento, o que estas pessoas têm em mente para colocarem o fanatismo na frente do bem de todos? É que não consigo encaixar a falta de exatidão destas milhares de pessoas que em poucas horas consegue mostrar um lado tão mau da nossa sociedade.

As imagens são bem reveladoras... Uma multidão sem distanciamento, a maioria sem máscaras individuais de proteção porque mesmo com as regras a ditarem a proibição do consumo de álcool em locais públicos isso aconteceu desde o início da tarde. Não existiram regras a serem cumpridas, as forças policiais estiveram mal por deixarem desde logo que existisse este ajuntamento e quando começaram a agir já foram bastante tarde, com o mal já feito e tudo acabou como disse já, numa espécie de batalha campal em Alvalade enquanto o jogo decorria à porta fechada e a ser transmitido em ecrãs gigantes. Quem autorizou estes ecrãs exteriores no estádio para se poder fazer a festa? Petardos a ser lançados, garrafas de vidros atiradas, protestos a decorrerem e as forças policiais a agiram com balas de borracha e alguma pancada aos mais indisciplinados que resultou desde logo em alguns feridos que se queixaram no local. 

Com o final do jogo, o Sporting sagrou-se, após dezanove anos de luta, campeão nacional e os abraços entre adeptos aconteceram entre conhecidos e desconhecidos pelas avenidas de Portugal com as televisões a mostrarem os acidentes sociais por Lisboa. Um autêntico desastre social foi o que todos podemos ver em direto perante as imagens que foram passando nas televisões. Estamos perante uma pandemia, saímos de um segundo e pesado confinamento e estas pessoas esquecem tudo isso e vão festejar entre uns bons milhares de adeptos para as principais avenidas da cidade, numa concentração descomunal de pessoas que sem cuidados e distanciamento conseguiram mostrar que por um clube de futebol podem correr todos os riscos. Afinal de contas para muitos o fanatismo é mesmo muito mais importante que a saúde, isto sem esquecer de lembrar a estas pessoas inconscientes os milhares que morreram por cá para este vírus mundial e os milhares de profissionais que têm estado na linha da frente para salvarem vidas. O mal está feito, que fiquem com o peso nas vossas consciências quando perceberem que fizeram uma bela bosta verde e branca. 

naom_609aeb091e7fe.jpg

sporting

 

Adquire o livro História do Sporting Clube de Portugal, AQUI!

livro sporting

4 Comentários

Comentar post