Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

20.03.17

Simpatia precisa-se!


O Informador

Os comportamentos das pessoas que são mal formadas por natureza acabam por se revelar sempre e existem seres que logo de início não me conseguem dar boas impressões com a sua falsa simpatia que se nota por vezes à distância. Há dias tive um caso bem notório daqueles que revelam na verdade o que as pessoas são quando só pensam no dinheiro em tempo real e cagam literalmente para o que possa acontecer no futuro quando vivem com uma falta de bom senso incrível. 

Durante meses e todos os meses pagava uma mensalidade num certo local da zona que frequentava com regularidade. O proprietário cumprimentava-me muito bem no local e fora dele, chegando a tratar-me pelo nome quando me via pela rua ou em algum sítio. Hoje, uns meses depois e ao ter percebido que já não frequento o seu negócio e não lhe dou assim o meu dinheiro, sendo ainda primo de uma ex-funcionária que saiu a mal do local com o patronato, eis que o mesmo senhor passa por mim, olha-me de frente e consegue não me responder a um simples «boa tarde». Será esta atitude normal?

Não lhe fiz mal nenhum e a mim também não me fizeram nada, simplesmente optei por sair por falta de tempo e por os horários não conjugarem mas parece que por ter deixado e não pagar assim mais nenhuma mensalidade passei de bom cliente a um desconhecido invisível que passa na rua e que as pessoas em questão não conseguem ver nem ouvir. Isto é um comportamento normal para com as regras da boa educação?

Não fui educado de tal forma e tais comportamentos só me levam a pensar o que já me tinham dito acerca daquele homem que nunca me transmitiu confiança com as suas palavras simpáticas e falsos sorrisos. Só somos conhecidos enquanto clientes, deixando de o ser passamos rapidamente de bestiais a bestas. Ora bolas, o dinheiro é bom para todos mas não se viram as costas a ninguém só porque deixou por uns tempos de nos dar dinheiro, podendo ter ou não a ideia de regressar mais tarde.

Atitudes como estas arrumam num ápice os possíveis regressos a um local onde até gostei de estar!

3 comentários

Comentar post