Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

17
Dez19

Ser Influenciador digital: Likes Vs. Motivação

likes motivação.png

 

Se antigamente os verdadeiros influenciadores eram as figuras públicas que apareciam na televisão e no cinema, hoje em dia isso mudou e os influenciadores digitais tomaram lugar. Não ficam dúvidas quando vemos que os portugueses, cada vez mais, escolhem o meio online ao invés dos meios tradicionais.

Aliás, atualmente as crianças não dizem apenas que querem ser professores ou médicos, mas também instagrammers ou youtubers, ou seja, os ditos influenciadores. Os mais velhos, inclusivamente, começam a ter essa ideia em mente devido às diversas vantagens associadas.

No entanto este não é um caminho fácil! Mas se, mesmo assim, o quiseres percorrer, vou ajudar.

 

Qual o papel do influenciador digital?

O influenciador digital é uma pessoa capaz de influenciar o comportamento ou opinião dos seus seguidores através do conteúdo que publica nos canais de comunicação.

Na prática o que acontece é que os influenciadores trabalham arduamente para conquistar uma audiência fiel através de conteúdo de qualidade e, posteriormente, o trabalho árduo mantém-se, mas com o objetivo de manter essa audiência.

 

Quanto ganha este profissional?

A renda de um influenciador digital é muito variada, mas, o importante, é que é possível viver desta profissão – e viver bem a nível financeiro – para quem se dedica bastante ao seu espaço.

Além da publicidade com marcas, também é possível ganhar dinheiro com outras rendas, como a publicação de livros, a criação de cursos e eventos, entre outros.

 

Vantagens e desvantagens de se tornar um influenciador

Como todas as profissões, ser influenciador digital tem algumas vantagens e desvantagens associadas. A nível de vantagens tem-se:

  • Mobilidade: o trabalho pode ser feito remotamente a partir de qualquer localidade, desde que tenham acesso à internet e a um dispositivo móvel ou computador;
  • Liberdade editorial: os influenciadores digitais podem produzir o conteúdo que quiserem, pois têm essa liberdade editorial. Em alguns casos, como acontece na contratação de serviços por parte das marcas, os influenciadores podem ficar limitados;
  • Flexibilidade: uma das maiores vantagens de se ser um influenciador digital é a possibilidade de criar o próprio horário de forma flexível;

E estas são as razões pelas quais muitos portugueses começam o investimento em redes sociais. Mas esse investimento não deve ser começado sem se ter em conta as desvantagens associadas a esta profissão. Algumas das que podem pesar na sua escolha são:

  • Passar menos tempo com a família: flexibilidade de horário não significa menos trabalho. Esta é uma ideia muito errada e poucos são os que vão entender isto porque “se trabalha em casa, tem tempo para… (acrescentar tudo e mais alguma coisa)”. Na realidade pode ser necessário ir a eventos para divulgação de produtos/serviços, produzir muito mais conteúdo ou, quem sabe, tentar contactar mais pessoas ou, até, estudar – sim, estudar;
  • Adeus privacidade: como vai existir mais exposição, os seguidores sentem que o conhecem e podem ter comportamentos mais invasivos. Estabeleça limites desde o início;
  • Haters vão surgir: sim, existem utilizadores cuja distração é espalhar comentários maldosos nos perfis dos influenciadores. Dependendo do nível do comentário, pode apenas ignorar ou pode tirar prints e dirigir-se às autoridades competentes – principalmente se existir uma ameaça à sua segurança;

 

O que fazer quando os likes não chegam?

Os influenciadores digitais influenciam e motivam os seus seguidores, mas essa motivação pode ser difícil de manter quando os likes não chegam.

Nestes casos estuda se existe algum comportamento que pode ser melhorado e estuda muito acerca de marketing digital, redes sociais, marketing de influência e temas que rondem estes. Ah, e mais importante, não deixes que a falta de motivação influencie o teu conteúdo. Estuda inclusive a possibilidade do desenvolvimento de site ou de blog para que o teu trabalho tenha maior visibilidade e consiga alcançar um novo target.

 

Como te podes tornar um influenciador digital?

1. Escolhe uma área de atuação específica

Escolher uma área específica irá facilitar o crescimento. Por exemplo, Rui Duarte Catana, é um Influenciador Digital Motivacional na área de Desporto/Fitness, portanto ele sabe exatamente quem se irá identificar com a sua conta.

2. Cria conteúdo de qualidade e com consistência

No Instagram, Rui Duarte Catana é transparente e mostra a sua jornada aos seus seguidores, ao mesmo tempo que os motiva a percorrerem um caminho que lhes satisfaça. Com uma breve vista de olhos irás perceber que este tem um conteúdo de qualidade. Para mais informações sobre o influenciador, consulta o ShowMB.

Claro que além do conteúdo de qualidade, também deves tomar atitudes que aumentem o nível de interação dos seguidores.

3. Usa todas as ferramentas à sua disposição

Dependendo da plataforma que usas, existem diversas ferramentas à tua disposição, portanto usa-as todas a teu favor. Com o apoio dessas ferramentas será muito mais fácil atingir os resultados esperados.

Concluindo, se queres ser influenciador digital informa-te e toma ações que te levem ao teu novo trabalho.