Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mais Vistos de Abril

Abril, o mês da revolução que mudou Portugal há quarenta anos simbolizou neste 2014 o melhor mês de sempre d' O Informador, o que só me pode deixar alegre e convicto que o trabalho que tenho feito tem chegado a cada vez mais pessoas dia após dia. Por isso e por estarem desse lado... Obrigado!

Quero com este texto, tal como é hábito, partilhar o top 10 dos mais vistos destes últimos dias e quase sem surpresas... Os passatempos continuam a fazer das suas e mesmo os que já aconteceram há uns bons meses continuam a marcar presença entre as estrelas deste espaço!

  1. Passatempo – Treta de Cabos – Vidas de Rocker – (as histórias secretas de XXL Blues)
  2. Passatempo – A Volta ao Medo em 80 Dias
  3. Rir com listas telefónicas
  4. Passatempo – Grande Revista à Portuguesa [16ªedição]
  5. Passatempo – A Publicidade Segundo o Meu Tio Olavo
  6. Passatempo – Grande Revista à Portuguesa [19ªedição]
  7. Passatempo – Robin dos Bosques [5ªEdição]
  8. Passatempo – Grande Revista à Portuguesa [18ªedição]
  9. Passatempo – Grande Revista à Portuguesa [17ªEdição]
  10. Bobine Rebellis no Teatro Turim

Dois textos que não estão inseridos no lote de passatempos conseguiram ao longo de Abril encaixarem-se entre a lista dos mais visualizados! Os prémios teatrais e literários que tenho vindo a atribuir têm tido o sucesso do seu lado, notando-se tal facto através das visualizações que os passatempos têm mantido. Para além desses prémios que estão sempre aliados a parceiros, os dois outros textos conseguiram impor-se e aparecer nesta lista... Rir com listas telefónicas, um post já com alguns meses de publicação e que há umas semanas tem vindo a ter mais leitores que o habitual, mostrando que não só a atualidade tem interesse, estando sempre o passado pronto para dar nas vistas. Depois o Bobine Rebellis no Teatro Turim, um texto sobre uma iniciativa que funcionou como uma montra de curtas metragens que não têm espaço nos grandes festivais do género conseguiu ficar pelo décimo lugar, atraindo visitantes ao blogue e acredito que deu resultado e outras pessoas ficaram assim a saber pormenores e como poderiam chegar à sala do Teatro Turim para poderem ver algumas das curtas em exibição.

E é isto, este é o top de Abril que não é tão surpreendente como a revolução dos cravos, mas foi o que se arranjou!