Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

ebooks-billboard

Nervos de um padrinho de casamento

É já amanhã, pelas 12h00, na igreja principal de Alenquer que o casamento da Cátia e do Paulo acontecerá! Eu, o padrinho, estou neste momento ansioso, nervoso e sensível, faltando ainda meio dia para o grande momento acontecer! Ser padrinho de casamento não é fácil, para mais de uma pessoa que simboliza muito na minha vida!

Ainda faltam algumas horas para entrar na igreja mas eu já estou com os nervos a darem sinais de existência! Sinto-me sensível e quando me lembro dos bons momentos que passei com o casal, principalmente com a Cátia, logo a lágrima surge. Com a noiva ri, chorei, conversei, desabafei, comentei, aconselhei... Tanta coisa que partilhamos ao longo de mais de dez anos de conhecimento que não existe melhor recompensa que a boa amizade que nos une. Além disso ter sido convidado para ser o seu padrinho de casamento, dando-me a honra de pertencer ainda mais ao seu mundo, faz-me sentir grato, alegre e feliz. 

Adoro os meus amigos, adoro a Cátia e estar de forma especial ao seu lado será algo para sempre único! Muito, mas mesmo muito Obrigado por poder ser o teu padrinho de casamento!

Nervos! Nervos! Nervos! Serão sinal de sorte e de boa festa celebrativa? Acredito que sim! Que venham os «sims» porque o resto é conversa nervosa!