Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O voto do Presidente Marcelo

Marcelo Rebelo de Sousa

 

A lei define que todos os cidadãos têm o direito de voto e que é obrigatório estar recenseado no local de residência para o fazer. Como sabemos em Portugal sempre existem exceções e nas eleições as mesmas tendem a existir, caso contrário não estaríamos neste país banhado de Covid19 em pleno fim-de-semana em que todos devemos exercer o nosso dever como cidadãos nas urnas espalhadas pelo território para se eleger o próximo Presidente da República, cujo nome já todos bem sabemos qual é.

Mas sabes qual é a graça no centro disto tudo? Todos devem estar recenseados na área de residência, menos Marcelo Rebelo de Sousa, o atual e futuro Presidente de todos nós. Como é do conhecimento público, Marcelo vive em Cascais, mas está recenseado em Celorico de Basto, Braga, sendo que no próximo Domingo, 24 de Janeiro de 2021, será neste local que o Presidente irá exercer o seu dever de votar em si próprio.

Ah e tal, não devemos circular entre concelhos, ah e tal, é obrigatório votar onde se vive, ah e tal, o Presidente é uma exceção. E com isto eu digo, ah e tal, quem deve dar o exemplo acaba por mostrar exatamente o contrário e comete as irregularidades que aconselha os cidadãos a não praticarem... 

Assim sendo, no Domingo lá iremos ver Marcelo Nuno Duarte Rebelo de Sousa a sair de Cascais para viajar descontraidamente até Celorico de Bastos para que, em pleno horário dos noticiários da hora de almoço, o possamos ver em direto a exercer o seu dever como cidadão com poder de voto.

 

51C5BF43-0774-4C3F-8FCD-F3B9B5A4BC93.jpeg