Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

wook-natal-billboard

Jogos e atividades: as formas de lazer na Idade Média

26
Jul19

mesa de jogo.jpg

Foto por Thomas Quine


Período de aproximadamente mil anos que foi um dos mais importantes da história da Humanidade, a Idade Média foi uma era de guerras, descobertas, revoluções e muitas criações. E se é verdade que já se investigou muito sobre todos os assuntos citados anteriormente, que sabemos sobre as suas formas de entretenimento? Como é que as pessoas se divertiam naqueles séculos?

Em primeiro lugar, é preciso ter em conta que na Idade Média havia uma separação muito clara entre os nobres e os membros da plebe. Portanto, as formas de lazer eram muito diferentes, dependendo da classe social a que pertencia cada indivíduo.

 

Nobres

Os nobres gozavam de um grande prestígio financeiro e social e, portanto, tinham ao seu alcance atividades mais sofisticadas de lazer. Entre os séculos XII e XVI, por exemplo, essa classe social realizava muitos torneios medievais que também eram conhecidos como "Justas".

Essas competições desportivas de cavalaria ou “pelejas” proporcionavam muita diversão aos nobres. Eram batalhas entre cavaleiros, que começaram no século X e que se tornaram populares em toda a Europa. Nas Justas os cavaleiros utilizavam armas reais com frequência, o que tornava a modalidade perigosa.

O que atualmente é conhecido como caça desportiva também era outra forma de diversão dos nobres. Com uma flecha e espada ou qualquer outro tipo de arma, estes dirigiam-se às florestas mais próximas, especificamente para caçar animais. Já as festas nos grandes castelos eram ainda mais populares. Muita música, dança e bebidas como vinho e cerveja eram comuns nas celebrações da nobreza.

Foi também durante a Idade Média que se deu a criação de vários jogos que hoje são famosos no mundo inteiro. E vários membros da nobreza estiveram envolvidos na criação de alguns deles. Um exemplo é Lorenzo de Médici, figura importante do Renascimento italiano, que tinha um grande interesse pelos jogos de cartas e chegou a idealizar alguns. Além disso, mencionava na sua poesia alguns jogos de casino, como “la bassetta” e “il frusso”.

 

Lorenzo_de'_Medici-ritratto.jpg

Foto por Girolamo Macchietti - Domínio Público


Entre os jogos populares na Idade Média, estão a cabra-cega, o xadrez e alguns jogos de cartas que começaram a ser introduzidos a partir do século XIX. Os jogos de tabuleiro tornaram-se populares na Europa a partir do século X e também eram formas de entretenimento das classes mais ricas.

Muitos acreditam que o baralho foi criado na China, mas ganhou o formato atual na Europa, com cartas que incluíam imagens ilustradas do Rei, da Rainha, Valete, etc. O baralho francês, por exemplo, surgiu em 1480 e foi influenciado pelos modelos dos alemães, que foram criados 30 anos antes.

A literatura também era uma opção de lazer para a nobreza e foi nesse período que vários autores se tornaram famosos, como Dante Alighieri, São Tomás de Aquino, Giovanni Boccaccio, Pedro Abelardo, Eilhart von Obertg, João Soares de Paiva, Fernão Lopes e muitos outros.

Uma curiosidade interessante é o facto de que na Escócia o golfe começou a tornar-se conhecido ainda na Idade Média, mas conquistou a sua popularidade atual a partir da Idade Moderna.

 

Plebe

Para os plebeus, as formas de lazer eram diferentes e bastante mais simples. Dança, música, luta e alguns tipos de jogos e desportos eram as formas de entretenimento mais populares para esta classe social.

Os instrumentos musicais muitas vezes eram produzidos pelos próprios camponeses e trabalhadores, com formas e sons distintos de acordo com a região da Europa, assim como os tipos de luta.

Um dos jogos de tabuleiro mais conhecidos era o Trilha ou Moinho. De acordo com o site História Livre, “nenhum outro jogo foi tão popular na Idade Média como os jogos de Trilha. O motivo para a popularização do jogo está na simplicidade das suas regras, que eram muito fáceis de serem compreendidas. Além disso, as pessoas passaram a produzir os seus próprios tabuleiros e criaram os seus jogos.”

Foi precisamente a simplicidade do Trilho e de outros jogos de tabuleiro que permitiu que estas modalidades e divertidas formas de lazer chegasse também a classes sociais mais baixas, para além da nobreza.

Para saber mais sobre os tipos de entretenimento na Idade Média, vale a pena ler um artigo publicado pela Eastern Illinois University (Estados Unidos da América), com o  título “Medieval Games and Recreation”, disponibilizado em formato PDF e com mais de 20 páginas (apenas disponíveis em inglês) sobre o assunto. Para ter acesso à publicação, basta entrar no site da universidade.

4 comentários

Comentar post