Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

05
Jun19

Sainte Chapelle, a capela inesperada

O Informador

sainte chapelle 1.jpg

 

A viagem a Paris teve dentro do previsto algumas surpresas, entre elas a capela gótica Sainte-Chapelle que não estava nos planos de visita iniciais mas que ao surgir pelo caminho acabou por nos convidar a entrar e que surpresa. 

Situada na Île de la Cité e construída na época de Luís IX no século XIII, esta capela serviu o palácio real que nos dias que correm serve de Palácio da Justiça. Com dois pisos e duas capelas que se sobrepõem é a superior, a que serviu a família real, que me conquistou por completo pelos seus vitrais ao longo de praticamente todas as paredes. Pequena mas robusta, vazia dos recheios de outrora, somente as paredes e uma réstia do altar se mantém no local mas serviram para me conquistar e deixar deliciado pela maravilha com que fui presenteado sem planear pela magnifica edificação de imagens históricas ao longo de cada vitral emoldurado e pelo teto representativo dos símbolos francesas. 

Sainte Chapelle pode não ter os milhões de visitantes anuais de outros locais emblemáticos franceses, mas para mim e numa visita de cinco dias a Paris, tornou-se num dos principais símbolos da cidade pela simplicidade com que somos acolhidos num espaço que muito de simbólico transmite da sua história pelo que contém e pelo trabalho que mostra de religião e culto.

 

 

young-adult-50-mrec

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Comentários recentes

  • Cláudia C Silva

    Adorei a forma como (nos) conduziste (no) texto!Eu...

  • P. P.

    Gostei muito do texto e da fotografia. Aliás, ador...

  • O Informador

    Bom dia!

  • imsilva

    No sofá, a ler o que escreveste ontem à noite, mas...

  • O Informador

    Existem muitas habitações por este país fora que t...

Pesquisar

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook