Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

Os métodos mais usados na personalização de brindes

18
Jul19

tinta serigrafia.jpg

 

Existirá alguém que não goste de receber brindes? Acho que não! Afinal, toda a gente gosta de receber presentes. Por este e outros motivos, tanto as pessoas como as empresas investem cada vez mais na personalização de brindes com o logotipo de marcas, frases, imagens ou nomes próprios.

Existem alguns produtos que servem excecionalmente bem o propósito de um brinde: estes são coisas que fazem sempre falta, para que as pessoas os mantenham sempre por perto e os usem, contribuindo para uma visão positiva da respetiva marca. São objetos que levam quem os recebe a pensar “Isto vai ser-me útil” ou “Ter mais um destes dá sempre jeito”.

Por outro lado, existem cada vez mais empresas no mercado que se dedicam a este tipo de serviços. Oferecem produtos cada vez mais personalizados e criativos - aliás a criatividade é o que diferencia as várias empresas neste mercado.

O exemplo da Pens.com, empresa líder no mercado global em brindes promocionais e personalizados, está presente em mais de 20 países em todo o mundo. A filosofia da empresa é apresentar soluções personalizadas e criativas junto das empresas, em todos os sectores e locais. Entender a forma como as empresas executam as suas estratégias de marketing verde, é um dos principais focos da empresa para obter inputs sobre os brindes promocionais e tipo de personalização que as estas empresas tendencialmente vão seguindo, como por exemplo os artigos “Drink Wear”, os brindes tecnológicos USB, ou mesmos os sacos de algodão – brindes promocionais passaram a ser úteis no dia-a-dia das pessoas.

A verdade é que os brindes personalizados estão cada vez mais na moda. Para o público são únicos, funcionais e desejáveis. Já para as marcas, são customizáveis, memoráveis e uma opção de marketing eficaz que pode impulsionar as vendas.

Para entendermos um pouco mais sobre a personalização e customização deste tipo de produtos, e para desmistificar todo este processo, apresentou uma lista dos métodos mais utilizados e que podem ser opção de escolha, por exemplo na realização de uma ação de marketing na sua empresa para os seus clientes, fornecedores e/ou colaboradores.

 

Os 4 Métodos mais utilizados na Personalização de Brindes

Mas afinal, quais são as opções para customizar estes objetos? Seguem abaixo os métodos mais utilizados na personalização de brindes para que possas analisar qual o ideal para ti ou para a tua marca.

 

Serigrafia

Este processo artesanal é um dos mais antigos e também é conhecido como silk screen. Sem dúvida um dos processos mais utilizados para personalizar brindes, este processo de impressão baseia-se num método de estampagem.

Pode ser feito na grande maioria dos materiais, mas apresenta algumas particularidades: funciona apenas com tintas lisas, por exemplo, pelo que não permite fazer degradês.

A serigrafia é uma ótima opção para a personalização de brindes porque é um método de impressão de qualidade e com elevada resistência. A qualidade da resolução pode estender-se da média à alta, dependendo do tamanho da área a ser marcada. Dependendo de como a serigrafia é feita, estas impressões podem ter a vantagem de ter um acabamento permanente em verniz, resultando em mais resistência e num aspeto mais apelativo.

 

Impressão Digital

Este método permite imprimir fotografias, imagens e arte nos brindes. Prima pela versatilidade e adapta-se a um vasto leque de brindes, materiais e superfícies.

Neste processo de impressão, a imagem é enviada para uma impressora a cores, não existindo uma limitação de cores. Deste modo, é possível alcançar imagens precisas e de uma excelente qualidade, comparável à das próprias fotografias.

 

Gravação a Laser

Na gravação a laser, o material é queimado com um feixe de laser. Este processo funciona em materiais como a madeira, o couro, o metal e outros. O resultado final é uma gravação de alta qualidade, extremamente precisa e vitalícia.

Este método é muito utilizado para caixas de madeira, lâminas - canivetes ou facas, por exemplo - e em peças de couro, apresentando um acabamento bonito, delicado e exclusivo.

Através desta técnica não é possível escolher a cor da gravação, uma vez que esta vai sempre ser a cor da camada inferior que o laser deixa a descoberto.

 

Tampografia

A Tampografia é um processo de impressão indireta em que se usa uma Máquina Tampográfica. Nesta, a tinta é transferida de uma imagem gravada em um clichê, a um objeto ou produto, utilizando-se de um tampão de silicone, o qual se molda conforme a forma do objeto, sendo ele plano ou com curvatura.

Consiste numa transferência de tinta de forma indireta e encavográfica (de baixo relevo). Na tampografia, utiliza-se uma máquina tampográfica. Nesta, grava-se um cliché em baixo relevo através de um tampão de silicone que se molda ao objeto a ser marcado. Com este método, é possível fazer impressões em quaisquer materiais e superfícies. Pela sua versatilidade e precisão, é possível utilizar este método na personalização de inúmeros brindes. Um método em rápida ascensão, a tampografia é original da Alemanha e é utilizada em grande escala em várias indústrias.

A tampografia é uma boa alternativa aos métodos de impressão digital, serigrafia e outros, uma vez que proporciona resultados de alta qualidade independentemente da complexidade dos detalhes e dos formatos das superfícies. Neste aspeto, é curioso referir que a tampografia torna possível imprimir em superfícies tão irregulares quanto a casca de uma noz.

Esta técnica é cada vez mais procurada pela qualidade dos seus resultados, pelo processo de impressão contínua que favorece a produção e pelo baixo índice de rejeição de impressões.

 

Caso tenhas alguma dúvida sobre os processos de impressão descritos, não hesites em deixar um comentário abaixo ou visita a página da Pens.com para saberes um pouco mais.