Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

18.11.16

O Samaritano


O Informador

o samaritano.jpg

Autor: Mason Cross

Lançamento: Setembro de 2016

Editora: Topseller

Páginas: 384

Classificação: 4 em 5

 

Sinopse: Se o seu carro avariar de repente, tenha medo, tenha muito medo… 

Elas pensavam que ele queria ajudar… Estavam enganadas.

Após uma noite de tempestade, em Los Angeles, a detetive Jessica Allen é chamada ao local onde houve um deslizamento de terras. O motivo? Uma descoberta macabra: foi encontrado o corpo de uma jovem cujo pescoço foi degolado com um corte invulgar.

No mesmo dia, são descobertos perto daquele local outros dois corpos mutilados de maneira semelhante. A detetive descobre que se trata da obra de um assassino que opera há mais de dez anos, sem nunca ter sido apanhado. É conhecido como o «Samaritano» e captura jovens desamparadas, cujos carros avariaram, deixando-as paradas e sozinhas na estrada.

É então que Carter Blake aparece para oferecer os seus serviços a esta investigação policial. O secretismo em volta das suas verdadeiras intenções leva a detetive a desconfiar dele. Mas quando o Samaritano prossegue com uma escalada de assassínios, os dois terão de se unir para o deter de uma vez por todas...

 

Opinião: Mason Cross tem tudo para se tornar num acesso dentro do thriller daqui a uns anos. O Samaritano foi a primeira leitura que fiz do autor e apesar de não ter lido O Caçador, que acaba por ser o primeiro livro da série que tem Blake como protagonista, em nada me senti perdido com esta surpreendente leitura que me conseguiu conquistar logo de início mas que se foi adensado com o aproximar do final. 

Lançado em Portugal pela Topseller, O Samaritano é um thriller misterioso onde o leitor vai tirando as suas ilações ao longo da leitura para logo perceber que afinal a sua ideia não está de acordo com o seguimento da narrativa. Um especialista em encontrar pessoas que não querem ser encontradas traduz a profissão de Blake, um homem solitário que vive nas redondezas do mundo do crime. Ao procurar a filha de um homem rico, Blake cruza-se com o caso que a detetiva Allen tem em mãos, algo que lhe diz muito sobre um passado que deixou marcas e que pode ter um desfecho se a aliança entre a detetive e este cidadão de vários nomes der certo. Será que o mistério será desvendado e a mente por detrás de um plano estará à disposição do leitor do início ao fim da história?! Uma criação bem surpreendente por parte do autor que não deixa pontas soltas ao ponto de conseguir despistar o leitor praticamente até ao final sobre várias situações de crimes que vão acontecendo sem existir um rosto como culpado. 

O Samaritano é daqueles livros que dá vontade de aconselhar e de continuar a ler porque da escrita à forma como as descrições vão sendo contadas, esta obra convida o leitor a percorrer trilhos e labirintos complexos onde ao virar de cada esquina tudo pode mudar numa perseguição com limites e omissões de vários lados. De leitura fácil graças ao enredo criado que apela ao consumismo literário, O Samaritano pode ser visto através do prisma de Blake que narra as suas próprias ideias e situações, como podemos estar perante um narrador que marca presença na vida de Allen e dos seus colegas de profissão. 

Uma aventura no mundo do crime que deixa bastante curiosidade para seguir as pisadas de Mason Cross pelos próximos tempos!

 

2 comentários

Comentar post