Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

leituras-verao-billboard
10
Jan20

Harry e Meghan abdicam da família real

harry meghan.jpg

 

O já esperado aconteceu mesmo e a família real britânica vê Harry e Meghan Markle deixarem todo o circulo mediático da monarquia para fazerem a sua vida e serem independentes financeiramente, sem dependerem dos orçamentos destinados à família, embora pretendam «continuar a apoiar totalmente Sua Majestade, a Rainha».

Foi através da rede social Instagram que o jovem casal anunciou o afastamento do núcleo da família real com uma mensagem bem esclarecedora para o futuro. 

“Após muitos meses de reflexão e discussões internas, optamos por fazer uma transição este ano, começando a desempenhar um novo papel progressivo dentro desta instituição. Pretendemos dar um passo atrás como membros "seniores" da Família Real e trabalhar para nos tornar financeiramente independentes, enquanto continuamos a apoiar totalmente Sua Majestade a Rainha. É com o vosso apoio, particularmente nos últimos anos, que nos sentimos preparados para fazer este ajuste. Planeamos agora equilibrar o nosso tema entre o Reino Unido e a América do Norte, enquanto honramos os nossos deveres para com a Rainha, a Commonwealth, os nossos patronos. Este equilíbrio geográfico vai permitir-nos criar o nosso filho com uma apreciação para com a tradição real na qual ele veio ao mundo, enquanto damos à nossa família o espaço para nos focarmos no próximo capítulo, incluindo o lançamento da nossa entidade de caridade. Esperamos compartilhar todos os detalhes deste emocionante próximo passo no devido tempo, enquanto continuamos a colaborar com Sua Majestade, a Rainha, o Príncipe de Gales, o Duque de Cambridge e todas as partes relevantes. Até lá, aceitem os nossos mais profundos agradecimentos pelo apoio contínuo. ”

O duque e a duquesa de Sussex

Mudando-se assim para a América do Norte, os duques de Sussex, pretendem afastar-se da vida real e dos afazeres monárquicos, protegendo e pretendendo dar ao filho uma outra educação.

Quem parece não concordar com toda esta situação é a Casa Real britânica que vê assim um dos seus importantes membros sair da formatura para se dedicar à sua nova família e ser independente, sem as obrigações e compromissos para o qual nasceu destinado. Acredito que a decisão tenha sido tomada de forma refletida e contra o aconselhamento da família real, que neste momento deverá estar a tentar resolver a situação para que a mudança não seja total.

Nos últimos tempos o casal já havia dado sinais de cansaço perante a vida real e também para com tudo o que tem sido publicado pela imprensa, sendo agora esta revelação nada surpreendente por existir vontade de afastamento por tudo o que tem sido escrito, dito e publicado sobre quem só já quer seguir o seu rumo sem todos os problemas da família real mais conhecida do Mundo e que parece estar a passar por uma fase de comunhão menos boa. 

 

Até agora como membros sénior da família real, que é composta pela rainha Isabel II, Filipe, Duque de Edimburgo, Carlos, Príncipe de Gales, Camila, Duquesa da Cornualha, William e Kate, Duques de Cambridge, Harry e Meghan, Duques de Sussex e Andrew, Duqued e York, o casal sairá assim em breve deste núcleo e seguirá a sua vida.

Com uma herança real e deixada com a morte de Diana, vontade de ser independentes e longe da realeza, parece-me que em menos de nada os convites irão surgir e Harry e Meghan entrarão num novo ciclo. Quem sabe se Meghan não voltará mesmo a ser atriz, para desgosto dos monarcas. O futuro será diferente e a certeza é para já bem visível, a imagem de estabilidade que a Casa Real tanto gosta de passar está destruída.

 

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

“After many months of reflection and internal discussions, we have chosen to make a transition this year in starting to carve out a progressive new role within this institution. We intend to step back as ‘senior’ members of the Royal Family and work to become financially independent, while continuing to fully support Her Majesty The Queen. It is with your encouragement, particularly over the last few years, that we feel prepared to make this adjustment. We now plan to balance our time between the United Kingdom and North America, continuing to honour our duty to The Queen, the Commonwealth, and our patronages. This geographic balance will enable us to raise our son with an appreciation for the royal tradition into which he was born, while also providing our family with the space to focus on the next chapter, including the launch of our new charitable entity. We look forward to sharing the full details of this exciting next step in due course, as we continue to collaborate with Her Majesty The Queen, The Prince of Wales, The Duke of Cambridge and all relevant parties. Until then, please accept our deepest thanks for your continued support.” - The Duke and Duchess of Sussex For more information, please visit sussexroyal.com (link in bio) Image © PA

Uma publicação partilhada por The Duke and Duchess of Sussex (@sussexroyal) a

 

6 Comentários

Comentar post