Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Lembrança da primeira vez com lentes de contacto

Lembro-me bem do primeiro dia em que usei lentes de contacto e tenho uma peripécia tão engraçada para contar sobre essas horas.

Acordei, andei um pouco de óculos, mas depois quando foi para sair de casa lá fui eu colocar as lentes de contacto. É claro que não as coloquei com a rapidez com que as coloco hoje, mas pronto, depois de várias tentativas lá consegui fazer com que aqueles pequenos círculos encaixassem nos meus olhos. Até aqui tudo normal porque nos primeiros tempos e até criar habituação, o processo de colocar e retirar é sempre um pouco demorado. O engraçado veio mais tarde...

Fui para a rua e passadas umas horas, uma das lentes fugiu! Ah pois é, a lente tinha fugido do meu olho. Eu não tinha feito nada e tinha perdido a lente. E agora? Mexi e remexi o olho e nada de vestígios. O que fiz? Pois, lá tive que ir à loja onde as tinha comprado e confessar o que me tinha acontecido. A senhora, experiente na matéria, lá pegou em mim e nos meus olhos e em menos de nada lá encontrou a esmeralda perdida. A lente estava lá, não no sítio certo, mas um pouco acima do local onde deveria estar. Tirei-a do seu refúgio dos últimos minutos e lá a coloquei no seu devido lugar onde permaneceram até ao final desse dia!

Hoje é raro alguma me desaparecer, mas quando isso acontece já sei por onde andam... Dobradas por um qualquer canto do local onde deveriam estar.

A minha primeira vez com lentes de contacto foi assim... Uma pequena comédia!