Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

27
Mar19

Lisboa imita Passeio da Fama

O Informador

nicolau breyner.jpg

Portugal vive da copia alheia de tudo e mais alguma coisa, visto a originalidade escassear em várias áreas sociais. Agora e como se já viesse tarde, a autarquia de Lisboa, mais concretamente a Junta de Freguesia de Santo António, resolveu inspirar-se no Passeio da Fama de Hollywood e criar o passeio dos nomes consagrados do teatro em plena Praça da Alegria, ali pela zona da Avenida da Liberdade. 

Com a finalidade de homenagear os atores do teatro, a Junta de Freguesia com mais teatros por metro quadrado da capital - Teatro Tivoli BBVA, Cinema São Jorge, o antigo Cinema Condes, Maxime, Fontória, Parque Mayer, Variedades, Maria Vitória e o ABC - resolveu criar a sua própria cópia do Passeio da Fama só que no lugar das estrelas com os nomes das grandes personalidades, será adotada uma outra forma. Os nomes serão escritos a preto ao longo da calçada portuguesa na Praça da Alegria. 

Para já e numa primeira fase serão trinta e cinco os nomes que estarão a partir de hoje, 27 de Março, pela calçada, entre eles os de Nicolau Breyner, Laura Alves e Armando Cortez, porém a ideia é dar continuidade a este projeto ao longo dos anos e alongar o Passeio da Fama nacional pela zona. 

Quanto original é esta ideia? Parece que nada mesmo! Com tanta coisa que podia ser feita para homenagearem os grandes nomes da representação de forma eterna e vão logo copiar uma ideia que é mundialmente conhecida como sendo o Passeio da Fama de Hollywood e num espaço que fica ao lado da principal Avenida do país mas que é tão mínimo quanto possível. Isto é mesmo a mostrar que somos tão pequenos que os grandes artistas também não vão encher com o tempo aquele espaço? Já que queriam copiar ou, vá lá, adaptar, que o fizessem em plena Avenida da Liberdade que assim sempre mostravam grandiosidade para com quem lutou pelas artes ao longo do tempo no nosso país. 

As homenagens por cá continuam a ser maioritariamente feitas de forma póstuma e agora com esta ideia tão luminosa os nomes dos grandes atores ficam à disposição de todos para serem pisados e nem se dar conta porque o que não falta por este país fora é calçada portuguesa branca com desenhos ou palavras desenhadas em preto. Palavras para quê? Quando se copia e se continua a fazer tudo mal e de forma mínima não vale a pena bater no ceguinho muita vez!

 

8 Comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Comentários recentes

Pesquisar

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook